Investigação de colocações provenientes das traduções para o inglês e italiano de A Hora da Estrela de Clarice Lispector

Autores

  • Emiliana Bonalumi Universidade Federal de Rondonópolis – UFR

Resumo

Clarice Lispector é conhecida por sua literatura feminina, sendo A Hora da Estrela publicada no ano de seu falecimento, 1977. Esta análise fundamenta-se nos estudos da tradução baseados em corpus de Baker (1993, 1995, 1996, 1999, 2000, 2004a, 2004b), nas investigações de Berber Sardinha a respeito da linguística de corpus (2000, 2004), na teoria do polissistema de Even-Zohar (1978), bem como nos estudos descritivos da tradução de Toury (1995). O intuito desta proposta é analisar as traduções das colocações provenientes do vocábulo “moça” para o inglês e italiano, a fim de identificar as semelhanças e diferenças encontradas em relação ao texto original. Com o propósito de obter as colocações selecionadas, utilizamos o programa computacional WordSmith Tools, de Scott (1999). Os resultados de nossa pesquisa nos indicaram como os tradutores Pontiero e Aletti utilizaram a estratégia de fluência para traduzir o texto de maneira a ser melhor compreendida na língua meta.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-11-23

Edição

Seção

Dossiê LITERATURA E TRADUÇÃO (n. 40)