UTILIZAÇÃO DOS RESÍDUOS PROVENIENTES DO BENEFICIAMENTO DA NOZ MACADÂMIA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

  • Diego Andre Rodrigues Universidade Federal do Espirito Santo
  • Rodrigo Randow de Freitas Universidade Federal do Espirito Santo
  • Taisa Shimosakai de Lira Universidade Federal do Espirito Santo
  • Thiago Padovani Xavier Universidade Federal do Espirito Santo

Resumo

A nogueira macadâmia, membro da família botânica Proteaceae, é uma árvore originária das florestas tropicais costeiras do Sul de Queensland e ao norte do distrito de New South Wales, na Austrália. O desenvolvimento da cultura ocorreu no Hawaii Agricultural Experiment Station (HAES), onde foram selecionadas as principais cultivares plantadas no mundo. Além de precursora, a Austrália é também a maior produtora mundial da noz, com uma produção de 11.500 toneladas de amêndoas por ano. No Brasil, as primeiras plantas da espécie foram cultivadas na década de 1940 no Instituto Agronômico de Campinas, sendo que em 2012 a produção foi de 4.200 toneladas de noz, cerca de 70% maior do que as safras anteriores, com o Espírito Santo figurando como o segundo maior produtor do Brasil. Além de um evidenciado potencial produtivo, nota-se que o uso industrial da macadâmia gera uma alta quantidade de resíduos, pois a taxa média de recuperação é em torno de 25%, ou seja, a cada 25g de amêndoa produzida, 75g de resíduos (casca e carpelo) são gerados. Aliado a este fato, pode-se destacar que a disposição destes resíduos tem se tornado problema para as indústrias de processamento da noz macadâmia. Neste contexto, o objetivo do presente estudo foi realizar um levantamento da situação atual da cultura da noz-macadâmia e a destinação dos seus resíduos, visando a obtenção de informações pertinentes para realização de estudos futuros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Andre Rodrigues, Universidade Federal do Espirito Santo

Graduando em Engenharia de Produção. UFES, 2015. Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES.

Rodrigo Randow de Freitas, Universidade Federal do Espirito Santo

Doutor em Aquacultura. FURG, 2011. Professor Adjunto no Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES. digorandow@gmail.com

Taisa Shimosakai de Lira, Universidade Federal do Espirito Santo

Doutora em Engenharia Química. UFU, 2009. Professora Adjunta no Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES

Thiago Padovani Xavier, Universidade Federal do Espirito Santo

Mestre em Engenharia Química. UFU, 2011. Professor Assistente no Centro Universitário Norte do Espírito Santo - CEUNES. São Mateus, ES.

Referências

ABA – Almond Board of Australia. Report: Renewable Energy Production from Almond Waste, Berri, South Australia. 2012. Disponível em: http://australianalmonds.com.au/documents/Industry/Reports/Renewable%20Energy%20Production%20from%20Almond%20Waste.pdf
ABM – Associação Brasileira de Macadâmia. Disponível em: http://www.abm.agr.br. Acesso em:02 de maio de 2015.
AGL. Suncoast Gold Macadamias Biomass Cogeneration Facility, 2008. Disponível em: http://www.agl.com.au/~/media/AGL/Business/Documents/Large%20Business/Asset%20Development/2008/October/A4_Suncoast.pdf
AHMADPOUR, A., DO, D.D. The preparation of activated carbon from macadamia nutshell by chemical activation. Carbon, v.35, n.12, p.1723- 1732, 1997.
AMS, Australian Macadamia Society. Disponível em: http://www.australianmacadamias.org/industry. Acesso em: 10 de fevereiro de 2015.
ANTAL JR., M. J.; ALLEN, S. G.; DAI, X.; SHIMIZU, B.; TAM, M. S.; GRØNLI, M. Attainment of the theoretical yield of carbon from biomass, Industrial & Engineering Chemistry Research, v. 39, p. 4024-4031, 2000.
BARROS, A. F.; MARTINS, M. I. E. G. Análise econômica de um sistema comercial de larvicultura e alevinagem de peixes. In: VII Congresso Internacional de Zootecnia, X Congresso Nacional de Zootecnia, Campo Grande. Zootec 2005: Produção Animal e Responsabilidade, 2005.
BIOLCHINI, J. et al. Systematic review in software engineering. System Engineering and Computer Science Department COPPE/UFRJ, Technical Report ES, v. 679, n. 05, p. 45, 2005.
BOAS, N. V.; CASARIN, J.; CAETANO, J.; GONÇALVES JUNIOR, A. C.; TARLEY, C. R. T.; DRAGUNSKI, D. C. Biossorção de cobre utilizando-se o mesocarpo e o endocarpo da macadâmia natural e quimicamente tratados. Rev. bras. eng. agríc. ambient. [online]. 2012, vol.16, n.12, pp. 1359-1366. ISSN 1415-436
BOAS, Naiza V. et al. Biossorção de cobre utilizando-se o mesocarpo e o endocarpo da macadâmia natural e quimicamente tratados. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, v. 16, n. 12, p. 1359-1366, 2012.
BURANOV, A. U., MAZZA G. Review: Lignin in straw of herbaceous crops. Industrial Crops and Products, 28, 237-259, 2008.
CARDOSO, Bruno Monteiro. Uso da Biomassa como Alternativa Energética. 2012. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Chen, P., Cheng, Y., Deng, S., Lin, X., Huang, G., and Ruan, R. (2010). Untilization of almond residues. International Journal of Agricultural and Biological Engineering 3(4): 1 – 18.
CHIAVENATO, I. (2003). Introdução à teoria geral da administração. 7. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 664p.
CONESA, J. A.; SAKURAI, M.; ANTAL Jr., M. J. Synthesis of a high-yield activated carbon by oxygen gasification of macadamia nut shell charcoal in hot, liquid water. Carbon, Honolulu, n. 38, p. 839-848, 1999.
CONESA, Juan A.; SAKURAI, Makoto; ANTAL, Michael Jerry. Synthesis of a high-yield activated carbon by oxygen gasification of macadamia nut shell charcoal in hot, liquid water. Carbon, v. 38, n. 6, p. 839-848, 2000.
CORTEZ, Luís Augusto Barbosa; LORA, Electo Eduardo Silva; GÓMEZ, Edgardo Olivares. Biomassa para energia. Campinas, SP: Editora Unicamp, 2008.
CUNHA, M. P. S. C.; PONTES, C. L. F.; CRUZ, I. A.; CABRAL, M. T. F. D.; NETO, Z. B. C.; BARBOSA, A. P. Estudo químico de 55 espécies lenhosas para geração de energia em caldeiras. In: 3º encontro Brasileiro em madeiras e em estruturas de madeira: Anais, v.2, p. 93-121, São Carlos, 1989.
CURB, J.D.; WEGOWSKE, M.D.; DOBBS, J.C.; ABBOTT, R.D.; HUANG, B. Serum lipid effects of a high-monosaturated fat diet based on macadamia nuts. Archives of Internal Medicine, v.160, p.1154-1158, 2000.
