Teodoro Estudita e sua oposição ao poder imperial: uma análise da Controvérsia Moechiana e da Segunda Iconoclastia

Autores

  • Caroline Coelho Fernandes Universidade Federal de Ouro Preto

DOI:

https://doi.org/10.17648/rom.v0i17.35352

Palavras-chave:

Teodoro Estudita, Controvérsia Moechiana, Iconoclastia, Poder Imperial, Bizâncio

Resumo

Teodoro Estudita foi um monge que, no decorrer do século IX, foi uma importante força de oposição diante das decisões imperiais julgadas por ele como ultrajantes aos ideais cristãos bizantinos. Em duas ocasiões, colocou-se contrário ao imperador e suas ações, sofrendo consequências e punições, como o exílio. Em função disso, nosso objetivo se insere na tentativa de compreender o papel de Teodoro como agente de oposição ao palácio imperial e suas relações com ele, uma vez que os monges eram considerados importantes meios de contato e influência sobre a sociedade bizantina. Pretendemos fazer isso a partir do estudo de caso da Controvérsia Moechiana e da Segunda Iconoclastia (815-843), nas quais o monge foi protagonista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Documentação textual

GRUMEL, V. Le patriarcat byzantine, série I: les regestes des actes du patriarcat de Constantinople. Les actes patriarches, fasc. II et III. Les regestes de 715 à 1206. Paris: Institut Français d’Études Byzantines, 1989. v. 1.

TESTAMENT of Theodore the Studite for the Monastery of St. John Stoudios in Constantinople. In: THOMAS, J.; HERO, A. C. (ed.). Byzantine monastic foundation documents: a complete translation of the Surviving Founder’s Typika and Testaments. Washington: Dumbarton Oaks, 2000, p. 67-83.

Obras de apoio

ALEXANDER, P. J. Religious persecution and resistance in the Byzantine Empire of the eighth and ninth centuries: methods and justifications. Speculum, v. 52, n. 2, p. 238-264, 1977.

BENOIT-MEGGENIS, R. L’empereur et le moine: recherches sur les relations entre le pouvoir impérial et les monastères à Byzance, du IXe siècle à 1204. 2010. Tese (Doutorado em História) – École Doctorale en Sciences sociales, Université Lumière Lyon 2, Lyon, 2010.

CHARANIS, P. The monastic properties and the state in the Byzantine Empire. Dumbarton Oaks Papers, v. 4, p. 53-118, 1948.

CHOLIJ, R. Theodore the stoudite: the ordering of holiness. Oxford: Oxford Scholarship Online, 2009.

KAZHDAN, A. P. (ed.). The Oxford Dictionary of Byzantium. Oxford: Oxford University Press, 1991. v. 3.

McGUCKIN, J. The theology of images and the legitimation of power in eighth century Byzantium. St Vladimir’s Theological Quarterly, p. 39-58, 1993.

MEYENDORFF, J. Byzantine theology: historical trends and doctrinal themes. New York: Fordham University Press, 1979.

MILLER, T. Theodore Studites: Testament of Theodore the Studite for the Monastery of St. John Stoudios in Constantinople. In: THOMAS, J.; HERO, A. C. (ed.). Byzantine monastic foundation documents: a complete translation of the Surviving Founder’s Typika and Testaments. Washington: Dumbarton Oaks Research Library and Collection, 2000, p. 67-83.

MORRIS, R. Monks and laymen in Byzantium, 843-1118. Cambridge: Cambridge University Press, 1995.

OSTROGORSKY, G. Historia del Estado bizantino. Madrid: Akal, 1984.

STAMBOLOV, A. Monks and state: St Theodore the Studite and his relations to the State and Church authorities in Byzantium. Phronema, v. 30, n. 1, p. 137-165, 2005.

TREADGOLD, W. Breve historia de Bizancio. Barcelona: Paidós Ibérica, 2001.

Downloads

Publicado

2021-09-25

Como Citar

FERNANDES, C. C. Teodoro Estudita e sua oposição ao poder imperial: uma análise da Controvérsia Moechiana e da Segunda Iconoclastia. Romanitas - Revista de Estudos Grecolatinos, [S. l.], n. 17, p. 174–189, 2021. DOI: 10.17648/rom.v0i17.35352. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/romanitas/article/view/35352. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Tema livre