A complexa relação identitária dos ítalo-brasileiros: estudo da trajetória de um capixaba em Trento

Autores

  • Luís Fernando Beneduzi

Resumo

O presente artigo tem como tema central a migração de brasileiros, descendentes de italianos, à Itália. Discute-se como, no caso destes migrantes brasileiros, as dinâmicas identitárias envolvem um processo de autoidentificação com determinados grupos (nacionais, étnicos, sociais) e com certas práticas culturais. O descendente, criado em um espaço cultural de imigração, no contexto brasileiro, cresce como italiano. Na viagem para a Itália, descobre que o seu “ser italiano” é diferente daquele encontrado na terra de onde partiram os seus antepassados. Considerando interligação entre a realidade presente e a memória sobre o passado vivido, pretende-se analisar a trajetória de um descendente de trentinos, residente na cidade de Trento (Itália).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

BENEDUZI, L. F. A complexa relação identitária dos ítalo-brasileiros: estudo da trajetória de um capixaba em Trento. Revista Ágora, [S. l.], n. 19, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/8310. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Imigração, memória e identidade