Produção de biogás por co-digestão utilizando uma mistura de dejetos bovinos e casca de café conilon

Autores

  • Lais Schmidt Albuquerque Universidade Federal do Espirito Santo
  • Jesuína Cássia Santiago de Araujo

DOI:

https://doi.org/10.0001/v2n3_03

Resumo

Energia é um dos fatores determinantes para o desenvolvimento social e econômico de uma região ou país. Questões socioeconômicas e ambientais como o aumento crescente nos preços dos combustíveis fósseis e a escassez dos mesmos sinalizam que a demanda energética mundial não poderá ser suprida apenas por fontes de origem fóssil e sim por fontes de energia renováveis. Neste cenário, o uso de biomassa residual com fins de reduzir o impacto ambiental e o “apagão energético” é determinante, uma vez que estrategicamente soluciona os problemas associados à demanda energética e à destinação adequada dos resíduos agroindustriais. Inúmeros processos têm sido usados na produção de energia a partir de biomassa residual, destacando-se a gaseificação, a pirólise e a biodigestão. Dentre estas rotas, a biodigestão tem se mostrado bastante promissora, uma vez que demanda menor quantidade de energia operacional quando comparada às demais. Diante dessa conjuntura, este estudo avaliou a produção de biogás, por meio do processo de biodigestão anaeróbia, utilizando resíduos agroindustriais disponíveis na região norte do Estado do Espírito Santo. Assim, foi realizada a caracterização da casca do café Conilon, de forma a investigar seu potencial para produção energética; e a investigação de rotas tecnológicas de baixo custo para o aproveitamento energético da casca de café Conilon associado com dejetos bovinos, mediante o processo de biodigestão anaeróbia. Com os resultados obtidos no final deste estudo, podemos destacar e sugerir o potencial do uso da casca do café para a produção de biogás, devido ao teor de umidade, teor de cinzas, holocelulose, lignina e extrativos apresentados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABBASI, T.; TAUSEEF, S.; ABBASI, S. Anaerobic digestion for global warming control and energy generation-An overview. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 14, p. 919-937, 2012.
AIRES, A. M. A. Biodigestão anaeróbia da cama de aviários de corte com ou sem separação das frações sólida e líquida. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) – Fac. de C. A. e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2009.
ALVIRA, P.; PEJÓ, E.T.; BALLESTEROS, M.; NEGRO, M.J. Pretreatment technologies for an efficient bioethanol production process based on enzymatic hydrolysis: A review. Bioresource Technology, 101, p. 4851-4861, 2010.
ANDRADE, A. P. S.; Análise química e avaliação do potencial alelopático da casca do café (Coffea arábica), 2009.
APPELS, L., BAEYENS, J., DEGRÈVE, J., DEWIL, R. Principles and potential of the anaerobic digestion of waste-activated sludge. Progress in Energy and Combustion Science, p. 755 -781, 2008.
Balanço Energético Nacional 2014. Relatório Síntese | ano base 2013. Empresa de Pesquisa Energética – EPE. Rio de Janeiro, RJ, maio de 2014.
BAGGIO, J. Avaliação dos resíduos (casca e pó orgânico) de café (coffe arábica L.) como provável fonte de substâncias bioativas, 2006
BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL. Bioetanol de cana de-açúcar: energia para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro, 2008. 316 p.
BERTOZZO,F.; Co-digestão anaeróbia de dejetos de bovinos e dois tipos de glicerina bruta. Tese para doutorado em Agronomia, 2013.
BRUM,S.S.; Caracterização e modificação química de resíduos sólidos do beneficiamento do café para produção de novos materiais. Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, no programa de Pós-graduação em Agroquímica, 2007.
CARLSSON, M., LAGERKVIST, A., MORGAN-SAGASTUME, F. The effects of substrate pre-treatment on anaerobic digestion systems: A review. Waste Management, 32, 1634-1650, 2012.
CARNEIRO, D. S. C.; Viabilidade técnica e económica de uma unidade centralizada de co-digestão anaeróbia de resíduos orgânicos. Dissertação de mestrado em Engenharia do Ambiente, 2009.
