Yahweh como um deus outsider: duas hipóteses explicativas para a introdução do culto de Yahweh em Israel

Autores

  • Osvaldo Luiz Ribeiro Faculdade Unida de Vitória

Resumo

O objetivo do presente artigo é apresentar duas hipóteses explicativas para o fato de o culto do deus outsider Yahweh ter sido introduzido em Israel. A moderna historiografia considera Israel um povo distinto de Judá, originalmente politeísta e, como atesta o elemento teóforo que constitui o seu nome, praticante do culto ao deus cananeu El. Por sua vez, Yahweh é um deus outsider, cujo culto se desenvolveu nos territórios de Edom e Midiã. Não tão cedo, mas não depois do século IX, o culto de Yahweh foi introduzido no território e na cultura israelita. Num primeiro momento, Yahweh é assimilado ao panteão de El, mas, com o passar do tempo, El e Yahweh acabam sendo identificados. O artigo analisa duas hipóteses para a introdução do culto de Yahweh em Israel: ou o traditivo grupo do êxodo o introduziu ou isso se deve a relações diplomáticas entre Israel e Edom.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-08-2016

Como Citar

RIBEIRO, O. L. Yahweh como um deus outsider: duas hipóteses explicativas para a introdução do culto de Yahweh em Israel. Revista Ágora, [S. l.], n. 23, p. 13–29, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/14056. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Estabelecidos e outsiders no Ocidente tardo antigo e medieval