CZERNIK, S.; BRIDGWATER, A. V. Overview of applications of biomass fast pyrolysis oil. Energy Fuels 18: 590–98. 2004
DIERBERGER, J.E.; NETTO, L.M. Noz macadâmia: uma nova opção para a fruticultura brasileira. São Paulo: Nobel, 1985. p.45-66.
DOMÍNGUEZ, J. C., OLIET M., ALONSO M. V., GILARRANZ M. A., RODRÍGUEZ, F. Thermal stability and pyrolysis kinetics of organosolv lignins obtained from Eucalyptus globulus. Industrial Crops and Products, 27,150–156, 2008.
EASTERBY-SMITH, M.; THORPE, R.; LOWE, A. Management Research - an introduction. London: Sage Publications, 2002.
FERREIRA, B. S. Propriedades físico-mecânicas de painéis particulados de Eucalyptus saligna e casca de noz macadâmia. 2013. 78 f. Dissertação (mestrado) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá, 2013. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/94467>.
FERREIRA, R. G. P., Implementação e análise da ferramenta da qualidade assegurada “help line” de uma indústria automobilística, DECA-UNITAU, Taubaté, 2003.
GARBELINI, R.C.B.S. Reguladores vegetais na emergência e desenvolvimento de plantas de macadamia (Macadamia integrifolia Maiden e Betche). 2009. 94p. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2009.
GÓMEZ, J.M., CHAMON, P.H., LIMA, S.B., Por uma Nova Ordem Energética Global?Potencialidades e Perspectivas da Questão Energética Entre os Países BRICS. Contexto Internacional, Rio de Janeiro, vol. 34, nº 2, p. 531-572, 2012.
GREENPOWER. Case Study: Greenpower Grows on Trees. 2014. Disponível em: http://www.greenpower.gov.au/Homes/Common-Questions/~/media/5387E03F5B784A448903612993AD56F9.pdf
HAL, Horticulture Australia Limited. Macadamia industry annual report 2010/2011. 2012. Disponível em: <cms2live.horticulture.com.au/admin/assest/ library/annual_reports/pdfs/PDF_File_183.pdf>.
HAYKIRI-ACMA, H., YAMAN, H., KUCUKBAYRAK, S. Comparison of the thermal reactivities of isolated lignin and holocellulose during pyrolysis. Fuel Processing Technology, 91, 759–764, 2010.
INTERNATIONAL ENERGY AGENCY (IEA). Key world energy statistics. Paris, 2013. Disponível em: <http://www.iea.org/publications/freepublications/publication/KeyWorld2013.pdf> Acesso em: 09 de maio de 2014.
JANICK, J.; PAULL,R. E. The encyclopedia of fruit and nuts. Wallingford, CABI. 2008
JURCA, P. G.; BORGES, T. C.; GRACIOLLI, L. A. . Produção do cogumelo comestível Pleurotus florida em resíduo de macadâmia. In: Congresso Brasileiro de Agronomia, 2007, Guarapari. CONGRESSO BRASILEIRO DE AGRONOMIA. Guarapari, 2007. v. 25. p. 247-247.
KITCHENHAM, B. A.; CHARTERS, S. Guidelines for performing Systematic Literature Reviews. EBSE, 2007. Software Engineering Technical Report EBSE-2007-01.
LACERDA, D. P.; SILVA, E. R. P.; NAVARRO, L. L. L.; OLIVEIRA, N. N. P.; CAULLIRAUX, H. M. Algumas caracterizações dos métodos científicos em Engenharia de Produção: uma análise de periódicos nacionais e internacionais. In: XXVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2007, Foz do Iguaçu - PR. Anais... Rio de Janeiro: ABEPRO, 2007.
LOURENÇO, G. M. O que é análise econômica. 2008. Disponível em http://www.bemparana.com.br/noticia/60333/o-que-e-analise-economica#.UoYf7BCmYuI Acesso em: 15 de Nov. de 2013.
MAIA, C. M. B. de F.; ARAÚJO, L. F.; MADARI, B. E.; GAIOSO, F. de L.; GUIOTOKU, M.; ALHO, C. F. B. V. Casca de macadâmia (Macadamia integrifolia) e seu potencial para a produção de biocarvões. Embrapa Florestas. Colombo, 2012.
MARTINS, M. I. E. G.; BORBA, M. M. Z. Custo de Produção. FCAV/UNESP: Jaboticabal, 23p. 2004.
MAURÍLIO, J. R. M. P. M. et al. Condições microclimáticas em cultivo de café conilon a pleno sol e arborizado com nogueira macadâmia. Ciência Rural, v. 40, n. 6, p. 1257-1263, 2010.
