A estátua de Augusto de 'Prima Porta' como a personificação do Império Romano em livros didáticos de História

Autores

  • Jorwan Gama UNIRIO

DOI:

https://doi.org/10.17648/rom.v0i17.35563

Palavras-chave:

Augusto de Prima Porta, Livros didáticos, Império Romano, Pax Romana

Resumo

Este artigo analisa os usos da imagem da estátua de Augusto de Prima Porta nos conteúdos referentes a Roma antiga nos treze livros didáticos de História do primeiro ano do ensino médio aprovados pelo Plano Nacional do Livro Didático (PNLD-2018). Parte-se de uma pergunta fundamental: a quais tipos de Império Romano essa estátua é associada no corpus documental selecionado? Para respondê-la, foram cotejadas todas as reproduções da estátua de Augusto de Prima Porta presentes nos treze livros didáticos de História do PNLD-2018. As imagens coletadas serão analisadas em conjunto com os textos que as acompanham, e não como dados isolados. Argumentarei que a exposição da estátua de Augusto de Prima Porta é associada à configuração de um império inabalável e expansionista, construído a partir da Pax Romana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Documentação textual

ALVES, A.; OLIVEIRA, L. Conexões com a História. São Paulo: Moderna, 2016.

AZEVEDO, G.; SERIACOPI, R. História: passado e presente. Dos primeiros humanos ao Renascimento. São Paulo: Ática, 2016.

BOULOS JÚNIOR, A. História, Sociedade e Cidadania. São Paulo: FTD, 2016.

BRAICK, P.; MOTA, M. História das cavernas ao terceiro milênio. São Paulo: Moderna, 2016.

CAMPOS, F.; PINTO, J.; CLARO, R. Oficina de História. São Paulo: Leya, 2016. v. 1.

COTRIM, G. História Global. São Paulo: Saraiva, 2016.

GRANGEIRO, C. Cenas da História. São Paulo: Palavras Projetos Editoriais, 2016. v. 1, Ensino Médio.

MARQUES, A.; BERUTTI, F. Caminhos do Homem: das origens da humanidade à construção do mundo contemporâneo. São Paulo: Base Editorial, 2016.

MOCELIN, R.; CAMARGO, R. História em debate. São Paulo: Editora do Brasil, 2016.

PELLEGRINI, M.; DIAS, A.; GRINBERG, K. Contato História. São Paulo: Quinteto Editorial, 2016.

SANTIAGO, P.; CERQUEIRA, C.; PONTES, M. Por dentro da História 1: Brasil e Mundo. São Paulo: Escala Educacional, 2016.

VAINFAS, R. et al. História Ensino Médio. São Paulo: Saraiva, 2016.

VICENTINO, C.; VICENTINO, B. Olhares da História: Brasil e Mundo. São Paulo: Scipione, 2016.

Obras de apoio

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BEARD, M. Confronting the classics: traditions, adventures and innovations. New York: Liveright Publishing, 2013.

BEARD, M. SPQR: uma história de Roma Antiga. São Paulo: Planeta, 2017.

BEARD, M; HENDERSON, J. Classical art from Greece to Rome. Oxford: Oxford University Press, 2001.

BITTENCOURT, C. (org.). O saber histórico na sala de aula. São Paulo: Contexto, 2015.

CAIMI, F. Geração Homo zappiens na escola: os novos suportes de informação e a aprendizagem histórica. In: MAGALHÃES, M. et al (org.). Ensino de história: usos do passado, memória e mídia. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2014, p. 165-186.

CARDOSO, C. Narrativa, sentido, história. São Paulo: Papirus, 1997.

COSTA JUNIOR, J. Roma presente: recepções clássicas em discursos políticos e educacionais no Brasil (2016-2020). 2021. Tese (Doutorado em História Social) – Programa de Pós-Graduação em História da UNIRIO, Rio de Janeiro, 2021.

