Os votantes da Província do Espírito Santo: direito de voto e perfil socioeconômico (1824-1881)

Autores

  • Kátia Sausen da Motta  

Palavras-chave:

Direito de voto, Votantes, Brasil Império, Província do Espírito Santo

Resumo

O voto no Brasil Império se caracterizou como direito político amplo no sentido de contemplar grande parte dos cidadãos. A Constituição de 1824 estabeleceu os critérios que habilitavam os cidadãos a participar dos sufrágios e, apesar da exigência de renda, foi considerada avançada no contexto liberal da época por também permitir a inclusão dos libertos no universo da cidadania política. Neste artigo, objetivou-se avaliar a extensão do direito de voto na Província do Espírito Santo entre os anos de 1824 e 1881. A análise se concentrou na identificação quantitativa do corpo eleitoral da província e no perfil socioeconômico e educacional dos cidadãos votantes a partir das listas de qualificação do período. O percurso pelas etapas do processo eleitoral na Província do Espírito Santo revelou que a extensão do direito de voto contemplou grande parte dos homens da região até 1881, cujas cifras em algumas paróquias foram superiores a 80%. As restrições legislativas implementadas, sobretudo a partir da década de 1840, não impactaram na redução geral do corpo eleitoral da província. No entanto, a análise circunscrita às paróquias revelou que fatores relacionados a aspectos legais do direito de votar, como a exigência de renda e a nacionalidade, constituíram entrave para a participação eleitoral em algumas localidades. Acerca das características dos cidadãos, observou-se certo nível de letramento que marcou o perfil dos votantes em grande parte das paróquias do Espírito Santo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-01-15

Como Citar

Sausen da Motta  , K. (2021). Os votantes da Província do Espírito Santo: direito de voto e perfil socioeconômico (1824-1881). Revista Do Arquivo Público Do Estado Do Espírito Santo, 4(8). Recuperado de https://periodicos.ufes.br/revapees/article/view/33985

Edição

Seção

Dossiê: Justiça, Cidadania e Direito na História do Espírito Santo