ADEQUAÇÃO DE UMA MONTADORA AUTOMOBILÍSTICA À NORMA BRASILEIRA ISO 9001:2015

ADEQUACY FOR NA AUTOMOTIVE ASSEMBLY TO THE BRAZILIAN STANDARD ISO 9001:2015

Autores

  • Sarah Aragão Vasconcelos Unidade Acadêmica Especial em Engenharia, Engenharia de Produção, Universidade Federal de Catalão
  • Deivid Marques Nunes Unidade Acadêmica Especial em Engenharia, Engenharia de Produção, Universidade Federal de Catalão

Palavras-chave:

Sistema de gestão, NBR ISO 9001:2015, setor automobilístico

Resumo

Para um desempenho efetivo de uma empresa, é apropriada a implantação e adequação de algumas normas capazes de compilarem e padronizarem todas as informações e processos. Sendo assim, o objetivo geral deste trabalho é analisar o Sistema de Gestão da Qualidade de uma montadora automobilística, adequando toda a empresa aos requisitos da NBR ISO 9001:2015 e realizar a melhoria contínua desse sistema. A fim de atingir o objetivo, foi realizado uma abordagem de pesquisa qualitativa com procedimento bibliográfico, descritivo e exploratório. Pode-se observar nos resultados obtidos que a empresa padronizou todos os departamentos com as ferramentas identificadas no trabalho, adequando-os aos requisitos da norma e, por conseguinte, obteve a certificação na norma ISO 9001:2015.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sarah Aragão Vasconcelos, Unidade Acadêmica Especial em Engenharia, Engenharia de Produção, Universidade Federal de Catalão

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Goiás (2018), atuando principalmente nos seguintes temas: Programação Linear, Sequenciamento de Produção e Lean Seis Sigmas. Experiência na área de Pós-Vendas em uma indústria do Setor Automobilístico.

Deivid Marques Nunes, Unidade Acadêmica Especial em Engenharia, Engenharia de Produção, Universidade Federal de Catalão

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Faculdades Pitágoras (2008), mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Uberlândia (2011) e doutorado em Engenharia Química pelo Programa de Pós-graduação em Engenharia Química da Universidade Federal de Uberlândia (2017). Pesquisador mestre em pirólise rápida auto-térmica de resíduos sucroalcooleiros em uma Planta Piloto da Faculdade de Engenharia Química da Universidade Federal de Uberlândia e bolsista FAPEMIG (convênio 17.014/2011 e PCE-00032-12) de 10/2011 à 07/2012. Professor universitário no curso de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Goiás/ Regional Catalão-GO.

Referências

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. (2015). NBR ISO 9001: Sistema de Gestão de Qualidade – Requisitos. Rio de Janeiro.

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. (2018). NBR ISO 31000: Gestão de Riscos – Diretrizes. Rio de Janeiro.

Agostinetto, J. S. (2006). Sistematização do processo de desenvolvimento de produtos, melhoria contínua e desempenho: o caso de uma empresa de autopeças. 121 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo.

Campos, V. F. (1992). Qualidade total: padronização de empresas. Belo Horizonte: Fundação Christiano Ottoni.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas.

Gordon, S. R., & Gordon, J. R. (2006). Sistemas de informação: uma abordagem gerencial. 3. ed. Rio de Janeiro: LTC. IBGC - Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. Guia de orientação para gerenciamento de riscos corporativos. Coordenação de Eduarda La Rocque. São Paulo: IBGC, 2007. (Série de Cadernos de Governança Corporativa, 3). Disponível em: <http://www.ibgc.org.br/userfiles/3.pdf>. Acesso em: 16 maio 2018.

Joia, L. A., et al., (2013). Gerenciamento de riscos em projetos. 3. ed. Rio de Janeiro: FGV.

Juran, J. M. (1988). Quality control handbook. New York: McGraw-Hill.

Kerzner, H. (2006). Gestão de projetos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman.

Knight, F. R. (1921). Uncertainty and profit. London: Houghton Mifflin.

Laudon, K. C., & Laudon, J. P. (2007). Sistema de informações gerenciais. 7. ed. São Paulo: Pearson Education.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2008). Técnica de pesquisa. 7. ed. São Paulo: Atlas.

Michel, M. H. (2009). Metodologia e pesquisa científica em ciências sociais. 2.ed. São Paulo: Atlas.

O’brien, J. A. (2002). Sistemas de informação e as decisões gerenciais na era da internet. São Paulo: Saraiva.

Oliveira, S. L. (1999). Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. 2. ed. São Paulo: Pioneira.

PMI - Project Management Institute, Inc. (2009). Um guia do conhecimento do gerenciamento de projetos (Guia PMBOK®). 4. ed. Newtown Square, Pennsylvania: PMI.

Raz, T., Shenhar, A. J., & Dvir, D. (2002). Risk Management, project success, and technological uncertainty. R&D Management, 32(2), 101.

Rezende, D. A., & Abreu, A. F. (2006). Tecnologia da informação aplicada a sistemas de informação empresariais: o papel estratégico da informação e dos sistemas de informação nas empresas. 4. ed. São Paulo: Atlas.

Rodrigues, L. (2018). Vendas de carros disparam e reforçam retomada do setor automotivo. Correio Brasiliense, São Paulo, 07 fev. Disponível em: <https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/02/07/internas_economia,658316/vendas-de-carros-disparam-e-reforcam-retomada-do-setor-automotivo.shtml>. Acesso em: 16 abr. 2018.

Silva, E. L., & Menezes, E. M. (2005). Metodologia da pesquisa e elaboração de dissertação. 4. ed. Florianópolis: UFSC. Disponível em: <http://www.portaldeconhecimentos.org.br/index.php/por/content/view/full/10232>. Acesso em: 10 jun. 2018.

Silva, J. A. (2006). Apostila de controle da qualidade I. Juiz de Fora, MG: UFJF.

Stair, R. M. (1998). Princípios de sistemas de informação. Rio de Janeiro: LTC.

Whitfield, R. C, & Kwok, K. M. (1996). Improving integrated circuits assembly quality – a case study. International Journal of Quality & Reliability Management, 13.

Downloads

Publicado

2020-06-23

Como Citar

Vasconcelos, S. A., & Nunes, D. M. (2020). ADEQUAÇÃO DE UMA MONTADORA AUTOMOBILÍSTICA À NORMA BRASILEIRA ISO 9001:2015: ADEQUACY FOR NA AUTOMOTIVE ASSEMBLY TO THE BRAZILIAN STANDARD ISO 9001:2015. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 6(3), 107–126. Recuperado de https://periodicos.ufes.br/bjpe/article/view/30318

Edição

Seção

ENGENHARIA DA QUALIDADE - QUALITY ENGINEERING