'Entre justos e ímpios': Conflitos teológicos entre Idácio de Aquae Flaviae e Salviano sobre os Vândalos no quinto século

Autores

  • Geraldo Rosolen Junior Universidade Federal de São Paulo

Resumo

Durante o quinto século, o estabelecimento de Reinos Germânicos no interior do Império Romano colaborou para um ápice da produção historiográfica dirigidas por clérigos e bispos, na intenção de compreender esse processo. Deste modo, pudemos observar alguns conflitos teológicos entre Salviano e Idácio de Aquae Flaviae, especialmente em relação aos vândalos, sendo que, o primeiro esteve disposto a evidenciar que o estabelecimento vândalo em solo imperial teria demonstrado a ascensão de uma nova sociedade mais próxima dos desígnios de Deus, em oposição a ele, Idácio seguindo a tradição cronística, acreditava estar presenciando o fim dos tempos profetizado por Daniel, propusemos assim, avaliar como as dinâmicas locais podem ter interferido e colaborado em suas percepções e para a produção de suas obras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo Rosolen Junior, Universidade Federal de São Paulo

Mestrando em História pela Universidade Federal de São Paulo. Pesquisador vinculado ao Laboratório de Estudos Medievais (LEME/UNIFESP).

Downloads

Publicado

2020-02-06

Como Citar

ROSOLEN JUNIOR, G. ’Entre justos e ímpios’: Conflitos teológicos entre Idácio de Aquae Flaviae e Salviano sobre os Vândalos no quinto século. Revista Ágora, [S. l.], n. 30, p. 28-49, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/27684. Acesso em: 30 set. 2020.

Edição

Seção

Dossiê: Auctoritas e potestas no Ocidente Tardo Antigo e Medieval