Notícias

CHAMADA PARA PUBLICAÇÃO - PRORROGADA

Número 39 – 2021/1   –   Número 40 – 2021/2

 

A Revista Contexto, publicação do Programa de Pós-Graduação em Letras, com área de concentração em Estudos Literários, da Universidade Federal do Espírito Santo, classificada como B-1 no Qualis Periódicos da Capes, PRORROGOU o prazo de submissão e está recebendo textos para os números 39 e 40 referentes, respectivamente, aos períodos de janeiro a junho de 2021 e julho a dezembro de 2021.

 

A seção Dossiê do número 39 (2021/1) receberá artigos sobre COGNIÇÃO INCORPORADA E LITERATURA. Os trabalhos deverão tratar das interseções entre os conceitos de cognição incorporada (embodied cognition) e literatura. As relações entre o conceito de cognição incorporada e literatura vem, desde as publicações de Metaphors We Live by ([Metáforas pelas quais vivemos] 1980) e Philosophy in the Flesh ([Filosofia em carne viva] 1999), de Georges Lakoff e Mark Johnson, ganhando espaço e revolucionando o cenário internacional do campo interdisciplinar conhecido como estudos cognitivos. Segundo esses autores, toda a cognição, humana ou animal, é construída desde a perspectiva corporal e isso inclui as metáforas conceituais que usamos para construir nosso raciocínio. Há, em inglês, várias obras de caráter coletivo, com múltiplos artigos e autora(e)s, que exploram as relações entre estudos cognitivos e literatura, por exemplo, os The Oxford Handbook of Cognitive Literary Studies (2015), editado por Lisa Zunshine, o Cognitive Literary Studies: Current Themes and New Directions (2012), editado por Isabel Jaén e Julien Jacques Simon, e o Theory of Mind and Literature (2011), editado por Howard Mancing, Paula Leverage, Jennifer Marston, e Richard Schweickert. Este número da Contexto pretende fazer com que discussões atuais sobre o campo de estudos cognitivos, com o foco sugerido em cognição incorporada, e literatura sejam mais acessíveis a pesquisadora(e)s brasileira(o)s. Alguns exemplos de temas que serão bem-vindos, dentro do grande escopo dos estudos cognitivos e que se aproximam do tópico “cognição incorporada e literatura” incluem, mas não se limitam a: Neurociência cognitiva e a literatura; Linguagem literária, significado e o processo cognitivo; Poéticas cognitivas e de interpretação; Teoria da mente; Mistura conceitual e criatividade literária; Estética literária empírica; Perspectivas cognitivas à cultura literária; Pensando e sentindo na narrativa literária; Perspectivas cognitivas sobre a literatura para crianças e jovens; Texto teatral, cognição e linguagem corporal.

 

A seção Dossiê do número 40 (2021/2) receberá artigos sobre LITERATURA E TRADUÇÃO. Dessa maneira, a revista Contexto tem como propósito dar ampla visibilidade aos resultados de investigações científicas que discutam questões de literatura em interface com a tradução, ancoradas nos estudos de Antonie Berman, Itamar Even-Zohar, Lawrence Venuti, Gideon Toury, Haroldo de Campos, Rosemary Arrojo, Henri Meschonnic, Julio Plaza, entre outros, que propiciem o debate nas relações entre a Literatura e a Linguística, as Artes e outras áreas afins.

 

Além dos dossiês, a seção Clipe receberá artigos, na área de Estudos Literários, de temática variada. Os trabalhos deverão ser enviados pelo portal http://periodicos.ufes.br/?journal=contexto&page=about&op=submissions até o dia 15 de junho de 2020, conforme cronograma abaixo.

 

Serão aceitos trabalhos redigidos em espanhol, francês, inglês, italiano ou português; a(o)s autora(e)s poderão submeter apenas um (1) artigo a cada dois anos, mesmo em regime de coautoria. Só serão acatados artigos inéditos, com autoria e/ou coautoria de professora(e)s e pesquisadora(e)s doutora(e)s (ou seja, graduanda[o]s, graduada[o]s, especialistas, mestranda[o]s, mestra[e]s ou doutoranda[o]s podem submeter seu trabalho, desde que haja ao menos um[a] coautor[a] doutor[a]), que sejam aprovados pela(o)s pareceristas e que estejam de acordo com as Normas Editoriais, em anexo.

 

 

 

 

NOVO CRONOGRAMA PREVISTO DE PUBLICAÇÃO

Prazo para submissão de trabalhos para o n. 39

De 15 de janeiro de 2020 a 15 de junho de 2020

Envio dos artigos do n. 39 aos pareceristas

30 de junho

Emissão de parecer

De 01 de julho a 15 de setembro

Envio dos pareceres aos articulistas

30 de setembro

Revisão dos artigos pelos articulistas

De 10 de outubro a 10 de novembro

Publicação do número 39

Julho de 2021

 

Prazo para submissão de trabalhos para o n. 40

De 15 de janeiro de 2020 a 15 de junho de 2020

Envio dos artigos do n. 40 aos pareceristas

30 de junho

Emissão de parecer

De 01 de julho a 15 de setembro

Envio dos pareceres aos articulistas

30 de setembro

Revisão dos artigos pelos articulistas

De 10 de outubro a 10 de novembro

Publicação do número 40

Dezembro de 2021

 

 

 

Editores do número 39:

Felipe Fiúza (East Tennessee State University)

Paulo Dutra (University of New Mexico)

Sérgio da Fonseca Amaral (Universidade Federal do Espírito Santo)

 

Editora(e)s do número 40:

Arlene Batista da Silva  (Universidade Federal do Espírito Santo)

Eduardo Luís Araújo de Oliveira Batista (Universidade Federal do Espírito Santo)

