Tradição e vanguarda em Um romanceiro da criação segundo os mitos hixkaryâna

Autores

  • Allison Leão Universidade do Estado do Amazonas - UEA

DOI:

https://doi.org/10.47456/contexto.v%25vi%25i.30100

Resumo

RESUMO: este trabalho reflete sobre elementos mito-poéticos presentes no livro Um
romanceiro da criação segundo os mitos Hixkaryâna, de Elson Farias. A reflexão é guiada pelas noções de tradição e vanguarda, especialmente tendo como recorte o panorama da
representação do indígena, desde sua mera figuração até a possibilidade de sua
autorrepresentação. O objetivo foi compreender como o autor buscou elementos culturais de fontes diferenciadas entre si, tanto em zonas de convergência como de diferença, para criar uma síntese poética transcultural.

PALAVRAS-CHAVE: Mito-poética; Poesia brasileira; Literatura indígena; Elson Farias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-10-27