Tel Dor, cidade portuária de múltiplas ocupações

conhecendo um pouco mais sobre o Mediterrâneo Oriental

Autores

  • Vagner Carvalheiro Porto Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.29327/2345891.11.22-4

Palavras-chave:

Tel Dor, Mediterrâneo Oriental, Arqueologia do Oriente Próximo, Museu Mizgaga

Resumo

Tel Dor, um extenso monte na costa mediterrânica de Israel, atualmente designado como Parque Nacional, destaca-se ao longo de sua existência pela presença portuária, tornando-se uma cidade litorânea dinâmica, acolhedora e multicultural. Este artigo tem como objetivo apresentar de forma didática as continuidades e descontinuidades culturais vivenciadas por Tel Dor ao longo dos séculos, explorando suas ocupações por canaanitas, “Povos do Mar”, israelitas, fenícios, assírios, persas, gregos e romanos. Buscamos também fornecer um breve histórico das escavações arqueológicas que destacaram a importância de Dor no contexto local e regional do Mediterrâneo Oriental. Para isso, consultamos documentos escritos, relatórios de escavações e escavações no próprio sítio. As descobertas arqueológicas em Tel Dor, combinadas com a diversidade de fontes, oferecem uma compreensão abrangente das influências culturais que moldaram esse local, sendo percebido como um microcosmo significativo de diversidade cultural ao longo dos séculos no Mediterrâneo Oriental. Por fim, reservamos algumas palavras ao Museu Mizgaga, parceiro do sítio arqueológico desde a década de 1980, que desempenha um papel vital na preservação e exposição do material arqueológico resultante das escavações subaquáticas e da área do Tel.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Documentação textual

BÍBLIA. Português. Bíblia de Jerusalém. Tradução de Euclides Martins Balancin et al. São Paulo: Paulus, 1995.

FLAVIO JOSEFO. Bellum Iudaicum. Translated by H. St. Thackeray. London: Harvard University Press, 1997.

FLAVIO JOSEFO. Antiquitates Iudaicae. Translated by R. Marcus. London: Harvard University Press, 1998.

FLAVIO JOSEFO. Vita. Translated by S. Mason. Leiden: Brill, 2001.

PLINY THE ELDER. Natural History: Books 3-7. Translated by H. Rackham. Cambridge: Harvard University Press, 1942. v. 2.

POLYBIUS. The Histories of Polybius. Translated by F. Hultsch. Bloomington: Indiana University Press, 1962.

Obras arqueológicas e históricas

ANDERSON, J. D. The impact of Rome on the periphery: the case of Palestina – Roman period (63 BCE-324 CE). In: LEVY, T. E (ed.). The archaeology of society in the Holy Land. New York: Facts on File, 1995, p. 446-469.

BALY, D. Geography of the Bible. London: Lutterworth Press, 1974.

BASAT, H. B. Early Iron Age beads at Tel Dor: a comparative study. Thesis (Master’s degree in Archaeology) – University of Haifa, Faculty of Humanities, Department of Archaeology, Haifa, 2011.

BLACKMAN, D.; BAIKA, K. Ports, Harbours and anchorages in the Ancient Mediterranean: New Discoveries and New Approaches, 2016. In: Under the Mediterranean. October 20-23, 2017, Nicosia. Proceedings... Nicosia: Honor Frost Foundation, 2017, p. 44-45.

BRYCE, T. (ed.) The Routledge Handbook of the peoples and places of Ancient Western Asia: from the Early Bronze Age to the fall of the Persian Empire. New York: Routledge, 2009.

CHANCEY, M. A.; PORTER, A. The Archaeology of Roman Palestine. Near Eastern Archaeology, v. 64, p. 164-203, 2001.

DAHL, G. The materials for the History of Dor. New Haven: Connecticut Academy of Arts and Sciences, 1915.

DUARTE, C. W. G. A anatomia do templo dórico grego: origem e desenvolvimento. Romanitas, n. 15, p. 138-156, 2020.

GILBOA, A.; SHARON, I. Between the Carmel and the sea Tel Dor’s Iron Age reconsidered. Near Eastern Archaeology, v. 71, p. 146-170, 2008.

GILBOA, A; SHARON, I.; ZORN, J. R.; MATSKEVICH, S. Excavations at Dor, final report. Area G, The Late Roman and Iron Ages: pottery, artifacts, ecofacts and other studies. Jerusalem: Israel Exploration Society, 2018. v. 2c.

HAHN, S. Catholic Bible dictionary. Doubleday Religious Publishing Group, 2009.

HAMIZGAGA MUSEUM OF ARCHAEOLOGY AND GLASS. Disponível em: <https://www.mizgaga.com/hamizgaga>. Acesso em: 20 ago. a 01 set. 2023.

HENGEL, M. Judaism and Hellenism: studies in their encounter in Palestine during the Early Hellenistic Period. Philadelphia: Fortress, 1974. 2 v.

KORMIKIARI, M. C. N. O papel de Cartago no debate acerca do sacrifício humano fenício-púnico. Romanitas, n. 10, p. 100-122, 2017.

KORMIKIARI, M. C. N. Fenícios pelo Mediterrâneo: formas de contato diversificadas. Cadernos do LEPAARQ, v. 15, n. 29, p. 174-185, 2018.

LEWIN, A. The archaeology of Ancient Judea and Palestine. Los Angeles: Getty Publications, 2005.

MESHORER, Y. The coins of Dora. Israel Numismatic Journal, v. 9, p. 59-7, 1986-1987.

MOSCATI, S. Introduction. In: V. KRINGS (ed.). La civilisation phénicienne et punique: manuel de recherche. Leiden: Brill, 1995, p. 1‐15.

NITSCHKE, J. L.; MARTIN, R. S.; SHALEV, Y. Between Carmel and the sea – Tel Dor: the late periods. Near Eastern Archaeology, v. 74, n. 3, p. 132-154, 2011.

OLIVEIRA, G. R. M. de. O porto romano e a paisagem social: organização urbana e contato cultural no litoral da Judeia-Palestina entre I AEC e II EC. Dissertação (Mestrado em Arqueologia) – Programa de Pós-Graduação em Arqueologia da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2022.

PORTO, V. C. Contatos culturais na ‘Judaea-Palaestina’ de Época Romana: estudos da malha urbana e da circulação monetária em Tel Dor, Israel. Projeto Auxílio à Pesquisa Regular. São Paulo: Fapesp, 2020.

PORTO, V. C. Calígula, Agripa I e os judeus: entre conflitos, amizade e redes de sociabilidade. In: CARVALHO, M. M. de; LEONI, A. M; JOSÉ, N. F. (ed.). Impérios, imperadores e redes de sociabilidade na Antiguidade. Curitiba: CRV, 2023, p. 229-257.

RAVEH, K.; KINGSLEY, S. Ancient harbour and anchorage at Dor, Israel: results of the underwater surveys, 1976-1991. British Archaeological Reports International Series, v. 626, 1996.

SAPIR-HEN, L.; et al. Food, economy, and culture at Tel Dor, Israel: a diachronic study of faunal remains from 15 centuries of occupation. Bulletin of the American Schools of Oriental Research, v. 371, p. 83-100, 2014.

STERN, E. Excavations at Tel Dor, preliminary report. Israel Exploration Journal, v. 32, n. 2/3, 1981, p. 107-117.

STERN, E. et al. Excavations at Dor, final report. Areas A e C: the finds. Jerusalem: Israel Exploration Society, 1982. v. 1B.

STERN, E.; BERG, J.; SHARON, I. Tel Dor, 1988-1989: preliminary report source. Israel Exploration Journal, v. 41, n. 1/3, 1991, p. 46-61.

STERN, E.; SHARON, I. Tel Dor, 1992: preliminary report. Israel Exploration Journal, v. 43, n. 2/3, 1993, p. 126-150.

STERN, E. Excavations at Dor, final report. Areas A e C: introduction and stratigraphy. Jerusalem: Israel Exploration Society, 1995. v. 1A.

TCHERIKOVER, V. Hellenistic Civilization and the Jews. New York: Atheneum, 1959.

TÜRK DIL KURUMU BAŞKANLIĞI. Höyük. In: TDK Sözlükleri. Disponível em: <https://sozluk.gov.tr/>. Acesso em: 01 set. 2023.

TEL DOR EXCAVATION PROJECT. Disponível em: <http://dor.huji.ac.il/>. Acesso em: 15 ago. a 05 set. 2023.

WACHSMANN, S.; RAVEH, K. A concise nautical history of Dor/Tantura. The International Journal of Nautical Archaeology and Underwater Exploration, v. 13, n. 3, p. 223-241, 1984.

Downloads

Publicado

31-12-2023

Como Citar

PORTO, Vagner Carvalheiro. Tel Dor, cidade portuária de múltiplas ocupações: conhecendo um pouco mais sobre o Mediterrâneo Oriental . Romanitas - Revista de Estudos Grecolatinos, [S. l.], n. 22, p. 28–51, 2023. DOI: 10.29327/2345891.11.22-4. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/romanitas/article/view/42458. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Cidade, território e materialidade no Mundo Antigo