CASSINI, S. T. Digestão de resíduos sólidos orgânicos e aproveitamento do Biogás. Rio de Janeiro: ABES/Rima, 2003. 210 p. (Projeto PROSAB)
CETCAF. Cafeicultura Capixaba, 2014 < disponível em http://www.cetcaf.com.br/links/cafeicultura%20capixaba.htm>. Acesso em 01 junho 2016.
COSTA, A. G.; PINHEIRO, F. G. C.; PINHEIRO, G. C.; SANTOS, A. B.; SANTAELLA, S. T.; LEITÃO, R. C. Geração de metano a partir de resíduos lignocelulósicos oriundos da produção de biocombustível: revisão, 2013.
DANTAS,J.; Espírito Santo é o segundo maior produtor de café. SEBRAE. Disponível em: < http://gestaoportal.sebrae.com.br/setor/cafe/o-setor/mercado/120-000-448-cenario-da-cafeicultura-no-espirito-santo/BIA_120000448>. Acesso em: 02 julho 2014.
DIAS, J. M. S.; SOUZA, D. T.; BRAGA, M.; ONOYAMA, M. M.; MIRANDA, C.H. B, ROCHA, J. D.; Produção de Briquetes e péletes a partir de resíduos agrícolas, agroindustriais e florestais. Embrapa Agroenergia, 2012.
ELVIRA, S.I.P., DIEZ, P.N., FDZ-POLANCO, F. Sludge minimisation technologies. Reviews in Environmental Science and Bio/Technolog, 5, p. 375-398, 2006.
EMBRAPA. Procedimentos para Análise Lignocelulósica, 2010.
FUKAYAMA, E. H.; Características quantitativas e qualitativas da cama de frango sob diferentes reutilizações: efeitos na produção de biogás e biofertilizante. Tese apresentada à Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias do Campus de Jaboticabal, Unesp, para a obtenção do título de Doutor em Zootecnia, 2008.
GANIDI, N.; TYRREL, S.; CARTMELL, E. Anaerobic digestion foaming causes-A review. Bioresource Technology, 100, p. 5546-5554, 2009.
GUIA Prático do Biogás: Geração e Utilização. 5ª edição, Gülzow, 2010. Disponível em < http://web-resol.org/cartilhas/giz_-_guia_pratico_do_biogas_final.pdf >. Acesso em 30 junho 2014.
GENTIL, L. V.; Tecnologia e Economia do briquete de madeira. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) – Universidade de Brasília, Brasília, DF, 2008.
GUPTA, P.; SINGH, R.; SACHAN, A.; VIDYARTHI, A.; GUPTA, A. A re-appraisal on intensification of biogas production. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 16, p. 4908-4916, 2012.
GOLDEMBERG, J.; LUCON, O. Energia, Meio Ambiente & Desenvolvimento. 3ed. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2008.
HAULY, M. C. O.; OLIVEIRA, A. S.; POPPER, I. Digestão microbiana de matéria orgânica, produção de biogás e biofertilizante, 1983.
HENDRIKS, A. T. W. M.; ZEEMAN, G. Pretreatments to enhance the digestibility of lignocellulosic biomass. Bioresour Technol., 100, p.10-18, 2009.
INOUE, K. R. A.; Produção de biogás, caracterização e aproveitamento agrícola do biofertilizante obtido na digestão da manipueira. Dissertação para o programa de pós-graduação em Engenharia Agrícola, 2008.
JUNIOR, J. L; AMORIM, A. C.; Manejo de dejetos: fundamentos para a integração e agregação de valor, 2005.
KIEHL, J. E.; Fertilizantes Orgânicos. São Paulo: Ed. Ceres, 1985. 492 p.
KHALID, A., ARSHAD, M., ANJUM, M., MAHMOOD, T., DAWSON, L. The anaerobic digestion of solid organic waste. Waste Management, p. 1737 – 1742, 2011.
LEITE, E. R. da S.; Madeira e carvão de Coffea arábica L.: Caracterização para o uso energético, 2013.
MANSO, K. R. J.; FERREIRA, O. M.; Confinamento de bovinos: estudo do gerenciamento dos resíduos, 2007.
MAYER, M.C.; Estudo da influência de diferentes inóculos no tratamento anaeróbio de resíduos sólidos orgânicos. Dissertação de Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental, 2013.
MENEZES, E. G. T.; Produção de etanol utilizando resíduos do processamento úmido do café. Dissertação de mestrado em Ciência dos Alimentos, 2012.
MICALLI JUNIOR, J. R.; GALBIATTI, J. A.; PEREZ, H. L.; RAGAZZI, M.F.; GALBIATTI. R.; Produção de biogás a partir de dejetos de ruminantes e monogástricos com e sem inoculo,2009.
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA. Saiba mais. Disponível em < http://www.agricultura.gov.br/vegetal/culturas/cafe/saiba-mais>. Acesso em 01 junho 2016.
