O Governo das Armas de uma província dissidente: uma breve narrativa da trajetória do major português João José da Cunha Fidié na Independência do Piauí (1822-1823)

Autores

  • Luís Carlos Albano Duarte Sousa Universidade Federal do Piauí
  • Johny Santana de Araújo Universidade Federal do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.47456/e-2021320207

Palavras-chave:

Governo das Armas, Independência, Piauí

Resumo

Este artigo busca, a partir do levantamento de uma série de dados empíricos, construir uma breve narrativa sobre a passagem do major português João José da Cunha Fidié no cargo de Governador das Armas da Província do Piauí, fornecendo bases para importantes compreensões sobre o período da independência. Em contraste com as ações dos líderes dissidentes, como Simplício Dias, João Cândido e outros, questionamos o grau de comprometimento do pragmatismo de Fidié em relação aos interesses da Coroa portuguesa, vez que sua presença configurava intervenção direta nos rumos políticos do Brasil. Para isso, utilizamos ofícios e correspondências do Arquivo Histórico Ultramarino e do Museu Ozildo Albano, na intenção de apreender as ações e reações desses sujeitos, e suas contradições diante do momento histórico aqui analisado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Fontes

ACERVO MUSEU OZILDO ALBANO. Ferreira, Jozé Nunes. [Carta] 03 Agosto 1823, Barriguda [para] não consta, 1p. Relação de nomes com doações de mantimentos.

____. Germano, Francisco. [Carta] 20 Julho 1823. Não consta [para] Capitão-Mor João Gomes Caminha, 1p. Carta ao Capitão-Mor.

____. Piauí, Junta do Governo. Encarrega Mathias de Souza Rabelo para a defesa de alguns portos e pede o apoio de todos os habitantes na independência. [Manuscrito]. Palácio do Governo de Oeiras, Fevereiro de 1823.

____. Queiroz, Francisco. [Carta] 03 Julho 1823, Alegre [para] Capitão Raimundo de Oliveira Falcão, 1p. Recomendação de Luiz Plácido Queiroz e dois escravos para o serviço militar.

____. Sousa Martins, Manuel Clementino de. [Carta] 14 Junho 1823, Pindoba [para] Capitão-Mor João Gomes Caminha, 1p. Solicitação de informações sobre animais sumidos.

____. Thomaz, José. [Carta] 26 Junho 1823, São José [para] Capitão-Mor João Gomes Caminha, 1p. Informações sobre o comportamento de quadrilhas que se passavam por independentes.

ARQUIVO HISTÓRICO ULTRAMARINO, Projeto Resgate – Piauí (1684 – 1828), ACL_CU_016, Cxs. 31 e 32. Disponível em: < http://resgate.bn.br/docreader/docmulti.aspx?bib=resgate>. Acesso em: jul. 2021.

HEMEROTECA DIGITAL DA BIBLIOTECA NACIONAL. O Conciliador do Maranhão, 1822, n. 144.

PEREIRA DA COSTA, F. A. Cronologia histórica do Estado do Piauí. Teresina: APL; FUNDAC; DETRAN, 2010.

SACRAMENTO BLAKE, A. V. A. Diccionario bibliographico brazileiro. Volume 3. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1902.

Obras Gerais

ARAÚJO, Johny Santana de. O Piauí no processo de independência: contribuição para construção do império em 1823. Clio: Revista de pesquisa histórica, Recife, v. 33, n. 2, p. 29-48, jul./dez. 2015.

BRANDÃO, Wilson de Andrade. História da independência no Piauí. Teresina: FUNDAPI, 2006.

BRITO, Anísio. Independência do Piauí. Teresina, 1931.

BRITO, Bugyja. O Piauí e a Unidade Nacional. Teresina: Cia. Editora do Piauí, 1973.

CARVALHO, Maria do Amparo Alves de. Batalha do Jenipapo: Reminiscências da cultura material em uma abordagem arqueológica. Porto Alegre: PUC RS. Tese (Doutorado em História), Pontifícia Universidade Católica Rio Grande do Sul, 2014.

