POSSÍVEL SOLUÇÃO PARA PROBLEMAS DE MOVIMENTAÇÃO NO COMPLEXO PORTUÁRIO

Autores

  • Leonardo Cruz Castro Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Centro Universitário Norte do Espírito Santo (CEUNES), Departamento de Engenharias e Tecnologia (DETEC). Rodovia BR 101 Norte, Km 60, Bairro Litorâneo, CEP, São Mateus, Espírito Santo, Brazil.
  • Wellington Gonçalves Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Centro Universitário Norte do Espírito Santo (CEUNES), Departamento de Engenharias e Tecnologia (DETEC). Rodovia BR 101 Norte, Km 60, Bairro Litorâneo, CEP, São Mateus, Espírito Santo, Brazil.

DOI:

https://doi.org/10.0001/LO01

Resumo

No primeiro trimestre de 2015, os portos organizados e terminais privados movimentaram 224,8 milhões de toneladas, obtendo um aumento de 2,5% em relação ao primeiro trimestre de 2014 (ANTAQ, 2015). Independentemente de ter ocorrido esse crescimento, os portos ainda não estão trabalhando em seu desempenho total, devido à existência de alguns gargalos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTAQ – Boletim Informativo Portuário. 16p., Superintendência de Desempenho, Desenvolvimento e Sustentabilidade, Gerência de Estatística e Avaliação de Desempenho, Brasil. http://www.antaq.gov.br/portal/pdf/BoletimPortuario/BoletimPortuarioPrimeiroTrimestr e2015.pdf

Barboza, M. A. M. (2014) – A Ineficiência da Infraestrutura Logística do Brasil. Revista Portuária Economia & Negócios, Brasil. http://www.revistaportuaria.com.br/noticia/16141

Roso, V. (2009) - The dry port concept. Chalmers University of Technology. ISBN: 978-91-7385-338-5.

Roso, V. (2007) – Evaluation of the dry port concept from an environmental perspective: A note.Transportation Research Part D: Transport and Environment. 12(7): 523-527.

Portal do Governo do Estado do Espírito Santo – Portos. Infraestrutura, Espírito Santo, Brasil. In: http://www.es.gov.br/EspiritoSanto/paginas/portos.aspx.

Downloads

Publicado

2015-11-06

Como Citar

Castro, L. C., & Gonçalves, W. (2015). POSSÍVEL SOLUÇÃO PARA PROBLEMAS DE MOVIMENTAÇÃO NO COMPLEXO PORTUÁRIO. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 1(1), 1–4. https://doi.org/10.0001/LO01