ELSNER, J. Imperial Rome and Christian triumph: the art of the Roman Empire AD 100–450. New York: Oxford University Press, 1997.

FEJFER, J. Roman portraits in context. Berlin: Walter de Gruyter, 2008.

FERNANDES, M. Os tipos de (estátua) retrato de Augusto. Palíndromo, v. 8, n. 16, p. 65-79, 2016.

FRANCO, A. Uma conta de chegada: transformação provocada pelo PNLD nos livros didáticos de história. In: MAGALHÃES, M. et al. (org.). Ensino de História: usos do passado, memória e mídia. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2014, p. 143-164.

GIARDINA, A. O mito fascista da romanidade. Estudos Avançados, v. 22, n. 62, p. 55-76, 2008.

GREIMAS, A.; COURTÈS, J. Dicionário de semiótica. São Paulo: Cultrix, 1989.

GRIMAL, P. O Império Romano. Lisboa: Edições 70, 1993.

GUARINELLO, N. Ensaios de História Antiga. São Paulo: Contexto, 2013.

GUARINELLO, N. História Antiga. São Paulo: Contexto, 2014.

JOLY, M. Introdução à análise da imagem. Campinas: Papirus, 2012.

MACHADO, J. et al. Os reveses de História Antiga no Brasil. Revista Latino-Americana de Estudos em Cultura e Sociedade, v. 5, p. 1-11, 2019.

MACMULLEN, R. Romanization in the Time of Augustus. London: Yale University Press, 2000.

MARTINS, P. Imagem e poder: considerações sobre a representação de Otávio Augusto. São Paulo: Edusp, 2011.

MENDES, N.; BUSTAMANTE, R. M. C.; DAVIDSON, J. A experiência imperialista romana: teorias e práticas. Tempo, n. 18, p. 17-41, 2005.

MENDES, N.; SILVA, G. V. (org.). Repensando o Império Romano: perspectiva sócio-econômica, política e cultural. Rio de Janeiro: Mauad, 2006.

MYLONOPOULOS, J. (ed.). Divine images and human imaginations in Ancient Greece and Rome. Leiden: Brill, 2010.

POLLINI, J. From the Republic to Empire: rhetoric, religion, and power in the visual culture of ancient Rome. Norman: University of Oklahoma Press, 2012.

RIVES, J. Religion in the Roman World. In: HUSKINSON, J. (ed.). Experiencing Rome: culture, identity and power in the Roman World. New York: Routledge, 2000, p. 245-277.

RÜPKE, J. On Roman religion: lived religion and the individual in Ancient Rome. Ithaca: Cornell University Press, 2016.

RÜPKE, J. Roman Religion – Religions of Rome. In: RÜPKE, J. (ed.). A companion to the Roman religion. Oxford: Wiley-Blackwell, 2011, p. 1-10.

SILVA, G. V. Os avanços da História Antiga no Brasil. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, XXVI., 2011, São Paulo. Anais... São Paulo: Associação Nacional de História, 2011, p. 1-31.

SQUIRE, M. Embodied ambiguities on the Prima Porta Augustus. Art History, v. 36, p. 242–279, 2013.

SQUIRE, M. The art of the body: Antiquity and its legacy. London: I. B. Tauris, 2011.

WOOLF, G. Roman Peace. In: RICH, J.; SHIPLEY, G. War and society in the Roman World. London: Routledged, 1993, p. 171-194.

ZANKER, P. Arte romana. Roma: Laterza, 2012

ZANKER, P. The power of images in the Age of Augustus. Michigan: The University of Michigan Press, 1988.

Downloads

Publicado

2021-09-25

Como Citar

GAMA, J. A estátua de Augusto de ’Prima Porta’ como a personificação do Império Romano em livros didáticos de História. Romanitas - Revista de Estudos Grecolatinos, [S. l.], n. 17, p. 17–35, 2021. DOI: 10.17648/rom.v0i17.35563. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/romanitas/article/view/35563. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê: Imagens do poder e poder das imagens no Mundo Romano