A HONRA FAMILIAR EM MALLET-PR (1920-1930).

Autores

  • Júlio César Franco Universidade Estadual do Centro-Oeste/ Mestrando em História.
  • Lucas Kosinski Universidade Estadual do Centro-Oeste/ Mestrando em História.
  • Hélio Sochodolak Universidade Estadual do Centro-Oeste/ Professor.

Resumo

Este artigo apresenta um diagrama da honra familiar, a partir de documentos produzidos pelo Poder Judiciário malletense em um período de elevado crescimento de registros criminais. O diagrama mapeia os crimes e consequentemente os dispositivos acionados pelo poder judiciário, responsável por mediar esses conflitos e que eram capazes de restaurar a honra conspurcada. Tomamos como aporte teórico os conceitos de diagrama e dispositivo cunhados por Michel Foucault e seus comentadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlio César Franco, Universidade Estadual do Centro-Oeste/ Mestrando em História.

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual do Centro-Oeste, campus Irati (PPGH/UNICENTRO), pesquisador no Núcleo de Pesquisas em História da Violência. (NUHVI).

Lucas Kosinski, Universidade Estadual do Centro-Oeste/ Mestrando em História.

Mestrando no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual do Centro-Oeste, campus Irati (PPGH/UNICENTRO), pesquisador no Núcleo de Pesquisas em História da Violência. (NUHVI).

Hélio Sochodolak, Universidade Estadual do Centro-Oeste/ Professor.

Professor doutor vinculado ao Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Estadual do Centro-Oeste, campus Irati (PPGH/UNICENTRO), coordenador do Núcleo de Pesquisas em História da Violência (NUHVI).

Downloads

Publicado

16-12-2018

Como Citar

FRANCO, J. C.; KOSINSKI, L.; SOCHODOLAK, H. A HONRA FAMILIAR EM MALLET-PR (1920-1930). Revista Ágora, [S. l.], n. 27, p. 188–207, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/18853. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos