PROGRAMA JOVENS E MENINAS FAZENDO ENGENHARIA: CULTIVO DE BIOMASSA MICROALGAL

Autores

  • Isadora Batista Borges Graduanda em Engenharia de Produção. UFES. Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES
  • Walkiria de Oliveira faria Graduada em Letras. Especialista em Supervisão Escolar. UFES. Vitória, ES
  • Eduarda Carlos Pereira Estudante Ensino Médio – EEEFM Augusto de Oliveira. Braço do Rio-Conceição da Barra ES, Unidade Federativa.
  • Mábila de Souza Pureza Estudante Ensino Médio – EEEFM Augusto de Oliveira. Braço do Rio-Conceição da Barra ES, Unidade Federativa.
  • Laiza Leal Siquara Graduanda em Engenharia Química. UFES. Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES
  • Rodrigo Randow de Freitas Doutor em Agricultura. UFES. Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES
  • Paulo Sergio da Silva Porto Doutor em Engenharia Química. UFES. Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES.

DOI:

https://doi.org/10.0001/v2n3_nt01

Resumo

A universidade Federal do Espírito Santo (CEUNES – UFES) juntamente com o CNPq, trouxe para escola EEEFM ”AUGUSTO DE OLIVEIRA” um projeto no qual o objetivo era proporcionar a alunas do ensino médio a experiência e um breve conhecimento do mundo da universidade e dos cursos de Engenharias. O projeto tem como visão a extração de óleo próprio para produção de biodiesel a partir do cultivo de massa microalgal, propriamente dita (microalgas). Com aumento da demanda energética mundial, isto impulsionou pesquisas voltadas para produção de energia via fontes alternativas. Com base nisso, uma das principais fontes de energia alternativa desenvolvidas foram os biocombustíveis, a produção de biodiesel a partir de microalgas é uma rota deste caminho. O seguinte artigo visa descrever as ações do programa Jovens e Meninas Fazendo Engenharias CNPq/UFES, através do projeto Estudo, Pesquisa e Ensino Sobre a Produção de Biodiesel a partir de Biomassa Microalgal em Sistema Fechado Automatizado, coordenado pelos professores Paulo Sérgio Silva Porto e Rodrigo Randow de Freitas, o processo, os resultados e as expectativas geradas nas alunas participantes do projeto e em outros alunos da EEEFM Augusto de Oliveira, a partir dessa iniciativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL. Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 21 de dezembro de 1996.

BRASIL. Lei n.º 11.684, de 2 de junho de 2008. Altera o art. 36 da lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir a Filosofia e a Sociologia como disciplinas obrigatórias nos currículos do ensino médio. Diário Oficial da União, Brasília, 3 de junho de 2008.

CAREGNATO, C. E.; CORDEIRO, V. C.. (2011). Ensino de Sociologia na Escola e a Universidade: reciprocidade necessária. In: CAREGNATO, C. E., GENRO, M. E. H.. (Org.). Sociologia e Filosofia, para quê? Diálogos com Protagonistas na Escola. Porto Alegre: NIUE/Prorext Editora da UFRGS, p p. 19-34.

CARIDÁ, A. C. B. B.. (2014). Sociologia no Ensino Médio: diretrizes curriculares e trabalho docente. Dissertação (Mestrado em Sociologia e Politica) – Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

COAN, M.. (2006). A Sociologia no Ensino Médio, o Material Didático e a Categoria Trabalho. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

CÔRREA, V.. (2012). Sociologia e Filosofia no Ensino Médio de Santa Catarina: as contribuições de um laboratório de ensino. In: SOUSA, F. P. de (org.). Sociologia: conhecimento e ensino. Florianópolis: Editora em Debate, pp. 179-206.

CUNHA, L. A. C. R.. (2004). Desenvolvimento desigual e combinado no ensino superior: Estado e mercado. Educação e Sociedade, v. 25, n.88, pp. 795-817.

JINKINGS, N.. (2011). A Sociologia em escolas de Santa Catarina. Inter-legere, s/v, n. 9, pp. 103-117.

LIEDKE FILHO, E. D. (2005). A Sociologia no Brasil: história, teorias e desafios. Sociologias, v. 7, n.14, p. 376-436.

LIMA, A. M. de S.. Os Laboratórios de Ensino de Sociologia. Revista Coletiva, s/v, n 10, 2013. Disponível em: <http://www.coletiva.org/site/index.php?option=com_k2&view=item&layout=item&id=148&Item id=76&idrev=13> último acesso em 20 de maio de 2015.

LIMA, J. C.; CORTES, S. M. V.. (2013). A sociologia no Brasil e a interdisciplinaridade nas ciências sociais. Civitas. v. 13, n. 2, pp. 416-435.

MARTINS, C. B. C.. (2000). O Ensino Superior Brasileiro nos anos 90. São Paulo em Perspectiva, v. 14,n. 1, pp. 41-60.

MARTINS, C. B.; WEBER, S.. (2010). Sociologia da Educação: democratização e cidadania. In: MARTINS, C. B.; MARTINS, H. H. T. de Souza. Sociologia. São Paulo: ANPOCS. pp. 131-201.

MICELI, S.. (1989). Condicionantes do desenvolvimento das ciências sociais. In: MICELI, S.. (Org.). História das Ciências Sociais no Brasil. São Paulo: Editora Vértice/IDESP/FINEP, pp. 72-110.

MORAES, A. C. (2011). Ensino de Sociologia: periodização e campanha pela obrigatoriedade. Cadernos CEDES, v. 31, nº 85, pp. 359-382.

MORAES, A. C. . (2003). Licenciatura em ciências sociais e ensino de sociologia: entre o balanço e o relato. Tempo Social, v. 15, n.1, pp. 05-20.

NEVES, C. E. B. (2002a). A estrutura e o funcionamento do ensino superior no Brasil. In: SOARES, M. S. A.. (Org.). A Educação Superior no Brasil. Brasília: Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, pp. 43-69.

NEVES, C. E. B.. (2002b). Estudos Sociológicos sobre Educação no Brasil. In: MICELI, S. (Org.). O que ler na ciência social brasileira 1970-2002. São Paulo; Brasília: Editora Sumaré; CAPES, pp. 351-437.

NEVES, C. E. B.; RAIZER, L.. FACHINETTO, R. F. (2007). Acesso, expansão e equidade na educação superior: novos desafios para a política educacional brasileira. Sociologias, v. 9, n 17, pp. 124-157.

OLIVEIRA, A. (2013). Revisitando a história do ensino de Sociologia na Educação Básica. Acta Scientiarum. Education, v. 35, n, 2, pp. 179-189.

PAVEI, Katiuci. (2008). Reflexões sobre o ensino e a formação de professores de sociologia. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

PEREIRA, L. H.. (2007). Qualificando o ensino da sociologia no Rio Grande do Sul. In: PLANCHEREL, A. A.; OLIVEIRA, E. A.. (Org.). Leituras sobre Sociologia no Ensino Médio. Maceió: EDUFAL, pp. 135-150.

RAIZER, L.; MEIRELLES, M.; PEREIRA, T. . (2011). Ensino de sociologia no Rio Grande do Sul: desafios de formação docente e de metodologia de ensino. In: OLIVEIRA, D. D. de; RABELO, D.; FREITAS, R. A. de Freitas. (Org.). Ensino de sociologia: currículo, metodologia e formação de professores. Goiania: UFG/FUNAPE, v. 01, p. 165-187.

ROSA, M.. (2009). O Trabalho Docente com a Disciplina de Sociologia: algumas reflexões sobre o ser professor no ensino médio da rede pública de Santa Catarina. Dissertação (Mestrado em Educação) – Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

SANTOS, M. B.. (2004). A Sociologia no Contexto das Reformas do Ensino Médio. In: CARVALHO, L. M. G. de. (org.). Sociologia e Ensino em Debate: experiências e discussão de sociologia no ensino médio. Ijuí: Ed. Unijuí, pp. 131-180.

SANTOS, R. O. dos. (2011). A Implantação da Sociologia nas Instituições Privadas Paranaenses: um estudo sociológico. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Estadual de Maringá, Maringá.

SARANDY, F.. (2012). Ensino de Sociologia: insulamento e invisibilidade de uma disciplina. In: FIGUEIREDO, André Videira de; OLIVEIRA, Luiz Fernandes de; PINTO, Nalayne Mendonça (orgs.). Sociologia na Sala de Aula: reflexões e experiências docentes no Estado do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Imperial Novo Milênio, pp. 47-72.

SILVA, I. L. F. (2006). Das fronteiras entre ciência e educação escolar: as configurações do ensino de ciências sociais/sociologia no estado do Paraná (1970-2002). Tese (Doutorado em Sociologia) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo.

SILVA, I. L. F. . (2010). O Ensino das Ciências Sociais/Sociologia no Brasil: histórico e perspectivas. In: MORAES, A. C. de (Org.). Coleção Explorando o Ensino de Sociologia. Brasília: MEC, pp. 23-31.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA – UFSC. (1980). Boletim de Ciências Sociais. s/v, nº 17. (1980).

Downloads

Publicado

23.12.2016

Como Citar

Borges, I. B., faria, W. de O., Pereira, E. C., Pureza, M. de S., Siquara, L. L., de Freitas, R. R., & Porto, P. S. da S. (2016). PROGRAMA JOVENS E MENINAS FAZENDO ENGENHARIA: CULTIVO DE BIOMASSA MICROALGAL. Brazilian Journal of Production Engineering, 2(3), 55–60. https://doi.org/10.0001/v2n3_nt01

Edição

Seção

NOTAS TÉCNICAS E DE PESQUISA

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>