MCKENDRY, P. Energy production from biomass (part 1): overview of biomass. Bioresource Technol., 83: 37–46. 2002.
MIGUEL, P.A.C. Qualidade: enfoques e ferramentas.. 1 ed. Artliber, São Paulo, 2006.
MOLDOVEANU, S.C., Pyrolysis of Organic Molecules With Applications to Health and Environmental Issues. v. 28, Elsevier B.V. Oxford, United Kingdom, 2010.
MONCUR, M.W.; STEPHENSON, R.A.; TROCHOULIAS T. Floral development of Maiden & Betche under Australian conditions. Scientia Horticulturae, 27:87-96. 1985
NOGUEIRA, Edemilson. Análise de investimentos. In BATALHA, Mário (Coord.). Gestão agroindustrial. São Paulo: Atlas, p. 223-288, 1999.
OJIMA, M.; DALL´ORTO, F. A. C.; BARBOSA, W; RIGITANO, O. Macadamia integrifolia Maid. e Bet. Campinas: Instituto Agronômico de Campinas, Seção de Fruticultura de Clima Temperado, 2005, p.1-2 (Boletim, 200).
PALIPANE, K. B., DRISCOLL, R. H. Moisture sorption characteristics of in-shell macadamia nuts. Journal of Food Engineering, v. 18, p. 63-76, 1992.
PARIKH, J., CHANNIWALA, S. A., GHOSAL, G. K., A correlation for calculating HHV from proximate analysis of solid fuels. Fuel, nº 84, p. 487-494, 2005.
PENONI, E. S.; PIO, R.; RODRIGUES, F. A.; MARO, L. A. C.; COSTA, F. C. Análise de frutos e nozes de cultivares de nogueira-macadâmia. Ciência Rural, v. 41, p. 2080-2083, 2011.
PERDONÁ, M. J. et al. Crescimento e produtividade de nogueira-macadâmia em consórcio com cafeeiro arábica irrigado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 47, n. 11, p. 1613-1620, 2012.
PERDONÁ, M.J.; MARTINS, A.M.; SUGUINO, E.; SORATTO, R.P. Nutrição e produtividade da nogueira macadâmia em função de doses de nitrogênio. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.48, n.4, p.395-402, 2013
PERDONÁ, M. J. et al. FATORES ECOLÓGICOS E O CULTIVO DA NOGUEIRA-MACADÂMIA. Periódico Eletrônico Fórum Ambiental da Alta Paulista, v. 10, n. 7, 2014.
PERDONÁ, M. J. et al. Desempenho produtivo e econômico do consórcio de cafeeiro arábica e nogueira‑macadâmia. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 50, n. 1, p. 12-23, 2015.
PIMENTEL, L. D. A cultura da Macadâmia. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 29, p. 414-716, 2007.
PIMENTEL, L. D., SANTOS, C. E. M., WAGNER JÚNIOR, A., SILVA, V. A., BRUCKNER, C. H., Estudos de viabilidade econômica na cultura da noz-macadâmia no Brasil. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal - SP, v.29, n.3, p. 500-507, 2007.
PIZA, P.L.B.T. Secagem e escoamento da noz macadamia (M. integrifolia) em silo secador de fundo cônico. 2000. 94 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2000.
PIZA, P.L.B.T; MORIYA, L. M. Cultivo da macadâmia no Brasil. Revista Brasileira de Fruticultura [online]. 2014, vol.36, n.1, pp. 39-45. ISSN 0100-2945.
RAHMAN, I.A., SAAD, B. Utilization of Guava Seeds as a Source of Activated Carbon for Removal of Methylene Blue from Aqueous Solution. Malaysian Journal of Chemistry, v. 5, n. 1, p.8-14, 2003.
RAMAGE, J; SCURLOCK, J. Biomass. In: BOYLE, G. Renewable Energy: Power for a Sustainable Future. New York: Oxford University Press, 1996
REPEZZA, A. P.; SANTOS, R. B.; PEIXOTO, A. R.; GUIMARÃES, G.; PORTO, G.; Einstein, R. Análise de stakeholders e cadeia de valor para formulação estratégica da apex-brasil. In: V Congresso CONSAD de Gestão Pública, Brasília - DF. Anais... Brasília: CONSAD, 2012.
ROCHA, W. D.; LUZ, J. A. M.; LENA, J. C.; BRUNA-ROMERO, O. Adsorção de cobre por carvões ativados de endocarpo de noz macadâmia e de semente de goiaba. Rem: Rev. Esc. Minas [online]. 2006, vol.59, n.4, pp. 409-414. ISSN:1807-0353. http://dx.doi.org/10.1590/S0370-44672006000400010.
