ensino de história e ditadura civil-militar. uma reFlexão à luz do livro-slide educação moral e cívica: vultos da pária. oração aos moços

Autores

  • Maria Alayde de Alcântara Salim Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Ueber José de Oliveira

Resumo

Norteados pelas elaborações de Marc Bloch (2001) quanto ao fato de que as fontes documentais não falam por si e que é imprescindível ao historiador saber interrogá-las, o presente artigo tem por objetivo a análise de um vestígio, uma marca do ensino de história encontrado no presente, mais precisamente um material paradidático escolar produzido e distribuído pelo Ministério da Educação e Cultura no ano de 1972. A partir de tal documento, analisaremos alguns aspectos que marcaram esse ensino no período denominado de Ditadura Civil-Militar (1964-1985). O material intitulado Livro-Slide-Educação Moral e Cívica apresenta, em uma ordem cronológica, a biografia e realizações de personalidades consideradas de destaque na história nacional e em anexo ao texto, um conjunto de slides retratando tais personalidades. A conclusão é a de que, apesar da renovação em relação às concepções e às práticas do ensino de história que buscaram superar o modelo de ensino baseado na exposição cronológica e linear dos fatos políticos, observamos algumas permanências e mesmo retrocessos na realidade vivenciada na prática desse ensino na educação básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-09-2019

Como Citar

SALIM, M. A. de A.; OLIVEIRA, U. J. de. ensino de história e ditadura civil-militar. uma reFlexão à luz do livro-slide educação moral e cívica: vultos da pária. oração aos moços. Revista Ágora, [S. l.], n. 29, p. 62–82, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/27507. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê