AS CRÔNICAS E AS CHANCELARIAS RÉGIAS: A NATUREZA E OS PROBLEMAS DE APLICAÇÃO DAS FONTES MEDIEVAIS PORTUGUESAS

Autores

  • Fátima Regina Fernandes

Resumo

Este trabalho pretende abordar as fontes documentais medievais portuguesas escritas disponíveis nos dias de hoje. A forma como foram organizadas em acervos e coleções, a dimensão dos materiais perdidos e as razões destas perdas, umas acidentais outras intencionais. Outro aspecto explorado diz respeito à crítica interna que deve ser aplicada na análise do conteúdo destes materiais, assim como as habilidades necessárias àqueles que desejem manuseá-las. A consciência da natureza destas fontes como elaborações discursivas e legitimatórias, em muitos casos visando a construção de modelos ideais de conduta e ética em benefício de determinado grupo pretende ser outro aspecto abordado neste trabalho. Assim como as potencialidades e limites da metodologia proposográfica na transposição destes filtros idealizadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

FERNANDES, F. R. AS CRÔNICAS E AS CHANCELARIAS RÉGIAS: A NATUREZA E OS PROBLEMAS DE APLICAÇÃO DAS FONTES MEDIEVAIS PORTUGUESAS. Revista Ágora, [S. l.], n. 16, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/5017. Acesso em: 29 set. 2020.

Edição

Seção

Dossiê