“UM PASSADO QUE NÃO MORRE”: TRAÇOS BIOGRÁFICOS DE EDWIGES DE SÁ PEREIRA

Autores

  • Walter Valdevino do Amaral

Resumo

A biografia da escritora pernambucana Edwiges de Sá Pereira nos revela a história de uma mulher, que no início do século XX, conquistou o seu espaço na sociedade através de uma intensa atuação no campo da escrita, educação e feminismo. Através da sua escrita, saiu do anonimato do pequeno município de Barreiros, interior pernambucano, para o reconhecimento nacional. Em 1920, entrou para o quadro de membros efetivos da Academia Pernambucana de Letras, tornando-se assim, a primeira imortal do país. As suas obras literárias foram escritas em versos e em prosas. Nos seus versos, ela demonstrava ter uma incrível sensibilidade de expressar o sentimento humano, nos quais falou sobre o outrem, mas muitas vezes referia-se a si mesma; já nas suas prosas, revelava os seus ideais enquanto educadora e feminista, o seu empenho na luta pela inclusão do sexo feminino nas esferas cultural, social e política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

AMARAL, W. V. do. “UM PASSADO QUE NÃO MORRE”: TRAÇOS BIOGRÁFICOS DE EDWIGES DE SÁ PEREIRA. Revista Ágora, [S. l.], n. 13, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/5044. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê