Suetônio e a questão da sucessão no Principado romano em 'A Vida dos Doze Césares'

Suetonius and the problem of the succession in the Roman Principate in ‘The Lives of the Twelve Caesars’

Autores

  • André Luiz Leme Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Palavras-chave:

Suetônio, A Vida dos Doze Césares, Principado romano, Adriano

Resumo

Explorando de modo crítico os diversos temas trabalhados por Caio Suetônio Tranquilo (69-após 121/22 d.C.) no conjunto de biografias que compõem a obra A Vida dos Doze Césares, nos aproximamos de perspectivas que podem caracterizar os elementos do pensamento político do autor. No presente artigo, especialmente, investigaremos as ponderações de Suetônio sobre a questão da sucessão no Principado romano do século I, tendo por base a análise de como o autor valorou, de modo positivo ou negativo, as ações dos príncipes do período. Consequentemente, iremos verificar de que modo as reflexões desenvolvidas pelo autor se relacionam com a época de produção da obra, inícios do século II d.C., período marcado pela transição de poder entre os príncipes Trajano (53-117) e Adriano (76-138).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Documentação textual

SUETONIO. Vida de los doce Cesares. Traducción de Rosa Maria Cubas. Madrid: Gredos, 1992. 2 v.

SUETONIUS. Lives of the Caesars. Translated by J. C. Rolfe. London: W. Heinemann; New York: The Macmillan Co., 1998. 2 v.

Obras de apoio

ARÓSTEGUI, J. A pesquisa histórica: teoria e método. Bauru: EDUSC, 2006.

BIRLEY, A. Adriano. Madrid: Gredos, 2010.

BRAVO, G. Historia del mundo antiguo: una introducción critica. Madrid: Alianza, 1998.

CHARTIER, R. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1988.

GINZBURG, C. Mitos, emblemas e sinais: morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

GRIMAL, P. O Império Romano. Lisboa: Edições 70, 1999.

HIDALGO DE LA VEGA, M. J. El intelectual, la realeza y el poder político. Salamanca: Ediciones Universidad de Salamanca, 1995.

LEME, A. L. Considerações sobre o gênero biográfico em “A vida dos Doze Césares”, de Caio Suetônio (século II d.C.). Helikon, v. 1, p. 37-55, 2014.

LEME, A. L. O pensamento político de Suetônio em “A Vida dos Doze Césares” (séc. II d.C.): a crítica ao poder absoluto do príncipe romano. 2015. Tese (Doutorado em História) – Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2015.

LEME, A. L. Ascensão de Adriano ao Principado e a ideia de ‘Idade de Ouro’ dos Antoninos: uma análise da ‘História de Roma’, de Dião Cássio e da ‘História Augusta’. Roda da Fortuna, v. 5, p. 142-160, 2016.

LEME, A. L. A biografia de Júlio César e os riscos do poder absoluto: Suetônio e a política romana em tempos de Adriano (século II d.C.). Aedos, v. 9, p. 456-473, 2017.

LOPES BRANDÃO, J. L. Máscaras dos Césares: teatro e moralidade nas Vidas suetonianas. Coimbra: Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos da Universidade de Coimbra, 2009.

PLÁCIDO SUÁREZ, D. Un siglo de cambios. In: CORTÉS COPETE, J. M.; MUÑIZ GRIJALVO, E. (ed.). Adriano Avgvsto. Sevilla: Fundación José Manuel Lara, 2004.

Downloads

Publicado

19-09-2023

Como Citar

LUIZ LEME, André. Suetônio e a questão da sucessão no Principado romano em ’A Vida dos Doze Césares’: Suetonius and the problem of the succession in the Roman Principate in ‘The Lives of the Twelve Caesars’. Romanitas - Revista de Estudos Grecolatinos, [S. l.], n. 21, p. 109–129, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/romanitas/article/view/40712. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Historiografia greco-latina

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.