PRÁTICAS DE MANUTENÇÃO NA GESTÃO DE OPERAÇÕES: UM ESTUDO EM EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO

Autores

  • Wellington Gonçalves Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Brasil
  • Marisa Rocha Lopes Faculdade Estácio de Sá

DOI:

https://doi.org/10.0001/%25x

Resumo

A fartura com que o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) é encontrado na natureza, além de suas propriedades caloríficas, fazem-no uma importante fonte de energia, tanto sob o ponto de vista técnico, como econômico para uso domiciliar, comercial e industrial, sendo o consumo mundial de aproximadamente 200 milhões de toneladas anuais. Assim, surge uma preocupação quanto à condição de competitividade das empresas de distribuição quanto aos ganhos de vantagens competitivas para que continuem operando e elevando seu nível de serviço. Com isso, o objetivo deste trabalho foi de investigar empiricamente as práticas de manutenção que são utilizadas em empresas do setor de GLP. Nesse sentido, foi realizado um estudo de caso que apontou possíveis caminhos para melhoria da gestão da manutenção. Pode-se perceber com a análise das informações, que o papel da manutenção não é reconhecido, havendo a necessidade da implementação de técnicas como Manutenção Centrada na Confiabilidade (Reliability Centered Maintenance – RCM) e Manutenção Produtiva Total (Total Productive Maintenance – TPM).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Gonçalves, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Brasil

Trabalha com planejamento e gestão de operações na cadeia de suprimento, atuando principalmente nos seguintes temas: planejamento e gestão de serviços e operações logísticas, integração na cadeia de suprimento, planejamento e gestão de transportes. Seu interesse atual de pesquisa é nos temas: logística e serviços.

Downloads

Publicado

22.12.2017

Como Citar

Gonçalves, W., & Lopes, M. R. (2017). PRÁTICAS DE MANUTENÇÃO NA GESTÃO DE OPERAÇÕES: UM ESTUDO EM EMPRESAS DE DISTRIBUIÇÃO DE GÁS LIQUEFEITO DE PETRÓLEO. Brazilian Journal of Production Engineering, 3(3), 01–18. https://doi.org/10.0001/%x

Edição

Seção

ENGENHARIA DE OPERAÇÕES E PROCESSOS DA PRODUÇÃO