ARTE, POLÍTICA E COMUNICAÇÃO NO BRASIL DOS ANOS 1960: Os outdoors realizados por Nelson Leirner

Autores

  • Bruno Sayão PPGEHA-USP

DOI:

https://doi.org/10.47456/rf.v1i9.11365

Resumo

A escolha de um único trabalho artístico como objeto de estudo traz em si um inevitável caráter arbitrário. Entretanto, a escrita desse artigo indi­ca que esse modo de pesquisar permite um apro­fundamento e uma abordagem da parte para o todo que evita o enquadramento da produção artística em rígidas categorias da História da Arte. O foco e ponto de partida dessa pesquisa é o trabalho Outdoors nas ruas de São Paulo, 1968, de Nelson Leirner. A partir da análise desses ou­tdoors, são estabelecidas relações com elemen­tos do contexto social e artístico do Brasil dos anos 1960. Além dos elementos históricos que o projeto de Leirner aponta, ele também sugere possibilidades para questões debatidas nas artes visuais até a atualidade, como o convívio imedia­to da arte com a cidade, a apropriação de meios publicitários e a relação entre arte e política. [...]

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-10-31

Como Citar

Sayão, B. (2015). ARTE, POLÍTICA E COMUNICAÇÃO NO BRASIL DOS ANOS 1960: Os outdoors realizados por Nelson Leirner. Revista Farol, 9(9), 89–100. https://doi.org/10.47456/rf.v1i9.11365

Edição

Seção

Artigos