DESENVOLVIMENTO DE PRÁTICAS AQUÍCOLAS EM COMUNIDADE PESQUEIRA E DE CATADORES DE CARANGUEIJO NO SUDESTE DO BRASIL

Autores

  • Rodrigo Matos de Souza Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciencias Humanas e Naturais, Base Oceanográfica. Rod. ES 010, Coqueiral, 29199-970 - Aracruz, ES - Brasil.
  • Mayara da Costa Assis Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Centro Universitário Norte do Espírito Santo (CEUNES), Departamento de Engenharias e Tecnologia (DETEC), Núcleo de Pesquisa em Gestão de Sistemas de Produção (NPGSP). Rodovia BR 101 Norte, Km 60, Bairro Litorâneo, CEP, São Mateus, Espírito Santo, Brazil. Fone/Fax: 55 27 3312-1710.
  • Rafael Boldi Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Centro Universitário Norte do Espírito Santo (CEUNES), Departamento de Engenharias e Tecnologia (DETEC), Núcleo de Pesquisa em Gestão de Sistemas de Produção (NPGSP). Rodovia BR 101 Norte, Km 60, Bairro Litorâneo, CEP, São Mateus, Espírito Santo, Brazil. Fone/Fax: 55 27 3312-1710.
  • Rodrigo Randow de Freitas Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Centro Universitário Norte do Espírito Santo (CEUNES), Departamento de Engenharias e Tecnologia (DETEC), Núcleo de Pesquisa em Gestão de Sistemas de Produção (NPGSP). Rodovia BR 101 Norte, Km 60, Bairro Litorâneo, CEP, São Mateus, Espírito Santo, Brazil. Fone/Fax: 55 27 3312-1710.

DOI:

https://doi.org/10.0001/EOP05

Resumo

A extração de recursos marinhos tem sido uma atividade rotineira das comunidades costeiras, praticada principalmente em nível de subsistência e como complementação de renda. A sobre-exploração incerta e predatória vem ocasionando violentas quedas na biomassa, provocando escassez dos recursos e quebra nos ciclos naturais, com os consequentes impactos ecológicos, econômicos e sociais (Fagundes et al. 2004). Assim uma alternativa para as populações de pescadores artesanais é a implantação da atividade da aquicultura como meio de gerar empregos e renda, elevar a produtividade das áreas costeiras através da exploração racional e manejo sustentado dos recursos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Alvarenga, L.; Nalesso, R. C. (2006) - Preliminary Assessment of the Potential for Mangrove Oyster Cultivation in Piraquê-açu River Estuary (Aracruz, ES). Brazilian Archives of Biology and Technology, 49: 163-169. doi: 10.1590/S1516- 89132006000100019

Barros, G. F. (2006) - Development of na Evaluation Framework for Sustainable Bivalve Aquaculture: A Strategic Plan Approach in Espírito Santo, Brazil. 229 p., Dissertação de Doutorado, Universidade de Victoria, Canadá. Não publicado.

Ferreira, J. F.; Neto, F. M. O.; Silvestri, F. (2006) - Cultivo de Moluscos em Santa Catarina. 10p.; Infopesca Internacional (ISSN: 1515-3625), 28: 34-41. Disponível em http://www.infopesca.org/revistas

Downloads

Publicado

2015-11-06

Como Citar

Souza, R. M. de, Assis, M. da C., Boldi, R., & Freitas, R. R. de. (2015). DESENVOLVIMENTO DE PRÁTICAS AQUÍCOLAS EM COMUNIDADE PESQUEIRA E DE CATADORES DE CARANGUEIJO NO SUDESTE DO BRASIL. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 1(1), 1–4. https://doi.org/10.0001/EOP05

Edição

Seção

ENGENHARIA DE OPERAÇÕES E PROCESSOS DA PRODUÇÃO- OPERATIONS & PRODUCTION PROCESS