Fuses: Erotismo no curta-metragem de Carolee Schneemann

Livia Santolin Borges

Resumo


Fuses (1967) é o primeiro curta-metragem da trilogia autobiográfica da artista polivalente Carolee Schneemann. No filme, a cineasta produz uma polêmica visão erótica feminina de si mesma e seu parceiro da época, James Tenney, envolvidos em cenas que celebram de forma silenciosa o amor heterossexual, vigiados pelo gato Kitch em sua casa. As cenas que se revezam em alguns ambientes são romantizadas por texturas, arranhões e pinturas sobrepostas no próprio celulóide, alcançadas por uma técnica desenvolvida por Carolee. Este artigo vem investigar o erotismo no filme pelo ângulo sexual feminino, com repulsa à pornografia; desenvolve hipóteses acerca do fato do filme ser silencioso; problematiza também, a forma com que o filme foi produzido por Schneemann e recebido pelo espectador, pelo ambiente artístico e pela crítica.

Palavras-chave


Carolee Schneemann; Fuses; Erotismo; Cinema; Corpo.

Texto completo:

PDF

Referências


BATAILLE, Georges. O erotismo. São Paulo: Ed. Autêntica, 2004.

BARKER, Jennifer M. The tactile eye - touch and the cinematic experience. Califórnia: University of California Press, 2009.

MACDONALD, Scott. Carolee Schneemann's "Autobiographical Trilogy". Film Quarterly, Vol. 34, No. 1 (Autumn, 1980).

MACDONALD, Scott. A Critical Cinema 2: Interviews with Independent Filmmakers. Califórnia: University of California Press, 1992.

MACDONALD, Scott. A Critical Cinema 4: Interviews with Independent Filmmakers. Califórnia: University of California Press, 2005.

MARKS, Laura U. Video haptics and erotics. In: Touch: Sensuous Theory and Multisensory Media. University of Minnesota Press, Minneapolis, MN, 2002. Ps. 331-348

RICH, B. Ruby. Films by Women/Chicago. Chicago: Film Center of the School of the Art Institute of Chicago, 1974.

SCHNEEMANN, Carolee. Imaging Her Erotics: Essays, Interviews, Projects. Cambridge, Massachusetts: MIT Press, 2002.

SCHNEEMANN, Carolee. Cézanne, she was a great painter: Essays on History, sexuality and naming. Unbroken words to women New Paltz. New York: Tresspuss Press, 1975.

SCHNEEMANN, Carolee. The Obscene body/Politic. In: Art Journal. Vol. 50, No. 4, College Art Association. Censorship II (Winter, 1991), ps. 28-35.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.