A formação da sociedade civil no Brasil: o dilema entre sentimento e racionalidade

Autores

  • Wallace Faustino da Rocha Rodrigues

Resumo

O funcionamento das instituições democráticas, de bases fundamentalmente racionais, no Brasil sugere questionamentos quanto à efetividade da democracia. Assim sendo, por meio de pesquisa bibliográfica, tenta-se dialogar com tal questionamento ressaltando sempre as particularidades da formação da sociedade brasileira e a possibilidade, ou não, deste fato coincidir com os pré-requisitos racionais da operacionalidade da democracia em si. A trajetória percorrida recorre, primeiramente, à atenção de Sérgio Buarque de Holanda quanto à formação do povo brasileiro, essencialmente sentimental e não racional. Prossegue-se com as formulações de Weber quanto à racionalidade na modernidade e a sua inevitabilidade nas instituições democráticas. Por fim, apresenta-se base para um questionamento quanto à compatibilidade, ou não, das duas perspectivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

RODRIGUES, W. F. da R. A formação da sociedade civil no Brasil: o dilema entre sentimento e racionalidade. Revista Ágora, [S. l.], n. 18, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/7099. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos