Análise parasitológica em famílias assistidas por uma associação de apoio a crianças carentes da cidade São Mateus, Espírito Santo, Brasil

Parasitological analysis in families assisted by a support association for underprivileged children in the city of São Mateus, Espírito Santo, Brazil

Autores

  • Alanny Martins Ferreira Universidade Federal do Espírito Santo
  • Rubiana Soares de Souza Universidade Federal do Espírito Santo
  • Marco Antônio Andrade de Souza Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.47456/hb.v2i2.35638

Palavras-chave:

Crianças, Enteroparasitoses, Condições de Vida, Educação Sanitária

Resumo

No Brasil, país de clima tropical, a disseminação de parasitoses intestinais é favorecida pelas temperaturas elevadas, umidade, deficiência nas condições de saneamento básico, de higiene pessoal e o baixo nível socioeconômico da população. Nesse sentido, o objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência de enteroparasitoses em crianças e familiares de uma Associação de apoio a crianças carentes da cidade de São Mateus, ES, Brasil. No período de janeiro a junho de 2020 foram coletadas amostras de fezes de 30 crianças e adultos com faixa etária de 3 a 45 anos de idade. O material coletado foi transportado ao Laboratório de Parasitologia e Hematologia Clínica do Centro Universitário Norte do Espírito Santo, da Universidade Federal do Espírito Santo, para análise. O método utilizado foi o HPJ, técnica simples que se fundamenta na sedimentação espontânea em água, sendo indicada para pesquisa de ovos, larvas e cistos de enteroparasitos. Com base na análise realizada, observou-se a presença de endoparasitas e comensais intestinais em 60% das amostras analisadas, sendo o comensal Entamoeba coli (55,56%) o mais frequente, seguido pelos parasitos Trichuris trichiura e Ascaris lumbricoides, ambos com 27,78% de prevalência. Também foram encontradas outras espécies, em menor frequência, como Giardia lamblia, Entamoeba histolytica/dispar, Ancilostomídeos, Schistosoma mansoni, e os comensais Iodomoeba butschilli e Endolimax nana. Espera-se a contribuição do trabalho para a melhoria da qualidade de saúde parasitológica da população em estudo e o avanço de novos estudos em São Mateus, colaborando assim, para a melhoria das condições de vida da população do município.        

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-08-29

Edição

Seção

Ciências da Saúde