COVID-19 e sistema prisional no Brasil: crônica de uma pandemia anunciada

Autores

  • Joana das Flores Duarte Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

DOI:

https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i1.32988

Resumo

Desde março do presente ano, o tema da Covid-19 é tratado em diversos aspectos. Todavia o que chama a atenção é a pouca visibilidade dada ao sistema prisional brasileiro e à situação de homens e mulheres presos/as. O presente artigo tem como propósito a publicização dessa situação. Elaborado com base nos dados do Levantamento Nacional de Informações Estatísticas do Sistema Penitenciário Brasileiro e do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, foi possível aferir que a crise sanitária mundial provocada pela Covid-19 aprofunda-se com problemas estruturais do cárcere, o que tem viabilizado o aumento no número de casos e óbitos em todo o país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joana das Flores Duarte, Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Professora da Universidade Federal de São Paulo do Curso de Serviço Social. Possui graduação em Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2013). É Mestra em Serviço Social ( 2014-2016) e Doutora (2016-2019) pelo Programa de Pós-graduação em Serviço Social da PUC/RS. No mestrado pesquisou sobre adolescentes do sexo feminino em medida privativa de liberdade no Rio Grande do Sul e a interface com a seletividade penal de gênero no Sistema Socioeducativo. No Doutorado sobre mulheres no mercado informal e ilícito de drogas na última década (2006-2016) no Brasil. Tem experiência na área da infância e juventude, com ênfase na Execução da Medida Privativa de Liberdade para jovens autores e autoras de ato infracional e Mulheres no mercado varejista de drogas. Integra o Grupo de Estudos e Pesquisas em Violência - NEPEVI na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Neste grupo atua em pesquisas sobre violência contra a mulher numa perspectiva feminista e consubstancial (Gênero, Raça e Classe Social) na contemporaneidade e suas múltiplas expressões no meio rural, urbano e comunidades quilombolas. Integra também o Laboratório de Estudos sobre Hegemonia e Contra-Hegemonia (LEHC) da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Integra o Grupo de Trabajo: Feminismos, Resistencias y Emancipacíon (2019-2022) do Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO).

http://lattes.cnpq.br/7050328398578647

 

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Duarte, J. das F. (2021). COVID-19 e sistema prisional no Brasil: crônica de uma pandemia anunciada . Argumentum, 13(1), 95–107. https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i1.32988