A Jagunçada de Barracão: vingança, racismo e morte na comarca de Santa Teresa/ES (1897)

Autores

  • Francisco Roldi Guariz

Palavras-chave:

imigração, jagunços, vingança, racismo

Resumo

O presente artigo tem como escopo a Jagunçada de Barracão, chacina ocorrida no distrito de São João de Petrópolis, em Santa Teresa/ES, entre os dias 01 a 03 de novembro de 1897. Nele, discutiremos as razões que determinaram a eclosão desta ofensiva criminosa, as ações dos bandidos e as medidas tomadas pelas autoridades espírito-santenses para investigar os crimes, punir os responsáveis e apoiar as famílias atingidas. Antes, porém, abordaremos algumas transformações internas pelas quais o município de Santa Teresa passou ao final do século XIX, e levantaremos questões atinentes à fundação do distrito de São João de Petrópolis. Além disso, discorremos sobre a origem do vocábulo jagunço e o modo pelo qual a população teresense se apropriou do mesmo. Para tal, usaremos como suporte analítico – fontes diversas e depoimentos de descendentes das vítimas do conflito, colhidos por meio do método da História Oral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-01-15

Como Citar

Roldi Guariz, F. (2021). A Jagunçada de Barracão: vingança, racismo e morte na comarca de Santa Teresa/ES (1897). Revista Do Arquivo Público Do Estado Do Espírito Santo, 4(8). Recuperado de https://periodicos.ufes.br/revapees/article/view/33992

Edição

Seção

Dossiê: Justiça, Cidadania e Direito na História do Espírito Santo