ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A PACIENTES COM TUBERCULOSE E COVID 19 EM ÁREAS DE VULNERABILIDADE

NURSING ASSISTANCE TO PATIENTS WITH TUBERCULOSIS AND COVID-19 IN VULNERABLE AREAS

Autores

Palavras-chave:

atenção basica, Tuberculose, Enfermagem, Covid-19

Resumo

Objetivo: Investigar os desafios na assistência de enfermagem aos pacientes com tuberculose e covid-19 em áreas de vulnerabilidade. Método: Revisão integrativa da literatura com base na questão norteadora: Quais os desafios na assistência de enfermagem à pessoa com tuberculose residente em comunidades vulneráveis, diante do elevado nível de exposição a pandemia da covid-19? As buscas foram feitas nas bases de dados científicas: BVS, LILACS e MEDLINE para coleta de informações sobre a assistência de enfermagem a pacientes com tuberculose e covid-19 em áreas de vulnerabilidade. A presente revisão foi composta por 04 artigos científicos. Resultados: Os processos que dificultam a assistencia de enfermagem aos pacientes com TB durante a pandemia estão relacionados a condições precárias de estruturas físicas, desigualdades sociais, falhas na implementação do TDO e poucos recursos materiais, no entanto há estratégias para o enfrentamento das demandas e assim potencializar as ações de promoção em saúde. Conclusão: Essa patologia atinge preferencialmente indivíduos com lesões a nível de pulmão, sistema imunológico debilitado e que se encontram em situação de pobreza, o que está diretamente relacionado ao processo saúde-doença salientando a necessidade de atuação e adoção de uma estratégia de saúde da família eficaz e o profissional de enfermagem como peça fundamental na assistência de qualidade e integral a essa população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joingrid Maria de Assis Sarmento, Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, FSM

Possui ensino-medio-segundo-graupela Escola Estadual Demócrito de Sousa(2013). Tem experiência na área de Enfermagem.

Renata Lívia Silva Fonseca Moreira de Medeiros, Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, FSM

Doutora pela Faculdade de Ciências Médicas Santa Casa- FCMSCSP- Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal da Paraíba (2013). Especialista em Saúde Pública pela Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas (2008). Graduada em Enfermagem pela Universidade Federal da Paraíba (2003). Docente da Faculdade Santa Maria. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Masculinidades e Saúde. Tem experiência na área de Enfermagem Saúde Pública e atua principalmente nos seguintes temas: educação em enfermagem, saúde sexual e saúde reprodutiva, educação em saúde,saúde da mulher, saúde do homem e atenção básica.

Ankilma do Nascimento Andrade Feitosa, Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, FSM

Pós-doutorado em andamento pela Universidade Federal de Campina Grande. Doutora em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina do ABC. Possui Mestrado (2010) e Licenciatura (2009) em Enfermagem Pela Universidade Federal da Paraíba. Especialização em Auditoria em Serviços de Saúde . Especialização em Saúde da Família pela UFPB. Especialista em Processos Educacionais na Saúde pelo Sírio libanês.Graduação em Enfermagem pela Faculdade Santa Emília de Rodat (2005). Atualmente é docente da Faculdade Santa Maria-PB, dos cursos de Medicina e Enfermagem. Atuou como Tutora do curso de Especialização em Gestão das Clínica nas Regiões de Saúde - Sírio Libanês.Revisora Técnica-pedagógica de Itens do Banco Nacional de Itens (BNI) da Educação Superior. Compõe o Banco de Avaliadores do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (BASis). Tem experiência na área de Enfermagem, com ênfase em Fundamentos do cuidar em Enfermagem, Saúde do Idoso e Saúde Coletiva.

