A escola transforma a sociedade? uma leitura a partir de Durkheim, Althusser e Bourdieu

Autores

Resumo

Este artigo apresenta um estudo acerca da função da educação escolar na sociedade capitalista. Para tanto, parte do seguinte questionamento: a escola é capaz de transformar a sociedade ou se coloca como um elemento de conservação social? A partir dessa perspectiva, busca-se analisar o que vem a ser a educação, quais são seus interesses reais e como ela se apresenta para a sociedade contemporânea. Como aporte teórico para responder a essas questões são usadas as contribuições de Émile Durkheim (2012), Louis Althusser (1985) e Pierre Bourdieu (2007), a fim de tecer reflexões sobre a função social da educação no mundo capitalista. Assim, a partir do diálogo com esses autores é possível considerar que na sociedade atual a escola se coloca a serviço de um Estado burguês, cujo objetivo maior é defender os interesses das classes dominantes em detrimento dos interesses populares, o que a conduz a preparar o aluno para executar bem as suas funções em um determinado posto de trabalho, reproduzindo, sobretudo, a lógica do capital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Alexandre da Silva, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Mestrando em Educação pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE (2018-2019). Pós-graduado em Gestão Social pela Universidade Norte do Paraná (2015) e licenciado em História pela mesma instituição (2017). Bacharel em Administração pela Faculdade Unissa (2010). Atua como docente desde 2014, tendo ministrado aula nas áreas de História, Ensino Religioso, Sociologia, Economia e Gestão. Atualmente é bolsista da CAPES/DS.

Downloads

Publicado

2021-08-16