"Cora é negra e tem cabelo cacheado igual a mim":

Literatura infanto-juvenil e a construção da identidade negra na escola

Autores

  • Isabelle dos Santos
  • Surya Aaronovich Pombo de Barros

Palavras-chave:

Ensino Fundamental, Literatura infanto-juvenil, Relações raciais

Resumo

Este texto discute o uso de livros infanto-juvenis com protagonistas negras e o desenvolvimento da identidade de estudantes negros e negras. Objetiva pensar sobre a escola e a importância da representatividade na literatura infanto-juvenil. Trata-se de um trabalho pautado na pesquisa-ação, metodologia que permite a participação ativa no que se propôs investigar. Reflete sobre o trabalho realizado a partir de um estágio de dez meses em uma escola de educação básica, onde observações e interações foram realizadas em turmas dos primeiros anos do ensino fundamental. Demonstra a importância de obras infanto-juvenis para desmistificar estereótipos, combater a branquitude e ajudar na construção de bases sólidas para a identidade positiva negra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, Inaldete Pinheiro. Construindo a auto-estima da criança negra. In: MUNANGA, Kabengele (org). Superando o racismo na escola. 2ª edição. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. p. 117-124.

BÉLEM, Váleria. O cabelo de Lelê. São Paulo: IBEP, 2007.

CÂMERA, Ana Zarco. O cabelo de Cora. Rio de Janeiro: Pallas, 2015.

CAVALLEIRO, Eliane. Introdução. Educação anti-racista: caminhos abertos pela Lei Federal nº 10.639/03. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

GOMES, Nilma Lino. Alguns termos e conceitos presentes no debate sobre relações raciais no Brasil: uma breve discussão. Educação anti-racista: caminhos abertos pela Lei Federal nº 10.639/03. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

____ . Educação, identidade negra e formação de professores/as: um olhar sobre o corpo negro e o cabelo crespo. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 29, n. 1, p. 167-182, jan./jun. 2003.

_____ .O Movimento Negro educador: saberes construídos nas lutas por emancipação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

_____ . Relações Étnico-Raciais, educação e descolonização dos currículos. Currículo Sem Fronteiras, v. 12, n. 1, pp. 98-109, Jan/Abr 2012.

_____ . Sem perder a raiz. Corpo e cabelo como símbolos da identidade negra. 3ª edição. Belo Horizonte: Autêntica, 2019.

_____ . Trajetórias escolares, corpo negro e cabelo crespo: reprodução de estereótipos ou ressignificação cultural?.Revista Brasileira de Educação. Set/Out/Nov/Dez 2002. Nº 21.

KILOMBA, Grada. Memórias da plantação: episódios de racismo cotidiano. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

LIMA, Heloísa Pires. Personagens Negros: Um Breve Perfil na Literatura Infanto Juvenil. In: MUNANGA, Kabengele (org.). Superando o Racismo na escola. 2ª edição. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. p. 101-116.

MARIOSA, Gilmara Santos, REIS, Maria da Glória. A influência da literatura infantil afro-brasileira na construção das identidades das crianças. Estação Literária Londrina, Vagão volume 8 parte A, p. 42-53, dez. 2011.

MUNANGA, Kabengele. Apresentação. In: __________. (org). Superando o Racismo na escola. 2ª edição. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. p. 15-20.

QUEIROZ, Hellen Araújo; ALVARENGA, Jady B. S.; MORAES FILHO, Iel Marciano de; FIDELIS, Ariana; ARAÚJO, Leila Mendes de; ARAÚJO, Lídia Mendes de. O reconhecimento da identidade racial na educação infantil. Revista de Divulgação Científica Sena Aires. 7(1): 66-75, 2018.

ROCHA, Rosa Maria de Carvalho, TRINDADE, Azoilda Loretto. Ensino Fundamental. Brasília: SECAD, 2006.

SILVA, Ana Célia. A desconstrução da discriminação no Livro Didático. In: MUNANGA, Kabengele (org). Superando o Racismo na escola. 2ª edição. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. p. 21-38.

SOUSA, Fabiane Cristina Costa Coelho Sousa, SILVA, Ilana Fernandes da Silva. A importância da Literatura Infantil com Personagens Negros: construção de uma educação inclusiva das crianças negras na Educação Infantil. VIII Fórum Internacional de Pedagogia. - VIII FIPED, ANAIS…, v. 1, 2016. Imperatriz – MA.

SOUSA, Francisca Maria do Nascimento. Linguagens escolares e reprodução do preconceito. Educação anti-racista: caminhos abertos pela Lei Federal nº 10.639/03. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005.

VENÂNCIO, Prescila de Fátima Vieira. Porque atualmente se fala tanto em representatividade? Qual a importância que essa palavra tem na vida do indivíduo? Portal GELEDÉS, 2019. Disponível em

https://www.geledes.org.br/representatividade-como-construcao-da-identidade/. Acessado em 02 fev. 2020.

VIEIRA, Glauber Kenner Duarte da Silva, GASPAR, Monica Maria Gadêlha de Souza. Entre Príncipes e Princesas – a (re)construção da Identidade Negra em Crianças do Ensino Fundamental. ARANTES, Adlene Silva; GASPAR, Mônica Gadêlha de Souza (orgs.). Literatura afro-brasileira e africana: experiências formadoras na extensão, no ensino e na pesquisa. – Recife: Edupe, 2018.

Downloads

Publicado

2020-07-29 — Atualizado em 2020-07-31

Versões

Edição

Seção

Dossiê