Kaique Lopes Elias, Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, FSM

Graduando em Enfermagem pela Faculdade Santa Maria - FSM Cajazeiras-PB. Extensionista do Projeto "Homem Que É Homem Tem Atitude E Se Previne"; Extensionista do Projeto "Tecendo Afeto&Cuidado" CAP's AD Cajazeiras-PB; Monitor Certificado das Disciplinas Tronco Básico Comum Histologia e Embriologia abordando os cursos de Enfermagem, Fisioterapia e Farmácia; Monitor Certificado da Disciplina Fundamentos do Cuidar em Enfermagem l (Semiologia). Organizador de eventos multidisciplinar em saúde.

Anne Caroline de Souza, Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, FSM

Bacharel em Enfermagem pela Faculdade Santa Maria (2013-
2018). Especialista em Docência no Ensino Superior pela Faculdade Santa Maria (2019) . Durante o percurso acadêmico, atuou como monitora do componente curricular: Fundamentos do Cuidar
em Enfermagem I (2014-2016). Foi membro da Liga Acadêmica de Doenças Infectocontagiosa (2016-2017) e Coordenadora de Cultura e Divulgação do Centro Acadêmico de Enfermagem Guaraci Mairarê (2015-2016). Atuou como preceptora da disciplina Estágio Curricular Supervisionado I do Curso Bacharelado em Enfermagem da Faculdade Santa Maria (2018) e da disciplina Estágio Curricular Supervisionado iI do Curso Bacharelado em Enfermagem da Faculdade Santa Maria (2020). Principais áreas de atuação: Saúde Coletiva, Epidemiologia ou Vigilância em Saúde, Doenças
infectocontagiosas, Saúde da Família.

Talina Carla da Silva, Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, FSM

Doutora em Ciências da Saúde pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP)-2019. Mestre em Saúde Pública pela Universidade Estadual da paraíba (UEPB)-2014.Bacharelado e licenciatura em enfermagem formada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) - 2011. Docente da Faculdade Santa Maria e Coordenadora da Pós-Graduação da Faculdade de Santa Maria de Cajazeiras. Especialista em Saúde Coletiva pela Faculdade Integrada de Patos. Cursando a Especialização de Docência no Ensino Superior pela Faculdade Santa Maria. Integrante do Núcleo de Estudos e Pesquisas Epidemiológicas (NEPE/UEPB). Membro do Grupo de Pesquisa Avaliação dos Serviços de Saúde (CNPq). Membro do Grupo de Pesquisa ?Vulnerabilidade, Adesão e Necessidades em Saúde Coletiva? (USP). Principais Áreas de Atuação: Enfermagem, Saúde Coletiva, Epidemiologia ou Vigilância em Saúde, Doenças infectocontagiosas, Saúde Coletiva, Geoprocessamento.

Referências

Aquino, E. M., Silveira, I. H., Pescarini, J. M., Aquino, R., & Souza-Filho, J. A. D. (2020). Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 25, 2423-2446.

Brasil, Ministério da Saúde. (2020). Boletim Epidemiológico de Tuberculose. Secretaria de vigilância em saúde.

Brasil, Ministério da Saúde. (2020). Boletim epidemiológico especial doença pelo coronavírus COVID-19. Semana epidemiológica 29. Secretaria de vigilância em saúde. Brasília-DF.

Brasil, Ministério da Saúde. (2019). Guia de Vigilância em Saúde. Brasília-DF.

Brasil, Ministério da Saúde. (2019). Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil. Brasília-DF.

Croda, J. H. R., & Garcia, L. P. (2020). Resposta imediata da Vigilância em Saúde à epidemia da COVID-19. Epidemiol. Serv. Saúde, 29 (1)

David, H. M. S. L., Acioli, S., Silva, M. R. F. D., Bonetti, O. P., & Passos, H. (2020). Pandemia, conjunturas de crise e prática profissional: qual o papel da enfermagem diante da Covid-19?. Revista Gaúcha de Enfermagem, 42(SPE).

Figuerêdo, E. G., & Moura, M. D. G. C. (2019). Contribuições e limitações da formação inicial em Educação Física: uma revisão integrativa. Revista Eletrônica Pesquiseduca, 10(22), 544-555.

