Um breve relato sobre o Ateliê Fidalga e o Projeto Fidalga

Autores

  • Sandra Cinto Ateliê Fidalga
  • Albano Afonso Ateliê Fidalga

DOI:

https://doi.org/10.47456/rf.v1i23.34027

Palavras-chave:

Arte, Ateliê Fidalga, Projeto Fidalga, Residência Artística, Colaboração entre artistas

Resumo

Os artistas Sandra Cinto e Albano Afonso relatam sobre a transformação do grupo de estudos do Ateliê Fidalga, em que assumiam o papel de mediar o diálogo e fomentar trocas num processo horizontal de aprendizado mútuo em arte, para o Projeto Fidalga, composto de 4 ateliês coletivos, três salas expositivas, e um programa de residência artística com o objetivo de abrigar exposições experimentais e trabalhos desenvolvidos pelos artistas residentes e artistas convidados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Cinto, Ateliê Fidalga

Escultora, desenhista, pintora, gravadora e professora. Forma-se em educação artística nas Faculdades
Integradas Teresa D´Ávila (Fatea), em Santo André, São Paulo, em 1990. Um ano depois, expõe no Laboratório de Estudos e Criação da Pinacoteca do Estado de São Paulo (Pesp). Em 1992, realiza
suas duas primeiras exposições individuais no Centro Cultural São Paulo (CCSP), em São Paulo, e na
Galeria Espaço Alternativo, no Rio de Janeiro. Faz seu primeiro trabalho de ilustração em 1996, para a
Folha de S.Paulo. No ano de 1997, recebe o Prêmio Aquisição no Salão de Arte Contemporânea Victor
Meirelles e participa da Feira Internacional de Arte Contemporânea, em Madri. A partir de 1998, leciona
desenho de expressão na Faculdade de Artes Plásticas da Fundação Armando Penteado (Faap) e
coordena, junto com o artista Albano Afonso (1964), o grupo de estudos do Ateliê Fidalga, em São Paulo. Passa seis meses como artista residente na Cité des Arts, em Paris, no ano 2000. Em 2005, recebe o prêmio residência da Civitella Foundantion, em Ubertide, Itália. Desde 1990, faz diversas exposições coletivas e individuais, como MAM na Oca e Construção, em 2006, e A Cor dá Água, em 2010. Sua obra está exposta em coleções como a do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP), o Museu de Arte da Pampulha, em Belo Horizonte, e a Fundação Arco, na Espanha.

Albano Afonso, Ateliê Fidalga

Estuda na Faculdade de Arte Alcântara Machado (Faam), em Santos, São Paulo. Em 1994
realiza sua primeira exposição individual, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), na capital
paulista. No mesmo ano é premiado no 21º Salão de Arte Contemporânea de Santo André
e é contemplado com o prêmio aquisição do Museu de Arte Contemporânea de Santo André.
Em 2006 a editora Dardo, de Santiago de Compostela, Espanha, lança um livro sobre o artista.
Realizou, entre outras, as seguintes mostras individuais: 1993 – Itaugaleria, Penápolis, SP.
1994 – Programa Anual de Exposições, Centro Cultural São Paulo, São Paulo, SP. 1995, 97, 99,
2001, 04 – Casa Triângulo, São Paulo, SP. 1996 – Projeto Macunaíma, IBAC/Funarte, Rio de Janeiro,
RJ. 2000 – Locust Projects, Miami, EUA. 2003 – Auto-Retratos, Galeria Doque Arte Contemporânea,
Barcelona, Espanha; Galeria Fernando Padilla, Madri, Espanha. 2005 – Pinturas de Luz,
Casa dos Dias d’ Água, Lisboa, Portugal. 2006 – A Imagem, Galeria Manoel Macedo, Belo Horizonte,
MG; Albano Afonso - Foto Arte 2005, Espaço Ecco, Brasília, DF. Participou de grande número
de e xposições coletivas no Brasil e no e xterior, destacando-se as seguintes: 1991 – 23º Salão
de Arte Contemporânea, Museu de Arte da Pampulha, Belo Horizonte, MG. 1993 – Prêmio Gunther
de Pintura, Museu de Arte Contemporânea, Universidade de São Paulo, SP. 1994 – 22º Salão de Arte Contemporânea de Santo André, Paço Municipal, Santo André, SP - Prêmio aquisição. 1994, 95 e 97 – Salão Paranaense, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, PR. 1999 – A Casa Triângulo no Marp, Museu de Arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, SP. 2005 – Off Side, The Hugh Lane Gallery, Dublin, Irlanda. 2006 – Geração da Virada 10+1: os anos recentes da arte brasileira, Instituto Tomie Ohtake, São P aulo; C onstelações A fectivas I e C onstelações Afectivas II, Galeria Graça Brandão, Lisboa, Portugal. 2006; É Hoje - Coleção Gilberto Chateaubriand, Espaço Cultural Santander,
Porto Alegre, RS; 5ème Biennale Internationale de la Photagraphie et des Arts Visuels de Liège, Bélgica; Um Século de Arte Brasileira - Coleção Gilberto Chateaubriand, Pinacoteca do Estado, São Paulo, SP.

Referências

Conferir texto completo.

Downloads

Publicado

2021-01-24

Como Citar

Cinto, S. ., & Afonso, A. (2021). Um breve relato sobre o Ateliê Fidalga e o Projeto Fidalga. Revista Farol, 1(23), 30–36. https://doi.org/10.47456/rf.v1i23.34027

Edição

Seção

Seção Temática