“O feminismo triumpha!”: Mulher e a imprensa patriarcal em Fortaleza na década de 1920

Autores

  • Kella Rivetria Lucena Xavier UFES

Resumo

O artigo pretende analisar como os ideários de modernização no Brasil, durante
a Primeira República (1889-1930), caracterizavam a educação como uma arma de mudança social, que estabeleceria as bases para a transformação da sociedade brasileira segundo o modelo europeu. Esse processo foi disseminado pela crescente imprensa escrita que exerceu o papel de apoio. E um dos públicos mais atingido por esses discursos foram as mulheres.
Logo, o aumento da instrução e o acesso às informações permitiram que as fortalezensesse tornassem alvo de debates que sobre suas atribuições nos campos políticos, econômicos e sociais. Incentivando-as à permanência dos papéis sociais constituídos dentro de uma cultura patriarcal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kella Rivetria Lucena Xavier, UFES

Possui graduação em Historia pela Universidade Estadual do Ceará (2002) e mestrado em História pela
Universidade Federal do Espírito Santo (2008).

Downloads

Publicado

11-12-2018

Como Citar

XAVIER, K. R. L. “O feminismo triumpha!”: Mulher e a imprensa patriarcal em Fortaleza na década de 1920. Revista Ágora, [S. l.], n. 22, p. 56–69, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/13608. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Feminismos e Patriarcado