ROCHA, Welca Duarte da et al. Adsorção de cobre por carvões ativados de endocarpo de noz macadâmia e de semente de goiaba. Rem: Revista Escola de Minas, v. 59, n. 4, p. 409-414, 2006.
SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M. C. Estudos de Revisão Sistemática: Um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista brasileira de fisioterapia, v. 11, n. 1, p. 83-89, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552007000100013
SANTOS, A. B.; SANTANA, D.; ALMEIDA, E. G. Viabilidade econômico financeira da piscicultura na região noroeste do estado de mato grosso. Mato Grosso: AJES, 2011. Disponível em: <http://www. revista.ajes.edu.br/arquivos/artigo_20110531215100.pdf>. Acesso em: 09 de maio de 2014.
SÃO JOSÉ, A. R. Macadâmia: tecnologia de produção e comercialização. Vitória da Conquista-BA, DFZ-UESB, 1991, 224 p.
SCHNEIDER. L. M., ROLIM, G.S., SIBIERAJSKI, G.R., PRELA-PANTANO, A., PERDONÁ, M.J. (2012), “Zoneamento Agroclimático de Nogueira-Macadâmia para o Brasil”. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal – SP, v.34, n.2, p.515-524.
SECURATO, J. R. Cálculo financeiro das tesourarias. 4ª ed., São Paulo: Saint Paul, 2003.
SILVA, V. C. et al. Ocorrência de plantas daninhas em cultivo consorciado de café e nogueira-macadâmia. Pesquisa Agropecuária Tropical (Agricultural Research in the Tropics), v. 43, n. 4, p. DOI: 10.1590/S1983-40632013000400013, 2013.
SOBIERAJSKI. G. R., FRANCISCO V. L. F. S., ROCHA. P., GHILARDI. A. A., MAIA. M. L., “Noz Macadâmia: produção, mercado e situação no Estado de São Paulo. Informações Econômicas, São Paulo, v.36, n.5, p.25-36, 2006.
STANLEY, T.D.; Ross, E.M. Flora of south-eastern Queensland. Queensland Department of Primary Industries, Brisbane, Australia, v.2, p.14-15, 1986.
TAM, M. S.; ANTAL JUNIOR, M. J. Preparation of activated carbons from macadamia nut shell and coconut shell by air activation. Industrial & Engineering Chemistry Research, v.38, p.4268-4276, 1999.
TIECKER, M. C. Similaridades e diferenças dos atributos do peixe cultivado segundo os produtores os varejistas e os consumidores. Dissertação (Mestrado em Agronegócios) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003.
TOLEDO PIZA, P.L.B. Desempenho de unidades de pré-limpeza de frutos de macadâmia (M. Integrifolia). 2005. 61f. Tese (Doutorado em Agronomia) – Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2005.
TOLES, C. A., MARSHALL, W. E., JOHNS, M. M. Phosphoric Acid Activation of Nutshells for Metals and Organic Remediation: Process Optimization. Journal of Chemical Technology and Biotechnology, v. 72, p. 255-263,1998.
TOLMASQUIM, Mauricio T.; GUERREIRO, Amilcar; GORINI, Ricardo. Matriz energética brasileira: uma prospectiva. Novos estud. - CEBRAP, São Paulo, n. 79, p. 47-69, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-33002007000300003.
WANG, S., WANG, K., LIU, Q., GU, Y., LUO, Z., CEN, K., FRANSSON, T., Comparison of the pyrolysis behavior of lignins from different tree species. Biotechnology Advances, 27562-567, 2009.
WESTON, J. F.; BRIGHAM, E. F. Fundamentos da Administração Financeira. São Paulo: Makron Books, 2000.
ZHAO, X., LIU, D. Chemical and thermal characteristics of lignins isolated from Siam weed stem by acetic acid and formic acid delignification. Industrial Crops and Products, 32, 284-291, 2010.

Downloads

Publicado

2016-12-23

Como Citar

Rodrigues, D. A., Randow de Freitas, R., Shimosakai de Lira, T., & Padovani Xavier, T. (2016). UTILIZAÇÃO DOS RESÍDUOS PROVENIENTES DO BENEFICIAMENTO DA NOZ MACADÂMIA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 2(3), 1–13. Recuperado de https://periodicos.ufes.br/bjpe/article/view/v2n3_01

Edição

Seção

ENGENHARIA DA SUSTENTABILIDADE - SUSTAINABILITY ENGINEERING