Os Ludi Saeculares de Domiciano a partir dos testemunhos monetários (88 EC)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/e-2022330109

Palavras-chave:

Moedas romanas, Ludi Saeculares, Domiciano

Resumo

Analisamos no presente artigo como a imagem pública de Domiciano, último Imperador da dinastia flaviana (69-96), foi construída a partir dos Ludi Saeculares ocorridos em 88, tomando como documentação as moedas cunhadas em Roma sobre o evento. Para tanto, recorremos aos conceitos de representações e de práticas de Roger Chartier (2002) e de propaganda aplicada aos Estudos Clássicos, noção que foi amplamente discutida por Paulo Martins (2011) e por Ana Teresa Marques Gonçalves (2013). O método adotado foi o da Análise de Conteúdo, de Laurence Bardin (2011). Concluímos que o Imperador, para além das reverências divinas, foi representado como um governante com uma política baseada na liberalitas e na proximidade com período augustano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Irlan Cotrim, Univesidade Federal do Espírito Santo

Doutorando em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre e Licenciado em História pela Ufes. Membro do grupo de pesquisa Fronteiras Interdisciplinares em Estudos da Antiguidade e suas Representações (Limes/Ufes). Bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes).

Referências

Documentação escrita

CASSIUS DIO. Roman History. Cambridge: Harvard University Press, 1914.

CÍCERO. Da Invenção. In: ILUNGA, K. O Da Invenção, de Marco Túlio Cícero: tradução e estudo. 166f. 2009. Dissertação (Mestrado em Letras Clássicas). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2009.

CICERO. De Natura Deorum. Leipzig: Teubner, 1917.

CICERO. The Letters of Cicero. Translated by Evelyn Shuckburgh. London: George Bell and Sons, 1909.

DIONISO DE HALICARNASO. Historia Antigua de Roma. Madrid: Gredos, 1984.

HESÍODO. Teogonia. Estudo e tradução de Jaa Torrano. São Paulo: Iluminuras, 1995.

OVIDIO. Fastos. Traducción por Bartolomé Segura Ramos. Madrid: Gredos, 1988.

PLÍNIO. Panegírico a Trajano. In: GIRON, L. L. Panegírico a Trajano: tradução e estudo introdutório. 161 f. 2017. Dissertação (Mestrado em Letras Clássicas). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2017.

SUETÔNIO. A vida dos doze Césares: a vida pública e privada dos maiores Imperadores de Roma. São Paulo: Ediouro, 2003.

TÁCITO. Historiarum Libri. In: SILVA, F. de S. Historiarum Libri: estudo e tradução. 632 f. 2015. Tese (Doutorado em Letras Clássicas). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2015.

TACITUS. The Annals. Translated by Alfred John Church, William Jackson Brodribb, Sara Bryant. New York: Random House, 1942.

ZÓSIMO. Nueva Historia. Introducción, traducción y notas de José Candau Morón. Madrid: Gredos, 1992.

Documentação monetária

ONLINE COINS OF THE ROMAN EMPIRE. Disponível em: <http://numismatics.org/ocre/>. Acesso em:Mai. 2022.

Obras de apoio

AUGOUSTAKIS, A. Motherhood and the Other: Fashioning Female Power in Flavian Epic. Oxford: Oxford University Press, 2010. DOI: https://doi.org/10.1093/acprof:oso/9780199584413.001.0001

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BURKE, P. Testemunha Ocular. São Paulo: EDUSC, 2004.

CHARTIER, R. A história cultural. Lisboa: Difel, 2002.

CHARTIER, R. O mundo como representação. Estudos Avançados, São Paulo, v. 5, n. 11, p. 173-191, 1991. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-40141991000100010

DARWALL-SMITH, R. H. Emperors and architecture: a study on Flavian Rome. Bruxelles: Latomus, 1996.

DIAS, M. Q. Imperador ou tirano: Comunicação e formas sociopolíticas sob(re) o Principado de Domiciano (81-96). 2019. 274f. Tese (Doutorado em História). Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal de Ouro Preto. Ouro Preto, 2019.

ELIAS, N. A sociedade de corte. Tradução de Pedro Sussekind. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

FAVERSANI, F.; JOLY, F. D. Sobrevivendo ao Principado: um estudo sobre a ‘Vida de Agrícola’, de Tácito. In: SILVA, G. V. da; LEITE, L. R. (Org). As múltiplas faces do discurso em Roma. Textos, inscrições, imagens. Vitória: Edufes, 2013, p. 69-82.

GONÇALVES, A. T. M. A noção de propaganda e sua aplicação nos estudos clássicos. O caso dos Imperadores romanos Septímio Severo e Caracala. Jundiaí: Paco Editorial, 2013.

GONÇALVES, A. T. M.; FRANCHI, A. P. A construção dos panegíricos latinos e a idealização dos soberanos. In: SILVA, G. V.; LEITE, L. R. (Org.). As múltiplas faces do discurso em Roma. Textos, inscrições, imagens. Vitória: Edufes, 2013, p. 135-152.

LE GOFF, J. História e Memória. Campinas: Unicamp, 1990.

LIMA NETO, B. M. Bandidos e elites citadinas na África romana: um estudo sobre a formação de estigmas com base nas Metamorfoses de Apuleio de Madaura (século II). Vitória: Edufes, 2014.

MARTINS, P. Imagem e poder. Considerações sobre a representação de Otávio Augusto. São Paulo: Edusp, 2011.

MATTINGLY, H.; SYDENHAM, E. A. The Roman Imperial coinage: Vespasian to Hadrian. Volume II. London: Spink and Sons, 1926.

METCALF, W. Whose Liberalitas? Propaganda and audience in the early Roman Empire. Rivista italiana di numismatica e scienze affini, Milano, v. 2, n. 95, p. 337-346, 1993.

ROGERS, P. Domitian and the finances of state. Historia, Berlin, v. 1 n. 33, p. 60-78, 1984.

ROSE, H. J.; NORTH, J. Victimarius. In: HAMMOND, N.; SCULLARD, H. H. (eds). Oxford Classical Dictionary, 2015. Disponível em: <https://oxfordre.com/classics/classics/view/10.1093/acrefore/9780199381135.001.0001/acrefore-9780199381135-e-6798>. Acesso em: Fev. 2022. DOI: https://doi.org/10.1093/acrefore/9780199381135.013.6798

SILVA, C. F. P. da. A construção da imagem de Otávio, Cleópatra e Marco Antônio entre moedas e poemas (44 a 27 a. C.). 2014. 189f. Dissertação (Mestrado em História) Centro de Ciências Humanas e Naturais, Universidade Federal do Espírito Santo. Vitória, 2014.

SILVA, G. V. da. A escalada dos Imperadores proscritos: Estado, conflito e usurpação na Antiguidade Tardia (285-395). Vitória: GM Editora, 2018.

SOBOCINSKI, M. Visualizing Ceremony: The Design and Audience of the Ludi Saeculares Coinage of Domitian. American Journal of Archaeology, Boston, The University of Chicago Press, v. 110, n. 4, p. 581-602, 2006. DOI: https://doi.org/10.3764/aja.110.4.581

SOURVINOU-INWOOD, C. Aegis. In: HAMMOND, N.; SCULLARD, H. H. (eds). Oxford Classical Dictionary, 2016. Disponível em: <https://oxfordre.com/classics/view/10.1093/acrefore/9780199381135.001.0001/acrefore-9780199381135-e-89#:~:text=Aegis%2C%20divine%20attribute%2C%20represented%20as,the%20gorgoneion%20(see%20gorgo).&text=308%E2%80%9310)%20that%20the%20aegis,229%E2%80%9330)>. Acesso em: Fev. 2022.

STEVENSON, S. W. Dictionary of Roman Coins. London: G. Bell and Sons, 1889.

SYME, R. The imperial finances under Domitian, Nerva and Trajan. JRS, Society for the Promotion of Roman Studies, London, v. 20, n. 1, p. 55-70, 1930. DOI: https://doi.org/10.2307/297385

VENTURINI, R. L. B.; COSTA, A. A. da. A imagem do príncipe ideal: as virtudes do imperador romano na concepção pliniana. Diálogos, Maringá, n. 3, v. 16, p. 971-995, 2012. DOI: https://doi.org/10.4025/dialogos.v16i3.649

Downloads

Publicado

25-08-2022

Como Citar

COTRIM, I. Os Ludi Saeculares de Domiciano a partir dos testemunhos monetários (88 EC). Revista Ágora, [S. l.], v. 33, n. 1, p. e–2022330109, 2022. DOI: 10.47456/e-2022330109. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/38328. Acesso em: 2 dez. 2022.