Residência Pedagógica: o ensino de química e o uso da experimentação como estratégia facilitadora para o aprendizado.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47456/krkr.v2i5.32613

Resumo

O objetivo deste trabalho consiste em analisar o ensino de Química na perspectiva dos discentes e avaliar a importância do uso da experimentação para a aprendizagem em Química.  A atividade foi realizada em uma turma do 2º ano do Ensino Médio de uma escola no interior do Amazonas como atividade de intervenção do Programa Residência Pedagógica, núcleo de Química. A pesquisa apresentou abordagem qualitativa e quantitativa, descritiva e exploratória. O projeto teve sua culminância em uma Feira de Ensino de Química onde os discentes puderam apresentar experimentos utilizando materiais acessíveis e de baixo custo. Os resultados demostraram que os discentes tiveram uma evolução em relação as suas concepções sobre os assuntos que haviam estudado durante o ano letivo e puderam ressignificar os conceitos de forma aplicável, proporcionando uma melhoria no aprendizado de Química. Pode-se verificar a importância da atividade de intervenção do Programa Residência Pedagógica para o ensino e as contribuições para os acadêmicos participantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssica Teio Sousa, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em Ciências: Biologia e Química/Universidade Federal do Amazonas

Greyciele Cerdeira Fonseca, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em Ciências: Biologia e Química/Universidade Federal do Amazonas

Downloads

Publicado

2020-12-18

Edição

Seção

Dossiê: Formação inicial de professores em foco: os programas PIBID e Residência