Quilombo, território e patrimônio cultural

a visão de duas lideranças

Autores

  • Osvaldo Martins de Oliveira PPGCS-UFES
  • Paula Aristeu Alves NEAB-UFES

DOI:

https://doi.org/10.47456/rf.v17i24.35641

Palavras-chave:

Quilombos, Cultura, Patrimônio, Território, Lideranças.

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar as concepções de duas lideranças quilombolas da comunidade de Retiro, Santa Leopoldina (ES), sobre as lutas pelos direitos ao território e ao patrimônio cultural. A proposta surgiu das pesquisas realizadas pelo projeto Africanidades Transatlânticas e para a elaboração da dissertação de mestrado de uma das pesquisadoras, que atuou como colaboradora no presente projeto. Para tanto, foram realizadas entrevistas de narrativas de vida sobre as trajetórias de escolarização de quilombolas que concluíram o curso universitário e seus pontos de vista sobre os direitos da comunidade. 

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Osvaldo Martins de Oliveira, PPGCS-UFES

Mestre e Doutor em Antropologia Social,  professor  no  Departamento  e  no  Programa  de  Pós-Graduação   em   Ciências   Sociais,   coordenador do projeto de pesquisa "Africanidades Transatlânticas: história, memórias e culturas afro-brasileiras", vice-coordenador do grupo de pesquisa "Educação para as Relações Étnico-Raciais e Identidades Afro-Brasileiras" (registrado no Diretório de Pesquisa do CNPq), pesquisador   filiado   ao   Núcleo   de   Estudos   Afro-Brasileiros  (NEAB)  da  Universidade  Federal  do  Espírito  Santo  (UFES),  pesquisador associado  ao  Comitê  Quilombos  da  Associação  Brasileira  de  Antropologia  (ABA)  e  ao grupo de pesquisa do NUER (Núcleo de Estudos de Identidades e Relações Interétnicas) da Universidade Federal de Santa Catarina, registrado no Diretório de Pesquisa do CNPq.

Paula Aristeu Alves, NEAB-UFES

Graduação em Serviço Social e mestrado em Ciências Sociais . Pesquisadora colaboradora do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) da Universidade Federal do Espírito Santo(UFES); pesquisadora do projeto " Africanidades Transatlânticas: história, memória e culturas afro-brasileiras", credenciado no Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais da UFES.

Referências

ARRUTI, Jose Mauricio P. Andion. “Etnias Federais”: O processo de identificação de “remanescentes” indígenas e quilombolas no Baixo São Francisco. Tese (Doutorado). Rio de Janeiro: UFRJ/Museu Nacional- PPGAS, 2002.

BARTH, Fredrik. O Guru, o iniciador e outras variações antropológicas. R J: Contra Capa, 2000.

BERTAUX, Daniel. Narrativas de vida: a pesquisa e seus métodos. Edufrn: Natal, 2010.

BRASIL. Constituição Federal. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 05 de outubro de 1988. 19 ed. Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 2002.

______. Presidência da República. Decreto 4.887 de 20 de novembro de 2003. Regulamenta o procedimento para identificação, reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação das terras ocupadas por remanescentes das comunidades dos quilombos de que trata o art. 68 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Brasilia, DF. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2003/D4887.htm. Acesso em 29/11/2019.

_______. Presidência da República. Lei 10.639 de 09 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências. Brasília, DF. Disponível em: http://etnicoracial.mec.gov.br/images/pdf/lei_10639_09012003.pdf. Acesso em 29/11/2019.

CANDAU, Jorge. Memória e identidade. São Paulo: Ed. Contexto. O jogo social da memória: fundar e construir. P. 137-157. Disponível em: https://drive.google.com/drive/folders/0B_1OdA0uyUV_bmtUX2tVVXRPejA.

COUTINHO, Ananda Bermudes. A produção do território quilombola de Retiro e o papel dos atores externos: uma análise em questão. Tese (Doutorado). UFF: Niterói-RJ, 2016.

CUCHE, Dennys. A noção de cultura nas Ciências Sociais. São Paulo, EDUSC, 2002.

LEITE, Ilka Boaventura. Terra, território e territorialidade: três dimensões necessárias ao entendimento da cidadania do negro no Brasil. In: Seminário América, 500 anos de dominação. Museu de antropologia da UFSC, 1990.

OLIVEIRA, Osvaldo Martins de. Projeto Político de um Território Negro: Memória, cultura e identidade quilombola em Retiro, Santa Leopoldina - ES. Ed. Milfontes, Vitória, 2019.

Downloads

Publicado

2021-09-21

Como Citar

Oliveira, O. M. de, & Alves, P. A. (2021). Quilombo, território e patrimônio cultural: a visão de duas lideranças. Revista Farol, 17(24), 94–107. https://doi.org/10.47456/rf.v17i24.35641

Edição

Seção

Seção Temática