Gênero e políticas públicas: uma análise do projeto ‘mulheres da paz’ de Terra Vermelha/ES

Autores

  • Ana Carla de Oliveira Pinheiro UENF
  • Lana Lage da Gama Lima UENF

Resumo

Este artigo analisa alguns aspectos do projeto “Mulheres da Paz”, uma ação de
segurança pública do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI) que teve o objetivo de capacitar mulheres para atuarem como mediadoras sociais em suas comunidades. O estudo realizado no projeto Mulheres da Paz da região de Terra Vermelha, no município de Vila Velha/ES, analisou de que forma as representações sociais de suas beneficiárias/operadoras influenciaram na condução da política, considerando, sobretudo, os desafios e dificuldades que uma política pública com recorte de gênero encontra para lidar com questões como a cidadania e emancipação femininas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Carla de Oliveira Pinheiro, UENF

Socióloga e doutoranda do Programa de Sociologia Política da Universidade Estadual do Norte Fluminense
(PPGSP/UENF), pesquisadora do Núcleo de Estudos e Exclusão da Violência (NEEV/UENF).

Lana Lage da Gama Lima, UENF

Professora Titular da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF); coordenadora do Núcleo de Estudos e
Exclusão da Violência (NEEV/UENF); pesquisadora associada ao INCT/InEAC.

Downloads

Publicado

11-12-2018

Como Citar

PINHEIRO, A. C. de O.; LIMA, L. L. da G. Gênero e políticas públicas: uma análise do projeto ‘mulheres da paz’ de Terra Vermelha/ES. Revista Ágora, [S. l.], n. 22, p. 218–230, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/13618. Acesso em: 16 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Feminismos e Patriarcado

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)