Esta é uma versão desatualizada publicada em 2020-07-29. Leia a versão mais recente.

Projovem Adolescente entre controle biopolítico e afirmação da juventude

Autores

  • Ricardo Meneses Miguel Universidade Federal do Espírito Santo
  • Ana Lucia Coelho Heckert Universidade Federal do Espírito Santo

Resumo

Este artigo traz alguns debates apontados a partir de pesquisa realizada entre os anos de 2013 e 2014 acerca dos efeitos que o Projovem Adolescente no município de Venda Nova do Imigrante-ES tem produzido na vida dos jovens que integraram o serviço e como eles se apropriaram desse espaço. Foram realizadas conversas com jovens que participaram do primeiro coletivo do serviço no período de 2010/2011 e pesquisa em documentos do Centro de Referência de Assistência Social do município. Traçamos análises de forma a discutir as interferências do biopoder nas políticas para juventude, os atravessamentos históricos-culturais do município e evidenciamos as resistências e escapes dos jovens às tentativas totalizantes de captura de suas vidas.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Meneses Miguel, Universidade Federal do Espírito Santo

Mestre em Psicologia Institucional pela Universidade Federal do Espírito Santo

Ana Lucia Coelho Heckert, Universidade Federal do Espírito Santo

Professora do Departamento de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Institucional da Universidade Federal do Espírito Santo

 

Publicado

2020-07-29

Versões

Edição

Seção

Artigos