Os contos de fadas no cinema: uma perspectiva das construções de gênero, sua história e transformações

Autores

  • Renata Santos Maia Universidade Estadual de Montes Claros
  • Cláudia J. Maia Universidade Estadual de Montes Claros

Resumo

Este artigo tem como tema as rupturas e permanências nas construções de gênero,
sob a perspectiva do cinema de animação baseado nos contos de fadas. Para isso, traça uma trajetória histórica das animações cinematográficas no ocidente procurando evidenciar as modificações que se deram entre as práticas do patriarcado e o comportamento feminino e masculino no âmbito da história social e das relações de gênero na passagem do século XX para o XXI. Para o desenvolvimento do presente estudo foi utilizada como metodologia a revisão bibliográfica e a análise fílmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Santos Maia, Universidade Estadual de Montes Claros

Doutoranda em História Cultural pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestre em História Social
pela Universidade Estadual de Montes Claros. Graduada em História pela mesma instituição.

Cláudia J. Maia, Universidade Estadual de Montes Claros

Doutora em História pela Universidade de Brasília. Atualmente é professora do Departamento de História e do
Programa de Pós-graduação em História da Universidade Estadual de Montes Claros e líder do Grupo de Pesquisa
Gênero e Violência.

Downloads

Publicado

11-12-2018

Como Citar

MAIA, R. S.; MAIA, C. J. Os contos de fadas no cinema: uma perspectiva das construções de gênero, sua história e transformações. Revista Ágora, [S. l.], n. 22, p. 258–274, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/13621. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Feminismos e Patriarcado