“Ven esta noche a mi puerta”: a desconstrução da “mulher frágil” em ‘El burlador de Sevilla y convidado de piedra’

Autores

  • Vitor Bourguignon Vogas UFES

Resumo

O objetivo do presente artigo é propor uma reflexão acerca da representação
das personagens femininas apresentadas na peça El burlador de Sevilla y convidado de piedra (1630), do dramaturgo espanhol Tirso de Molina, que inaugura o mito de Dom Juan na literatura. Baseando as nossas formulações principalmente em Fabio Luciano e em Ester Abreu Viera de Oliveira, buscamos distinguir e apontar no próprio texto alguns elementos contrários à concepção generalizadora de uma mulher necessariamente submissa e resignada à condição de vítima, durante a Idade Moderna. Com base em algumas características verificadas nas personagens femininas de Molina – as quais as distanciam da noção de fragilidade e vitimização femininas –, procuramos discutir como a peça, em certa medida, coaduna estudos historiográficos contemporâneos que buscam, precisamente, relativizar os discursos e representações consagrados pela historiografia tradicional acerca da mulher da
Idade Moderna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Bourguignon Vogas, UFES

Mestrando em Estudos Literários na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Downloads

Publicado

11-12-2018

Como Citar

VOGAS, V. B. “Ven esta noche a mi puerta”: a desconstrução da “mulher frágil” em ‘El burlador de Sevilla y convidado de piedra’. Revista Ágora, [S. l.], n. 22, p. 30–55, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/13607. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Feminismos e Patriarcado