Neiva de Aquino Albres (Universidade Federal de Santa Catarina)

 

Editora-gerente do Periódico:

Rafaela Scardino (Universidade Federal do Espírito Santo)

 

 

 

Normas Editoriais

 

 

  1. Serão aceitos trabalhos redigidos em espanhol, francês, inglês, italiano ou português; a(o)s autora(e)s poderão submeter apenas um (1) artigo a cada dois anos, mesmo em regime de coautoria. Só serão acatados artigos inéditos, com autoria e/ou coautoria de professora(e)s e pesquisadora(e)s doutora(e)s (ou seja, graduanda[o]s, graduada[o]s, especialistas, mestranda[o]s, mestra[e]s ou doutoranda[o]s podem submeter seu trabalho, desde que haja ao menos um[a] coautor[a] doutor[a]), que sejam aprovados pela(o)s pareceristas e que estejam de acordo com as Normas Editoriais.
  2. Os pareceres serão produzidos a partir dos seguintes critérios de avaliação:

1 Indicação clara do objetivo do trabalho;

2 Fundamentação teórica clara, consistente e pertinente;

3 Desenvolvimento do trabalho de acordo com a teoria proposta;

4 Argumentação convincente;

5 Conhecimento de bibliografia atualizada;

6 Discussão pessoal do tema proposto;

7 Revisão e normalização adequadas.

  1. Os textos devem ter de 12 a 24 laudas, incluindo os anexos, redigidos em português, inglês, francês, espanhol ou italiano. A sequência do texto deve apresentar: título do artigo na língua do trabalho e em inglês (no caso de artigos em língua estrangeira, título em português), em maiúsculas e centralizado; nome(s) do(s) autor(es), titulação acadêmica e instituição em que atua profissionalmente ou desenvolve a pós-graduação; resumo na língua do artigo e em inglês (no caso de artigos em língua estrangeira, resumo em português), palavras-chave na língua do artigo e em inglês (no caso de artigos em língua estrangeira, palavras-chave em português), texto, referências e anexos.
  2. A digitação do texto deve ser feita em Word for Windows (edição 6.0 ou superior), fonte Times New Roman, corpo 12, espaçamento 1,5, parágrafos em modo justificado sem recuo. Entre partes do texto e entre texto e exemplos, citações, tabelas, ilustrações etc., utilizar 1 espaço 1,5. Formato de papel A4, com margem normal. Deve-se evitar formatação automática de espaçamentos no texto.
  3. Os resumos devem ser antecedidos pela expressão RESUMO (ABSTRACT) em maiúsculas, seguida de dois pontos. O texto dos resumos, em fonte Times New Roman, corpo 10, segue na mesma linha e deve ficar entre 100 e 150 palavras, em que constem tema, corpus, objetivos, metodologia do trabalho e resultados da discussão.
  4. As palavras-chave devem ser antecedidas pela expressão PALAVRAS-CHAVE (KEYWORDS) em maiúsculas, seguida de dois pontos. Utilizar entre três e cinco palavras-chave que especifiquem o conteúdo do trabalho, em fonte Times New Roman, corpo 10, com inicial em maiúscula, separadas por ponto.
  5. Os títulos de seções devem ser digitados em fonte Times New Roman, tamanho 12, em negrito e duas linhas após o último parágrafo da seção anterior. Apenas a primeira letra de cada subtítulo deve ser grafada com caracteres maiúsculos, exceto nomes próprios.
  6. As referências no texto devem ser indexadas pelo sistema autor-data da ABNT: (SILVA, 2005, p. 36). Quando o sobrenome vier fora dos parênteses, deve-se utilizar apenas a primeira letra em maiúscula.
  7. A citação deve seguir as normas da ABNT. Citações até três linhas no texto sempre devem vir entre aspas e nunca em itálico (este deve ser utilizado para termos estrangeiros). Exemplos de corpora analisados devem vir no padrão de citação: recuo de 4 cm, espaçamento simples, fonte Times New Roman, corpo 10.
  8. Caso seja necessária a transcrição fonética, ou caso haja palavras em alfabetos não latinos, o autor deve enviar a fonte utilizada juntamente com seu artigo, a fim de que a mesma possa ser instalada para editoração do artigo.
  9. As notas de rodapé, se efetivamente necessárias, devem aparecer em sequência numérica, com fonte corpo 10. Se houver nota no título, marcar com asterisco (*). Não se deve usar nota para citar referência.
  10. Tabelas, quadros e ilustrações autorizadas (desenhos, gráficos etc.) devem ser previamente escaneados e inseridos no texto, prontos para a editoração eletrônica. Os títulos de figuras devem ser digitados com fonte Times New Roman, tamanho 10, em formato normal, centralizado. Tabelas, quadros, ilustrações devem ser identificados por legendas.
  11. Os anexos devem ser entregues igualmente prontos para a editoração eletrônica. Para anexos que se constituem de textos já publicados, o autor deve incluir referência bibliográfica completa.
  12. As referências, seguindo as normas vigentes da ABNT, devem ser antecedidas da expressão Referências, em negrito. A primeira deve ser redigida na segunda linha abaixo dessa expressão. Os autores devem ser citados em ordem alfabética, sem numeração, sem espaço entre as referências e sem recuo. As referências de mesmo autor devem ser realizadas em ordem decrescente, repetindo-se o nome em todas elas.
  13. O autor deve apresentar, ao fim do trabalho, um breve currículo acadêmico de no máximo 10 linhas: a) nome completo; b) endereço e e-mail; c) formação acadêmica; d) instituição em que trabalha; e) principais publicações.

 

Contato:

revistacontexto.ppgl@gmail.com