ANALYTIC HIERARCHY PROCESS NO AUXÍLIO A DECISÃO: UM ESTUDO SOBRE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO

Autores

  • Gigliara Segatini de Menezes
  • Alessandro Roberto Rocha
  • Julien Chiquieri
  • Rodrigo Randow de Freitas
  • Wellington Gonçalves

DOI:

https://doi.org/10.0001/%25x

Resumo

A busca pelo bem-estar dos colaboradores é de essencial importância para o aumento da produtividade e motivação nas organizações. Por esse motivo, programas Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) contribuem para incluir humanização em atividades laborais e, assim, valorizar os colaboradores. Dentro desse contexto, este trabalho utilizou o Analytic Hierarchy Process (AHP) para priorizar alternativas que suportam tomadas de decisão voltadas a melhoria da QVT. Para tanto, a operacionalização da abordagem metodológica utilizou como unidade de pesquisa a opinião de Técnico-Administrativos em Educação (TAE’s) de uma instituição de ensino da rede pública federal. As investigações ainda contaram com um levantamento teórico/prático, o qual teve por base a literatura e o julgamento de colaboradores para apoiar o emprego do AHP. Portanto, observou-se como resultado que a melhor alternativa foi a criação de um espaço de convivência e alimentação (68,8%), sendo que os critérios que apresentaram maior impacto para a QVT foram os relacionados à compensação justa e à condição de trabalho (ambos totalizaram 91%). Os resultados deste estudo foram uma forma de sugestão para tomadas de decisões futuras da gestão administrativa do instituto estudado, levando em consideração as insatisfações dos servidores. Assim, a melhoria da qualidade de vida no trabalho refletirá como consequência na qualidade dos serviços ofertados pelo instituto à sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALFENAS, R.; RUIZ, M. V. Um panorama sobre qualidade de vida no trabalho na administração pública brasileira no período de 2007 a 2013. Organizações em Contexto, São Paulo, v. 11, n. 22, p. 143-167, 2015.
ALMEIDA, F. M. R. S.; LIMA, L. A. A ergonomia da atividade aplicada à qualidade de vida no trabalho: aprimorando o método no campo industrial. Revista Extensão, Docência e Iniciação Científica (EEDIC), v. 4, n. 1, p. 100-112, 2019.
AVANCI, L. T. A. Qualidade de vida no trabalho: um estudo com os servidores do Instituto Federal do Espírito Santo. 2018. 131 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Pública). Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública do Centro de Ciências Jurídicas e Econômicas, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, Brasil.
AYRES, R. M.; NASCIMENTO, J. C. H. B.; MACEDO, M. A. S. Satisfação do Profissional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro quanto à Qualidade de Vida no Trabalho - QVT (2014-2015): Uma Análise por PLS-SEM com base no Modelo Dimensional de Walton. Pensar Contábil, v. 18, n. 67, p. 5-14, 2017.
AWASTHI, A.; GOVINDAN, K.; GOLD, S. Multi-tier sustainable global supplier selection using a fuzzy AHP-VIKOR based approach. International Journal of Production Economics, v. 195, n. 20, p. 106-117, 2018.
BEVILACQUA, A. M.; SILVA, M. R. O corpo produtivo em destaque: preâmbulos sobre educação, trabalho, identidade e mal-estar docente. Revista Linhas, v. 20, n. 43, p. 290-316, 2019.
BERGERON, J. L. La" qualité de la vie au travail": de quoi parle-t-on exactement. Revue Commerce, v. 54, n. 1, p. 55-56, 1982.
BERTON, D. L. Jornada de trabalho: função social. Revista Jus Navigandi. 2012. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/23305/o-tempo-de-trabalho-e-a-sua-funcao-social. Acesso em: novembro 2018.
BORGES, E. A. Qualidade de vida no trabalho e intenção de rotatividade: estudo com servidores de uma instituição pública de ensino superior. 2018. Dissertação (Mestrado em Administração). Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade de Brasília, Brasília, DF.
