Diversidade e identidade no ensino infantil Livro-objeto:

“Esse sou eu, esse é você”

Autores

  • Larissa Megre Wanderley Cordeiro Universidade Federal do Espírito Santo
  • Pereira da Silva Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

Identidade, Ensino de arte, Mediação, Educação Infantil, Estágio

Resumo

Este artigo busca apresentar uma experiência de estágio dentro da disciplina de Estágio Curricular Supervisionado do Ensino de Artes Visuais I - Educação Infantil, no modelo Ensino-Aprendizagem Remoto Temporário e Emergencial - EARTE. Ao apresentar uma sequência didática a partir da proposta de um livro-objeto é feita uma ponte entre o ensino de arte na Educação Infantil e a discussão sobre identidade e diversidade. Para realizar esta discussão teórica, criam-se diálogos com autoras como Ostetto (2011), Martins e Picosque (2008), Moura (1999), Souza (2009) e Bologna e Lombardi (2021). O estudo propõe atividades direcionadas às crianças com faixa etária de três anos de idade, pontuadas por quatro momentos, sendo eles: leituras mediadas dos livros infantis “O cabelo de Lelê” de Valéria Belém e “Eu sou assim e vou te mostrar” de Heinz Janisch; experiência com livro-objeto “Esse sou eu, esse é você”; leitura de obras da artista Beverly Y. Smith; produção de colagem com recortes de tecido. Finaliza inferindo que a identidade visual das crianças a partir de uma perspectiva plural, na qual se compreende a diversidade enquanto algo positivo e horizontal, desperta noções de igualdade e respeito desde os anos iniciais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BORGES, Tammi Flavie Peres; DA SILVA, Anamaria Santana; RODRIGUES, Silvia Adriana. “COM OLHOS DE CRIANÇA”: A METODOLOGIA DE PESQUISA COM CRIANÇAS PEQUENAS NO CENÁRIO BRASILEIRO. Nuances: estudos sobre Educação, v. 25, n. 2, p. 270-290, 2014. Disponível em: https://revista.fct.unesp.br/index.php/Nuances/article/view/3188. Acesso em: 10 out. 2021.

FRANZ, Terezinha S.. Educação para uma compreensão crítica da arte. Florianópolis: Editora Letras contemporâneas, 2003.

LOMBARDI, Lucia Maria Salgado dos Santos; BOLOGNA, Paula. (2021). Arte afro-brasileira como prática pedagógica na educação infantil: mediando cultura e relações étnico-raciais. Educação Infantil Online, 1(1), p. 72–83. Disponível em: https://periodicos.editorialaar.com/index.php/educacaoinfantilonline/article/view/24. Acesso: em 20 out. 2021.

MACIEIRA, Cássia. Sobre artefato lúdico: a supremacia das bonecas brancas no mercado de brinquedos. In: CONGRESSO PESQUISA E DESENVOLVIMENTO EM DESIGN, 13., 2018. Anais do 13º Congresso Pesquisa e Desenvolvimento em Design (2018). São Paulo: Blucher, 2019. p. 3665-3674. Disponível em: https://www.proceedings.blucher.com.br/article-details/sobre-artefato-ldico-a-supremacia-das-bonecas-brancas-no-mercado-de-brinquedos-30213. Acesso em: 10 out. 2021.

MARTINS, Mirian; PICOSQUE, Gisa. Mediação cultural para professores andarilhos na cultura. São Paulo: Ed. Arte por escrito/Rizoma Cultural, 2008.

MOURA, Eduardo Junio Santos. Des/obediência docente na de/colonialidade da arte/educação na América Latina. Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 6, n. 2, p. 313-325, maio/ago. 2019. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/gearte. Acesso em: 26 out. 2021

MOURA, Glória. O direito à diferença. In: MUNANGA, Kabengele (Org.). Superando o racismo na escola. 2ª edição revisada. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade – 1999. 204 p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/racismo_escola.pdf. Acesso em: 12 out. 2021.

OSTETTO, Luciana Esmeralda. Educação infantil e arte: sentidos e práticas possíveis. Acervo digital da Unesp, 2011. Disponível em: https://acervodigital.unesp.br/bitstream/123456789/320/1/01d14t01.pdf. Acesso em: 05 out. 2021

ROCHA, Julia. Ensino (contemporâneo) da arte contemporânea – similitudes e enfrentamentos entre metodologia e conteúdo. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISADORES EM ARTES PLÁSTICAS, 27., 2018, São Paulo. Anais do 27º Encontro da Anpap. São Paulo: Universidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Artes, 2018. p.2208-2223. Disponível: http://anpap.org.br/anais/2018/content/PDF/27encontro______ROCHA_Julia.pdf. Acesso em: 09 out. 2021.

ROSSI, Maria Helena Wagner. Leitura visual e educação estética de crianças. Revista GEARTE, Porto Alegre, v. 2, n. 2, p. 213-229, ago. 2015. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/gearte/article/view/58085. Acesso em: 07 out. 2021.

SOUSA, Márcia Pereira de. O livro de artista como lugar tátil. 2009. Tese (Pós-Graduação em Artes Visuais) - Programa de Pós-Graduação da CAPES, Centro de Artes, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=178244. Acesso em: 09 out. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-31