Proteção social em tempos de COVID-19: experiências na América Latina

Autores

  • Mônica de Castro Maia Senna Universidade Federal Fluminense
  • Aline Souto Maior Instituto Nacional de Cardiologia
  • Valentina Suárez Baldo Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i1.33033

Resumo

O artigo aborda experiências na adoção de medidas de proteção social frente à pandemia de COVID19 na América Latina, com foco na Argentina, México e Brasil. O argumento central é que a pandemia requer medidas de proteção social, mas esbarra nas limitações dos sistemas implantados nos países. Assim, a crise sanitária, agrava as já profundas desigualdades sociais. Buscou-se identificar pontos convergentes, singularidades e desafios para seus sistemas de proteção social e conclui-se que as respostas produzidas, voltadas para segurança de renda, por meio de auxílios de emergência para indivíduos/famílias ou socorro a setores produtivos, se mostram insuficientes. É primordial articulá-las com medidas abrangentes de proteção social que fortaleçam o Estado para garantir direitos universais de cidadania, como saúde, trabalho protegido e renda básica de cidadania.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mônica de Castro Maia Senna, Universidade Federal Fluminense

Assistente Social, Mestre e Doutora em Ciências - Saúde Pública; Professora Adjunta da Universidade Federal Fluminense.

Aline Souto Maior, Instituto Nacional de Cardiologia

Doutora em Ciências Sociais pela Universidade de Guanajuato, México. Assistente Social do Instituto Nacional de Cardiologia.  (INC, Rio de Janeiro, Brasil).

Valentina Suárez Baldo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Assistente Social. Doutora em Política Social. Pós-doutoranda em Saúde Coletiva no Instituto de Medicina Social, Universidade do Estado do Rio de Janeiro. (UERJ, Rio de Janeiro, Brasil).

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Senna, M. de C. M., Maior, A. S., & Suárez Baldo, V. . (2021). Proteção social em tempos de COVID-19: experiências na América Latina. Argumentum, 13(1), 66–80. https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i1.33033