BRASIL. Decreto n. 1.590, de 10 de agosto de 1995. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 10 ago. 1995. Seção 1, p. 12114. 1995. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d1590.htm>. Acesso em: 10 nov. 2018.
BRASIL. Decreto 4.836/03, de 09 de Setembro de 2003. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 09 de set de 2003. Seção 1, p. 1. 2003. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/CCivil_03/decreto/2003/D4836.htm>. Acesso em: 22 out. 2018.
BRASIL. Ministério do Trabalho e Emprego. NR 24 - Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho. 1993. Disponível em: <http://trabalho.gov.br/images/Documentos/SST/NR/NR24.pdf>. Acesso em: 22 out. 2018.
BHANDARI, D.; SINGH, R. K.; GARG, S. K. Prioritisation and evaluation of barriers intensity for implementation of cleaner technologies: Framework for sustainable production. Resources, Conservation and Recycling, v. 146, p. 156-167, 2019.
CARLOTTO, P. A. C.; CRUZ, R. M.; GUILLAND, R. Riscos Psicossociais Relacionados ao Trabalho: perspectivas teóricas e conceituais. Revista Interamericana de Psicología Ocupacional, v. 37, n. 1, p. 52, 2018.
CARVALHO, J. P. F. Avaliação da qualidade de vida no trabalho (QVT): o caso dos servidores da Reitoria de um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. 2019. Dissertação (Mestre na área de Ciências da Educação/Administração). Programa de Pós-Graduação em Educação/Administração, Instituto Politécnico de Santarém, Pará, Brasil.
COSTA, M. T. P.; MOREIRA, E. A. Gestão e mapeamento de processos nas instituições públicas: um estudo de caso em uma Universidade Federal. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, v. 11, n. 1, p. 162-183, 2017.
COSTA, R. F. W.; RODRIGUES, M. A.; ROSA, T. D. C.; SILVA, L. L.; GARCIA, H. G.; DINIS, L. I. C.; FRONTEIRA, I. A influência da rotação no trabalho na satisfação profissional dos enfermeiros num serviço de cirurgia. Revista de Enfermagem Referência, v. 4, n. 5, p. 17-26, 2015.
DYNIEWICZ, A. M.; MOSER, A. D.; SANTOS, A. F.; PIZONI, H. Avaliação da qualidade de vida de trabalhadores em empresa metalúrgica: um subsídio à prevenção de agravos à saúde. Fisioterapia em Movimento, v. 22, n. 3, p 33-45, 2017.
ESPÍNDOLA, J. S. O. Jornada de trabalho de 30 horas dos servidores técnico-administrativos em educação da Universidade Federal de Santa Catarina. 2017. Dissertação (Mestrado em Administração) Programa de Pós-Graduação em Administração. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brasil.
FERNANDES, G. M. A. Fios que tecem o bem e o mal-estar laborais: o papel dos gestores na promoção da qualidade de vida no trabalho. 2016. Dissertação (Mestrado em gestão institucional) Programa de Pós-Graduação em Gestão Institucional. Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, Brasil.
FERNANDES, L. C.; FERREIRA, M. C. Qualidade de vida no trabalho e risco de adoecimento: estudo no poder judiciário brasileiro. Psicologia USP, v. 26, n. 2, p. 296-306, 2015.
FERNANDES, K. L.; SILVA, N. G.; OENING, A. P. Utilização do método ahp na análise de multicritérios para determinar um fornecedor de matéria prima. Anais do EVINCI-UniBrasil, v. 3, n. 1, p. 232-232, 2018.
GARRETT, P. C.; MONTEIRO, M. R. M. O analista socioambiental na estruturação de cargos e salários em uma empresa de telecomunicações de porte grande. Revista de Gestão e Práxis, v. 1, n. 2, p.11-20, 2016.
GÓES, M. B. B. Qualidade de vida no trabalho e comprometimento organizacional no serviço público: Um estudo com os servidores técnico-administrativos do centro acadêmico do agreste da UFPE. 2016. Dissertação (Mestrado em Gestão Pública). Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Brasil.
GOMES, C. M.; FAUSTINO, É. A. M.; FENATO, S. H.; DINIZ, M. S. K. Qualidade de vida no trabalho pela perspectiva dos trabalhadores do setor de desenvolvimento analítico/estabilidade em uma indústria farmacêutica em Anápolis–Goiás. Anais dos Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu UniEVANGÉLICA, v. 2, n. 2, p. 99-123, 2018.
