Alemania y la austeridad: de la crisis del euro a la Covid-19

El discurso político alemán frente a la crisis de deuda y de la Covid-19

Autores

  • Jose Manuel Castillo Manteca Doctorando (UCM)

DOI:

https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i2.34230

Resumo

Este trabalho é uma análise do discurso da política europeia dirigido pelas autoridades alemãs no contexto da crise da dívida da zona do euro e da crise da Covid-19. Seu objetivo é elucidar o porquê da mudança discursiva realizada pelo Governo de Angela Merkel. Desde a não aceitação da emissão de Eurobônus e aposta na austeridade mais rigorosa como saída da crise do euro, ao apoio à emissão conjunta de dívida pela Comissão Europeia para financiar os planos de recuperação das economias mais afetadas pela pandemia. Uma revisão histórica da concepção hegemônica ordoliberal nas políticas monetárias alemãs, bem como uma compreensão da atual conjuntura político-econômica, demonstrará o real motivo da mudança discursiva alemã na política europeia e sua possível continuidade no tempo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jose Manuel Castillo Manteca, Doctorando (UCM)

Periodista y pólitologo especializado en Política Internacional. Doctorando en Ciencias Políticas y de la Administración y Relaciones Internacionales por la Universidad Complutense de Madrid. (UCM. Madrid, España).

Downloads

Publicado

2021-08-31

Como Citar

Castillo Manteca, J. M. (2021). Alemania y la austeridad: de la crisis del euro a la Covid-19: El discurso político alemán frente a la crisis de deuda y de la Covid-19. Argumentum, 13(2), 109–125. https://doi.org/10.47456/argumentum.v13i2.34230