APLICAÇÃO DO ROADMAP DMAIC NO GERENCIAMENTO DE ABASTECIMENTO DE LINHA AUTOMOBILÍSTICA

APPLICATION OF ROADMAP DMAIC IN AUTOMOTIVE LINE SUPPLY MANAGEMENT

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/bjpe.v6i7.30399

Palavras-chave:

Sistema Kanban, DMAIC, Indústria Automobilística

Resumo

Para que as ordens de produção sejam finalizadas, é necessário que haja transferência de itens de forma correta entre o armazém e a linha de montagem. Nesse contexto, problemas de ordens de produção pendentes de faturamento devido às divergências de saldo é um fator impactante no aumento do lead time do produto. Desta forma, o objetivo geral deste trabalho foi melhorar a acuracidade da transferência de saldo no abastecimento da linha de produção de uma empresa do setor automobilístico. Para isso, a metodologia utilizada foi baseada na aplicação do roadmap DMAIC, desenvolvendo as etapas: define, measure, analyse, improve e control. Definiu-se que a área da administração de materiais que mais tem impacto nas ordens pendentes é o método de abastecimento por sequenciamento, desta forma, selecionou-se a célula de sequenciamento que mostrou maior variabilidade de processos. No período de medição, ocorreram 258 ordens pendentes, pela célula de maior impacto, representando aproximadamente R$ 17.000,00 em horas homens investidas em análises de divergências. Analisando as causas, para reduzir as situações de ordens pendentes, propôs-se realizar mudanças no fluxo do processo, implementar um quadro de gestão da informação e criar um método de sequenciamento dos cartões de identificação.  Após o controle da melhoria, conclui-se que as ocorrências de ordens pendentes reduziram. Porém, ainda é necessário ampliar a aplicação das melhorias em todo método de abastecimento sequenciado, procurando reduzir ainda mais as ocorrências.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Filipe Fernandes Caixeta, Universidade Federal de Goiás, UFG

Possui ensino-medio-segundo-graupelo Colegío Decisão-Olimpo(2013). Tem experiência na área de Engenharia de Produção.

Deivid Marques Nunes, Faculdade de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Catalão

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Faculdades Pitágoras (2008), mestrado em Engenharia Química pela Universidade Federal de Uberlândia (2011) e doutorado em Engenharia Química pelo Programa de Pós-graduação em Engenharia Química da Universidade Federal de Uberlândia (2017). Pesquisador mestre em pirólise rápida auto-térmica de resíduos sucroalcooleiros em uma Planta Piloto da Faculdade de Engenharia Química da Universidade Federal de Uberlândia e bolsista FAPEMIG (convênio 17.014/2011 e PCE-00032-12) de 10/2011 à 07/2012. Professor universitário no curso de Engenharia de Produção da Universidade Federal de Goiás/ Regional Catalão-GO.

Aline Gonçalves dos Santos, Universidade Federal de Catalão

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Goiás (2014), metrado (2016) e doutorado (2020) em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente, é professora do curso de Engenharia de Produção na Universidade Federal de Goiás - Regional Catalão.

Referências

Carpinetti, L. C. R., Miguel, P. A. C., & Gerolamo, M. C. (2012). Gestão da Qualidade: conceitos e técnicas. 2. ed. São Paulo: Atlas.

Correia, H. L, Gianesi, N. G, & Caon, M. (2007). Planejamento, programação e controle da produção MRPII & ERP, 5. Ed. São Paulo: Atlas.

Chakrabortty, R. K., Biswas, T. K., & Ahmed, I. (2013). Reducing Process Variability by using DMAIC Model: A Case Study in Bangladesh. International Journal for Quality Research, p.127–140.

Diehl, A. A. (2004). Pesquisa em ciências sociais aplicadas: métodos e técnicas. São Paulo: Prentice Hall.

Farsi, M., Bailly, A., Bodin, D., Penalla, V., Pinault, P-L., Nghia, E. T. T., Sibson, J., & Erkoyuncu, J. A. (2020). An Optimisation Framework for Improving Supply Chain Performance: Case study of a bespoke service provider. Procedia Manufacturing, v49, p. 185-192.

Fujimoto, T. (1999) The Evolution of a Manufacturing System at Toyota. New York, Oxford University Press.

Clark, K. B., & Fujimoto, T. (1991). Product Development Performance: Strategy, Organization, and Management in the World Auto Industry. Boston, Haverd Business School Press.