GUEST, R. H. Quality of Work Life—Learning from Tarrytown. Harvard Business Review, p. 76-87, 1979.
HACKMAN, J. R.; OLDHAM, G. R. The Job Diagnostic Survey: An instrument for the diagnosis of jobs and the evaluation of job redesign projects. Washington: Institution Spons Agency, 1974.
IFES – Instituto Federal do Espírito Santo. Relatório de Gestão Exercício de 2017. 2018. Disponível em: <https://prodi.ifes.edu.br/component/content/article/2-uncategorised/16276>. Acesso em: 18 nov. 2018.
ISHIZAKA, A.; LABIB, A. Review of the main developments in the analytic hierarchy process. Expert Systems with Applications, v. 38, n. 11, p. 14336- 14345, 2011.
KLEIN, L. L.; PEREIRA, B. A. D.; LEMOS, R. B. Qualidade de vida no trabalho: parâmetros e avaliação no serviço público. RAM. Revista de Administração Mackenzie, v. 20, n. 3, p. 2-18, 2019.
KUROGI, M. S. Qualidade de vida no trabalho e suas diversas abordagens. Revista de Ciências Gerenciais, v. 12, n. 16, p. 63-76, 2015.
LELES, L. C.; AMARAL, G. A. Prazer e sofrimento no trabalho de servidores públicos: estudo de caso com técnico-administrativos em educação. Revista Laborativa, v. 7, n. 1, p. 53-73, 2018.
LIMA, A. A.; MEIRELLES, R.; RAMOS, F. S. Servidor público, seus conhecimentos e expectativas nas funções públicas desempenhadas e os desafios do departamento de recursos humanos no setor público. Revista FACTHUS de administração e gestão, v. 1, n. 3, 2018.
LIMA, A. V.; PORTO, A.; COLOMBELLI, G. L. Estresse ocupacional na gestão pública: um estudo bibliográfico. Revista da Mostra de Iniciação Científica, v. 1, n. 1, 2018.
LOUREIRO, T.; MENDES, G. H. S.; SILVA, E. P. Estigma, invisibilidade e intensificação do trabalho: estratégias de enfrentamento do sofrimento pelos assistentes em administração. Trabalho, Educação e Saúde, v. 30, p. 11, 2018.
MARDANI, A.; JUSOH, A., NOR, M. D. K., KHALIFAH, Z., ZAKWAN, N., e VALIPOUR, A. Multiple criteria decision-making techniques and their applications–a review of the literature from 2000 to 2014. Economic Research-Ekonomska Istraživanja, v. 28, n. 1, p. 516-571, 2015.
MATIAS, B.; PENA, É.; MOURA, M. C. C. Qualidade de vida no trabalho: um estudo de caso sobre Instituições Públicas Federais de Ensino Superior. Exacta, v. 17, n. 1, p. 81-93, 2019.
MELLO, J. A. V. B.; JESUS, R. H. G.; MELLO, A. J. R. As dimensões da qualidade de vida no trabalho expressas nas diretrizes organizacionais: um estudo sob a perspectiva de Walton. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, v. 7, n. 1, 2015.
NETO, M. L. S. R.; LIMA FILHO, R. N. Percepção dos Servidores Públicos Federais Sobre o Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização–GESPÚBLICA. Id on Line Revista de Psicologia, v. 12, n. 40, p. 172-185, 2018.
NOGUEIRA, M.V.; MOURA-LEITE, R.; LOPES, J. C. J. A qualidade de vida no trabalho sob o enfoque do plano de gestão de logística sustentável: uma análise das universidades federais brasileiras. Revista de Tecnologia Aplicada, v. 8, n. 1, p. 39-44, 2019.
OLIVEIRA, G. S.; SOUSA, H. M. Qualidade de vida no trabalho: fatores que influenciam a produtividade nas organizações. Revista Campo do Saber, v. 4, n. 2, p. 10-26, 2019.
OSAKI, M. M.; PUSTGLIONE, M. Proposta de metodologia para ações de qualidade de vida no trabalho em serviços de saúde. Revista de Administração em Saúde, v. 19, n. 74, p. 13-25, 2019.
PAULA, A. V. Qualidade de vida no trabalho de professores de instituições federais de ensino superior: um estudo em duas universidades brasileiras. 2015 (Tese de Doutorado). Pós-graduação em Administração. Universidade Federal de Lavras. Lavras, Brasil.