CASTELO BRANCO, Anne Karenina Souza. Arqueologia em Campos de Batalha: acampamento, caminhos antigos das tropas da Batalha do Jenipapo. 2018. Dissertação (Mestrado em Arqueologia), Universidade Federal do Piauí.

CASTRO, Francisco. A guerra do Jenipapo: a independência do Piauí. São Paulo: FTD, 2002.

CELESTINO DA SILVA, Mairton. Um caminho para o Estado do Brasil: colonos, missionários, escravos e índios no tempo das conquistas do Estado do Maranhão e Piauí, 1600-1800. Tese (Doutorado em História), Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2016.

CHAVES, Joaquim. O Piauí nas lutas da independência do Brasil. Teresina: Alínea Publicações Editora, 2005.

COSTA, João Paulo Peixoto. Mata que é corcunda! Os índios do Ceará na guerra de independência do Piauí. Habitus, v. 14, n. 2, jul./dez. 2016, pp. 243-262.

COSTA, João Paulo Peixoto. Na lei e na guerra: políticas indígenas e indigenistas no Ceará (1798-1845). Teresina: EDUFPI, 2018.

DIAS, Claudete Maria Miranda. O outro lado da história: o processo de independência do Brasil visto pelas lutas no Piauí – 1789-1850. 1999. Tese (Doutorado em História), Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1999.

FERNANDES, Mario Luiz. O discurso de O Portuguez e a Corte portuguesa no Brasil. 2015. Pesquisa (Pós-doutorado) - Curso de Jornalismo, Departamento de Ciências Empresariais e da Comunicação, Universidade Fernando Pessoa, Porto, 2015.

FIDIE, João José da Cunha. Varia Fortuna de um Soldado Português. Teresina: Fundapi, 2006.

FURET, François. Pensando a Revolução Francesa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

GALVES, Marcelo Cheche. Ao público sincero e imparcial: imprensa e independência na província do Maranhão (1821-1826). São Luís: Café&Lápis; Editora UEMA, 2015.

IVO, I. P. Homens de caminho: trânsitos culturais, comércio e cores nos sertões da América portuguesa. Século XVIII. Vitória da Conquista: Edições UESB, 2012.

MARQUES, Renato Neves. 19 de outubro o dia do Piauí, Parnaíba: Ed. Sistema Fercomercio, 2000.

MOURA, Iara Conceição Guerra de Miranda. A visão da história social sobre a “batalha do Jenipapo”. Cadernos de Teresina, v. 39, 2008, p. 77-83.

NETO, Adrião. Epopeia do Jenipapo, Teresina: Rima, 2007.

NEVES, Abdias. A Guerra do Fidié. 4ª Ed. Teresina: FUNDAPI, 2006.

NUNES, Odilon. Pesquisa para a história do Piauí: a Independência do Brasil, especialmente no Piauí. Manifestações republicanas. A ordem. Teresina: FUNDAPI, 2007

RAMINELLI, Ronald J. Nobrezas do Novo Mundo: Brasil e ultramar hispânico, séculos XVII e XVIII. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2015.

REGO, Junia Motta Antonaccio Napoleão do. Dos sertões aos mares: história do comércio e dos comerciantes de Parnaíba (1700-1950). Tese (Doutorado em História), Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2010.

SANTANA, R. N. Monteiro. SANTOS, Cineas. O Piauí e a Unidade Nacional. Teresina: FUNDAPI, 2007.

Downloads

Publicado

08-10-2021

Como Citar

ALBANO DUARTE SOUSA, L. C.; SANTANA DE ARAÚJO, J. . O Governo das Armas de uma província dissidente: uma breve narrativa da trajetória do major português João José da Cunha Fidié na Independência do Piauí (1822-1823). Revista Ágora, [S. l.], v. 32, n. 2, p. e–2021320207, 2021. DOI: 10.47456/e-2021320207. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/36145. Acesso em: 9 dez. 2021.

Edição

Seção

Os Governos do Império: Vice-reis, governadores e capitães-mores no mundo portug