Harea, C. V., Marian, L., Moica, S., & Al-akel, K. (2018). Case study concerning 5S method impact in an automotive company. 11th International Conference Interdisciplinarity in Engineering, INTER-ENG, Tirgu-Mures, Romania.

Hyde, W.F. (1981). Improving productivity by classification, coding and data base standardization: the key to maximizing CAD/CAM and Group Technology. New York: M. Dekker.

Ikumapayi, O. M., Akinlabi, E.T., Mwema, F. M., & Ogbonna, O.S. (2020). Six sigma versus lean manufacturing – An overview. Materials Today: Proceedings. 26, p. 3275-3281.

Kiran, D. R. (2019). Production Planning and Control: A Comprehensive Approach, Elsevier e Book Aid International. p. 369-379.

Krishnan, B. R., & Prasath, K. K. (2013). Six sigma concept and DMAIC implementation. International Journal of Business. 3, p. 111–114.

Lage Junior, M., & Godinho Filho, M. (2010). Variations of the kanban system: Literature review and classification. Int. J. Production Economics, 125, p. 13-21.

Mast, J., & Lokkerbol, J. (2012). An analysis of the Six Sigma DMAIC method from the perspective of problem solving. International Journal of Production Economics, 139, p. 604-614.

Moura, R. A. (1989). Kanban; a simplicidade do controle de produção. São Paulo: IMAM.

Muneer, T., Kolhe, M., & Doyle, A. (2017). Electric Vehicles: Prospects and Challenges, Elsevier, 2017.

Peruchi, R. S. (2014). MDMAIC: um roadmap Seis Sigma multivariado. Tese de Doutorado. Universidade Federal de Itajubá, Itajubá.

Pimenta, L. J. (2002). A crise nas redes concessionárias de automóvel no Brasil. 157f. Dissertação de Mestrado, Universidade Salvador, Salvador, BA, Brasil, 2002.

Pyzdek, T., & Keller, P. A. (2010). Six Sigma Handbook: A Complete Guide for Green Belts, Black Belts, and Managers at All Levels. McGraw-Hill Companies, 3ed.

Rahman, N. A. A., Sharif, S. M., & Esa, M. M. (2013). Lean Manufacturing Case Study with Kanban System Implementation. Procedia Economics and Finance, 7, p. 174 – 180.

Rotondaro, R. G. (2013). Seis Sigma: estratégia gerencial para a melhoria de processos, produtos e serviços. 1. ed. São Paulo: Atlas.

Schönberger, R. J. (1982). Japanese manufacturing techniques - nine hideen lessons in simplicity. New York, The Free Press/MacMillan.

Sindha, N., Suthar, K. (2017). Review on Implementation of Six Sigma DMAIC Methodology in Manufacturing Industries. International Journal of Science Technology & Engineering, 3, p. 168-171, 2017.

Slack, N., Chambers, S., & Johnston, R. (2009). Administração da produção. 3. ed. São Paulo: Atlas.

Sokovic, M., Pavletic, D., & Pipan, K. K. (2010). Quality Improvement Methodologies - PDCA Cycle, Radar Matrix, DMAIC and DFSS. Journal of Achivements in Materials and Manufacturing Engineering, 43(1), 476-483.

Tohidi, H., & Khedriliraviasl, K. (2012). Six Sigma Methodology and its Relationship with Lean Manufacturing System. Advances in Environmental Biology, p. 895-906.

Werkema, C. (2011). Lean Seis Sigma: Introdução às ferramentas do lean manufacturing. 2. ed. Rio de Janeiro: Elsevier.

Womack, J. P., Jones, D. T., & Roos, D. (1991). The Machine that Change the World. Macmillan, New York, 1991.

Publicado

2020-12-01

Como Citar

Caixeta, F. F. ., Nunes, D. M., & Santos, A. G. dos. (2020). APLICAÇÃO DO ROADMAP DMAIC NO GERENCIAMENTO DE ABASTECIMENTO DE LINHA AUTOMOBILÍSTICA: APPLICATION OF ROADMAP DMAIC IN AUTOMOTIVE LINE SUPPLY MANAGEMENT. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 6(7), 90–109. https://doi.org/10.47456/bjpe.v6i7.30399

Edição

Seção

ENGENHARIA DA QUALIDADE - QUALITY ENGINEERING