Modelagem em artes na educação infantil: a cultura indígena como estratégia lúdica de aprendizagem

Autores

  • Soraia Jordão Souza Faculdade Vale do Cricaré
  • Désirée Gonçalves Raggi Faculdade Vale do Cricaré

DOI:

https://doi.org/10.47456/krkr.v1i9.31675

Resumo

Este artigo objetiva compreender como as ferramentas lúdicas, como a modelagem de objetos da cultura indígena potencializam o ensino de Artes na Educação Infantil, em uma escola de Educação Infantil de Presidente Kennedy. Apresenta-se os princípios e concepções advindos do Referencial Nacional da Educação Infantil que descreve a necessidade de cuidados, aprendizagem lúdica e promoção de atitudes e valores para participação social e cultural da criança. A produção se baseia em Vygotsky, para explicar o desenvolvimento cognitivo e comportamental advindo das relações sociais e Oliveira, que discute a utilização da modelagem no ensino de Artes como recurso pedagógico na educação infantil. Parte da premissa que a modelagem utiliza objetos da cultura indígena traz uma proposta pedagógica que possibilita o desenvolvimento humano, considerando que os sujeitos se tornam capazes de desenvolver cognitivamente e socialmente pelo campo da arte e pela experiência estética. Os resultados da pesquisa permitem concluir que o trabalho com modelagem em argila, de objetos da cultura indígena, como estratégia usada no ensino de Artes, auxilia no desenvolvimento integral da criança, constatado pelo estimulo à imaginação, sensibilidade, movimentos, gestos, criatividade, socialização, possibilitando ainda a sensação de pertencimento ao mundo e a valorização da cultura indígena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Soraia Jordão Souza, Faculdade Vale do Cricaré

Possui graduação em Licenciatura em Artes pela Faculdade de Ciências Sociais de Cascavel (2015) e graduação em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário São Camilo (2012). Atualmente é professora da Prefeitura Municipal de Presidente Kennedy. Tem experiência na área de Biologia Geral, com ênfase em Biologia Geral.

Désirée Gonçalves Raggi, Faculdade Vale do Cricaré

Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa. Mestrado em Pedagogia Profissional pelo Instituto Superior Pedagógico para la  Educación Técnica e Profissional Hector P. Zaldivar / Universidade Federal de Goiás (2009). Doutorado em Educação – Universidad del Norte/ Universidade Federal de Pernambuco. Exerceu a docência em duas escolas agrotécnicas (Rio Verde – GO e Alegre-ES) e no Instituto Federal do ES, na área de Educação. Atualmente é professora e pesquisadora da Faculdade Vale do Cricaré,

 

Downloads

Publicado

2020-12-31

Edição

Seção

Artigos