Políticas educacionais em tempos de pandemia

Autores

  • Luciana Sardenha Galzerano Faculdade de Educação - USP

DOI:

https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i1.33045

Resumo

As disputas envolvendo as políticas sociais durante a pandemia de Covid-19 foram intensas. No âmbito educacional, as medidas de distanciamento social resultaram no fechamento das escolas e na consequente necessidade de adoção de políticas emergenciais para enfrentar os desafios educacionais impostos. Este artigo busca contribuir para a análise dessas políticas, indicando como consequência o risco de avanço da privatização da educação. Consideramos que o Estado desempenha papel central nesse processo, portanto a privatização deve ser entendida em sua complexidade, não como mero deslocamento de fronteiras entre público/estatal e privado/não-estatal. Para a análise, coletamos informações a partir dos pareces emitidos pelo Conselho Nacional de Educação e dos documentos divulgados por organismos do setor privado – nacional e internacional – que influenciaram os debates e decisões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Sardenha Galzerano, Faculdade de Educação - USP

Graduada em Pedagogia pela Universidade Estadual de Campinas e Mestre em Educação pela mesma instituição, com período sanduíche na Universidade de Maryland (Estados Unidos). Atualmente é doutoranda da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo.

 

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

Galzerano, L. S. (2021). Políticas educacionais em tempos de pandemia . Argumentum, 13(1), 123–138. https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i1.33045