MINISTÉRIO DE MINAS E ENERGIA. Resenha Energética Brasileira. Exercício de 2014.
MORAES, L. M.; Avaliação da biodegradabilidade anaeróbia de lodos de esgotos provenientes de reatores anaeróbios sequenciais. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola – Área de concentração de Água e solo) Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, 2005.
MOURA, J. P.; Estudos das rotas tecnológicas para produção de biogás e da influência da composição química de dejetos de matrizes suínas na qualidade do biogás gerada por biodigestor, 2014.
NIELSEN, J.B.H., POPIEL, P.O. Biogás - a promising renewable energy source for europe. AEBIOM Workshop, European Parliament, Brussels, 2008.
NOGUEIRA, M. F. M.; RENDEIRO, G. (2008). Caracterização Energética da Biomassa Vegetal. BARRETO, Eduardo José Fagundes (Coord). Combustão e Gaseificação da Biomassa Sólida: Soluções Energéticas para a Amazônia. Brasília: Ministério de Minas e Energia, 2008.
OLIVEIRA, F. F.; MARTINS, F. A.; MARTIM, T.; CORREA, A. M.; SILVA, N.; Produção do etanol de segunda geração a partir do bagaço da cana-de-açúcar.2013.
ORSINI, R. R. Estudo do aproveitamento do resíduo da lavoura cafeeira como fonte de biomassa da produção de hidrogênio, 2012.
PEREIRA, A. I. C.; Co-digestão anaeróbia de resíduos verdes e lamas de ETAR para produção de biogás. Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Energia e Bioenergia, 2013.
PÉREZ, J.; MUÑOZ-DORADO, J.; DE LA RUBIA, RUBIA, T. de la; MAR¬TÍNEZ, J. Biodegradation and biological treatments of cellulose, hemi¬cellulose and lignin: an overview. International Microbiology, 2002.
PIRES, A. F. F. E.; CONTRIBUIÇÃO PARA O ESTUDO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DE UM SISTEMA DE ESTABILIZAÇÃO ANAERÓBIA E UTILIZAÇÃO DO GÁS PRODUZIDO. Dissertação (Mestrado em Engenharia do Ambiente, Perfil Engenharia Sanitária) apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, 2009.
SAEGNER, M.; HARTGE, U., E.; WERTHER, J.; OGADA, T.; SIAGI, Z. Combustion of Coffee Husks. Renewable Energy, v. 23, n.1, p. 103-121, 2000.
SANTOS, J. D. N.; Efeito de Pré-tratamentos Térmicos, à Pressão Atmosférica, na Digestão Anaeróbia Mesófila e Termófila de Resíduos de Casca de Batata. Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Energia e Bioenergia, 2013.
SEADI, T.A.; RUTZ, D.; PRASSL, H.; KÖTTNER, M.; FINSTERWALDER, T.; VOLK, S.; JANSSEN, R. (2008) Biogas Handbook. Esbjerg, 125 pp.
SEBRAE; Agroenergia, 2012.
SILVA, J. P.; Caracterização da Casca de Café (coffea arábica, L) in natura, e de seus Produtos Obtidos pelo Processo de Pirólise em Reator Mecanicamente Agitado. Dissertação para Mestrado da Faculdade de Engenharia Mecânica da Universidade Estadual de Campinas, 2012.
SILVA, W. S.; Estudo cinético do processo de digestão anaeróbia de resíduos sólidos vegetais. Tese de doutorado, 2009.
SILVEIRA, G. S.; Estudo de co-digestão anaeróbia de lamas domesticas com o efluente da indústria da fermentação da levedura do pão da empresa Mauri fermentos. Dissertação para mestrado em Energia e Bioenergia, 2009.
SUZUKI, A. B. P.; Geração de biogás utilizando cama de aviário e manipueira. Dissertação para Pós-Graduação em Energia na Agricultura, 2012.
VALE, A. T. do; GENTIL, L.V.; GOLÇALEZ, J. C.; COSTA, A. F. da; Caracterização energética e rendimento da carbonização de resíduos de grãos de café (coffe arábica, L) e de madeira (cedrelinga catenaeformis), DUKE, 2007.
VIEIRA, A. C.; Caracterização da biomassa proveniente de resíduos agrícolas,2012.
WOHLGEMUT, O. Co-digestion of hog manure with glycerin to boost biogás and methane production. 2009. 90 f. Dissertação (Mestrado em Ciências), Faculdade de Estudos de Pós-Graduação, Universidade de Manitoba, Winnipeg, 2009.

Downloads

Publicado

23.12.2016

Como Citar

Schmidt Albuquerque, L., & Santiago de Araujo, J. C. (2016). Produção de biogás por co-digestão utilizando uma mistura de dejetos bovinos e casca de café conilon. Brazilian Journal of Production Engineering, 2(3), 44–54. https://doi.org/10.0001/v2n3_03

Edição

Seção

ENGENHARIA AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE