DISCURSO PROMOCIONAL E MÍDIA: A REESTRUTURAÇÃO DO TEXTO JORNALÍSTICO

Autores

  • Ivandilson Costa Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Resumo

O presente artigo pretende abordar o discurso da mídia, no campo do processo de reestruturação de gêneros jornalísticos em função do discurso promocional da publicidade. Parte do pressuposto de que é cada vez mais crescente o fenômeno segundo o qual domínios e instituições sociais, cujo propósito não seja produzir mercadorias no sentido econômico restrito de artigos para venda, vêm a ser organizados e definidos em termos de produção, distribuição e consumo de mercadorias. Como delimitação, focalizamos o caso do gênero primeira página de jornal. Como apoio teórico, tomamos os pressupostos da Análise Crítica do Discurso (Fairclough, 1992 [2001]; 1995; 2003; Wodak, 2004; Ramalho; Resende, 2011), além de outras abordagens transversais, como a Gramática do Design Visual (Kress; Van Leeuwen, 2006; Almeida, 2008) e estudos da mídia (Thompson, 1998; Hernandes, 2012).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivandilson Costa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Professor Adjunto do Departamento de Letras Estrangeiras

Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Doutor em Letras/Linguística

Universidade Federal de Pernambuco

Downloads

Publicado

2017-07-19

Como Citar

COSTA, I. DISCURSO PROMOCIONAL E MÍDIA: A REESTRUTURAÇÃO DO TEXTO JORNALÍSTICO. PERcursos Linguísticos, [S. l.], v. 7, n. 14, p. 387–404, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/15655. Acesso em: 27 nov. 2021.