Gao, Y., Liu, M., Chen, Y., Shi, S., Geng, J., & Tian, J. (2020). Association between tuberculosis and COVID‐19 severity and mortality: A rapid systematic review and meta‐analysis. Journal of Medical Virology. 1-3.

Maciel, E. L. N., Gonçalves Júnior, E., & Dalcolmo, M. M. P. (2020). Tuberculose e coronavírus: o que sabemos?. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 29, e2020128.

Magnabosco, G. T., Orfão, N. H., Brunello, M. E. F., Wysocki, A. D., Lopes, L. M., & Campoy, L. T. (2020). Novas doenças e ameaças antigas: a repercussão da COVID-19 no manejo da tuberculose. Saúde Coletiva (Barueri), (54), 2639-2644.

Oliveira, C. B. B. D., Lima, M. C. R. A. D., Faria, M. F., Ravanholi, G. M., Lopes, L. M., Souza, K. M. J. D., & Monroe, A. A. (2017). Experiências de adoecimento por condições crônicas transmissíveis: revisão integrativa da literatura. Saúde e Sociedade, 26, 510-520.

Paiva, M. R. F., Parente, J. R. F., Brandão, I. R., & Queiroz, A. H. B. (2016). Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: revisão integrativa. SANARE-Revista de Políticas Públicas, 15(2).

Rêgo, C. C. D., Macêdo, S. M., Andrade, C. R. B., Maia, V. F., Pinto, J. T. J. M., & Pinto, É. S. G. (2015). Processo de Trabalho do Enfermeiro a Pessoa com Tuberculose na Atenção Primária. Revista Baiana de Enfermagem‏, 29(3), 218-228.

Rocha, N. L., Araujo, K. F., da Motta, M. C. S., Nakano, A. R., de Lima, H. S. B., & Marques, J. L. S. (2020). Material educativo para pacientes com tuberculose pulmonar frente a pandemia de COVID-19. Revista de Saúde Coletiva da UEFS, 10(1), 18-22.

Sacramento, D. S., Lavor, D. C. B. D. S., Oliveira, L. R. T. D., Gomes, A. P. B. L., & Gonçalves, M. J. F. (2019). Organização dos serviços de saúde para o diagnóstico e tratamento dos casos de tuberculose em Manaus, Amazonas, 2014. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 28, e2017500.

Santos, D. T., Alves, L. S., Arcoverde, M. A. M., Arroyo, L. H., Berra, T. Z., Ramos, A. C. V., & Nunes, C. (2020). Social risk and its association with tuberculosis mortality in a context of high inequality in South Brazil: A geo-epidemiology analysis. Journal of Infection and Public Health. 13(8), 1148-1155.

Saunders, M. J., & Evans, C. A. (2020). COVID-19, tuberculosis, and poverty: preventing a perfect storm. European Respiratory Journal.

Souza, M. S. P. L., Aquino, R., Pereira, S. M., Costa, M. D. C. N., Barreto, M. L., Natividade, M., & Braga, J. U. (2015). Fatores associados ao acesso geográfico aos serviços de saúde por pessoas com tuberculose em três capitais do Nordeste brasileiro. Cadernos de Saúde Pública, 31, 111-120.

Publicado

2020-11-27

Como Citar

Sarmento, J. M. de A. ., Medeiros, R. L. S. F. M. de ., Feitosa, A. do N. A. ., Elias, K. L., Souza, A. C. de ., & Silva, T. C. da . (2020). ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM A PACIENTES COM TUBERCULOSE E COVID 19 EM ÁREAS DE VULNERABILIDADE: NURSING ASSISTANCE TO PATIENTS WITH TUBERCULOSIS AND COVID-19 IN VULNERABLE AREAS. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 6(6), 208–215. Recuperado de https://periodicos.ufes.br/bjpe/article/view/32786

Edição

Seção

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NA SAÚDE - TECHNOLOGY AND INNOVATION IN HEALTH

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)