PIMENTA, L. B.; BELTRÃO, N. E. S.; GEMAQUE, A. M. D. S.; TAVARES, P. A. Processo Analítico Hierárquico (AHP) em ambiente SIG: temáticas e aplicações voltadas à tomada de decisão utilizando critérios espaciais. Interações (Campo Grande), v. 20, n. 2, p. 407-420, 2019.
PONCE, T. B. O papel dos agentes de Recursos Humanos na intermediação entre os servidores e a unidade do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (Siass). 2014. 96 f. 2014. Dissertação (Mestrado em Trabalho, Saúde e Ambiente)–Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho, São Paulo, Brasil.
RIBEIRO, L. A.; SANTANA, L. C. Qualidade de vida no trabalho: fator decisivo para o sucesso organizacional. Revista Iniciação Científica, v. 2, n. 2, p. 75-96, 2015.
RODRIGUES, C. M. L.; FAIAD, C. Pesquisa sobre riscos psicossociais no trabalho: estudo bibliométrico da produção nacional de 2008 a 2017. Revista Psicologia Organizações e Trabalho, v. 19, n. 1, p. 571-579, 2019.
SAATY, T. L. A scaling method for priorities in hierarchical structures. Journal of mathematical psychology, v. 15, n. 3, p. 234-281, 1977.
SANTOS, L. C. R.; ANDRADE, E. L.; WOEHL, S. A correlação das teorias de Maslow e Walton aplicada na análise de qualidade de vida no trabalho de profissionais de uma empresa do comércio calçadista. Brazilian Journal of Development, v. 1, n. 1, p. 24-42, 2017.
SEGÓBIA, A. C.; SILVA, M. A. A qualidade de vida no trabalho dos colaboradores de instituições financeiras. Revista facthus de administração e gestão, v. 1, n. 3, p. 82, 2018.
SILVA, C. A. B. Saúde e qualidade de vida no trabalho dos locutores e radialistas de um Sistema de comunicação de Radio e TV Educativa. UNISANTA Business and Management, v. 1, n. 1, p. 74-94, 2019.
SILVA, T. G.; TANNHAUSER, C. L.; BIEGELMEYER, U. H.; POZZO, D. N.; GILIOLI, R. M., CAMARGO, M. E.; ZANANDREA, G. Qualidade de vida no trabalho: uma análise empírica sob o modelo de Walton. Revista Inteligência Competitiva, v. 6, n. 4, p. 20-54, 2016.
SILVA, A.; NASCIMENTO, J.; MENEGUELLI, L.; SOUZA, S.; SOUZA, T.; OLIVEIRA, V. M. Qualidade de vida no trabalho: o papel do gestor de pessoas. ANALECTA-Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, v. 4, n. 4, p.59-63, 2019.
SILVA, D. S.; OLIVEIRA, J. Percepção da burocracia existente em um serviço público com foco na melhoria de processos. Brazilian Journal of Development, v. 4, n. 2, p. 396-409, 2018.
SILVA, C. F. Influência da existência de refeitório no ambiente de trabalho sobre os acidentes de trajeto. 2015. Dissertação (Mestrado em engenharia de Produção). Programa de Pós-Graduação em engenharia de produção. Faculdade de Engenharia de Bauru da Universidade Estadual Paulista. Bauru, São Paulo, Brasil.
SIQUEIRA, M. M. M.; COLETA, J. A. D. Metodologia para investigação da qualidade de vida no trabalho. Arquivos Brasileiros de Psicologia, v. 41, n. 3, p. 51-66, 1989.
SOUSA, J. V.; JERÔNIMO, T. B.; MELO, F. J. C.,; AQUINO, J. T. Uso do AHP para identificação de perdas da qualidade em empresas de manufatura: um estudo de caso. Exacta, v. 15, n. 1, p. 89-100, 2017.
VASCONCELOS, A. F. Qualidade de vida no trabalho: origem, evolução e perspectivas. Caderno de pesquisas em Administração, v. 8, n. 1, p. 23-35, 2001.
ZATTA, F. N.; MATTOS, A. L.; OLIVEIRA, R. R.; FREITAS, R. R.; GONÇALVES, W. Aplicação do Analytic Hierarchy Process na escolha de planos de saúde. Research, Society and Development, v. 8, n. 1, p. 1-25, 2019.
WALTON, R. E. Quality of working life: what is it. Sloan management review, v. 15, n. 1, p. 11-21, 1973.
WESTLEY, W. A. Problems and solutions in the quality of working life. Human relations, v. 32, n. 2, p. 113-123, 1979.

Downloads

Publicado

2019-09-19

Como Citar

Menezes, G. S. de, Rocha, A. R., Chiquieri, J., Freitas, R. R. de, & Gonçalves, W. (2019). ANALYTIC HIERARCHY PROCESS NO AUXÍLIO A DECISÃO: UM ESTUDO SOBRE QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 5(4), 148–165. https://doi.org/10.0001/%x

Edição

Seção

ENGENHARIA DO TRABALHO - ENGINEERING LABOUR