Sobre a Revista

Foco e escopo
Revista (Con)Textos Linguísticos publica três números anualmente e tem como objetivo a publicação de textos científicos nas diversas áreas da Linguística e Linguística Aplicada. Com esse propósito, abre um espaço para a um diálogo acadêmico, que possibilita o debate em torno de diferentes orientações teóricas, transitando desde os paradigmas relacionados com a descrição e a análise linguística até às instigantes perspectivas do discurso e da análise textual, e às questões típicas da ampla área de linguística aplicada.
Por definição da política editorial da Revista, são aceitas contribuições de artigos redigidos em português, inglês, francês e espanhol de pesquisadores doutores do Brasil e do exterior. A adição de novas línguas, como o italiano e alemão, tão caras ao Espírito Santo, poderão, futuramente, ser implantadas.

Seções
1. Estudos Analítico-descritivos da Linguagem: seção que contempla estudos referentes ao funcionamento das línguas em suas variedades de uso, no que diz respeito às suas unidades, níveis de constituição, relações, estruturas e formalizações.
2. Estudos sobre Texto e Discurso: seção relacionada à diversidade teórico-metodológica no tratamento de questões relacionadas à textualidade e processos de textualização, nas modalidades oral e escrita, e a questões relativas à construção do discurso, vistas na perspectiva da pragmática e da análise do discurso, em gêneros textuais diversos.
3. Linguística Aplicada: seção que aborda, de forma transdisciplinar, a análise de objetos e dados de natureza linguística, discursiva e educacional como, por exemplo, o ensino e a aprendizagem de línguas, as práticas de tradução e de interpretação, os contextos midiáticos e tecnológicos, questões relacionadas a multiculturalismo, plurilinguismo, educação bilíngue, políticas linguísticas, entre outras.

Processo de avaliação pelos pares
Os textos submetidos para publicação na Revista são avaliados anonimamente por dois pareceristas do Conselho Editorial. Caso a submissão não seja da área de avaliação desses pareceristas, consultores ad hoc emitirão o parecer também no sistema de avaliação duplo cego. No caso de discrepâncias na avaliação do artigo, ele será avaliado por um terceiro parecerista. Depois da análise, cópias dos pareceres serão encaminhadas aos autores, juntamente com instruções para modificações, quando for o caso. As submissões que não retornarem no devido tempo hábil para resposta não serão publicadas na edição para qual foram encaminhadas. Dados e conceitos emitidos nos textos, bem como a exatidão das referências bibliográficas, são de inteira responsabilidade dos autores.

Periodicidade
Quadrimestral.

Política de Acesso Livre
Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Histórico do periódico
A Revista (Con)Textos Linguísticos surgiu em 2007 com o intuito de promover o intercâmbio de pesquisadores e de novas ideias, em nível estadual, nacional e internacional, e consolidar o papel do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGEL) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) em fomentar a pesquisa linguística no estado. A fim de atender às demandas da CAPES e de elevar qualitativa e quantitativamente seu Qualis (atualmente B1), a publicação da Revista mudou para semestral em 2012 e, a partir de 2013, passou a ser publicada quadrimestralmente.